Contratadas para consumo interno, ou seja, para que os dirigentes das siglas possam conhecer o cenário da data em que são realizadas, e assim tomar decisões, as pesquisas que ouviram urussanguenses nos últimos dias, na verdade revelaram as maiores dúvidas dos partidos locais.

Os nomes que realmente estão à disposição e cogitas estratégias vieram a tona com aplicação desses questionários.

Se os números obtidos, relativos a preferência, bem como a rejeição, dos pré-candidatos sugeridos, não são revelados aos munícipes, o que exigiria o registro dessas, os depoimentos de abordados que se tornam fontes, são no mínimo, interessantes.