Segundo o grupo de trabalho do empresário Johnny Felippe, como os demais urussanguenses que pretendem concorrer ao cargo de prefeito, ele tem buscado ouvir os eleitores da cidade e interior, ao mesmo tempo que enfatiza a necessidade de um plano de governo inovador.

Nessa plataforma estaria um conjunto de ações para resgatar o desenvolvimento e a imagem do município, junto com a confiança das pessoas que aqui residem.

Conforme o grupo, Johnny, evita falas que desagradam a população, como por exemplo, o argumento da falta de dinheiro para governar, enquanto reitera que dos pré-candidatos anunciados, foi o único que não votou ou esteve com Gustavo, nos últimos oito anos.

E assim, no entendimento dos que o acompanham, vai ganhando formato o discurso que será intensificado na campanha, o qual trará compromissos, como o de reconstruir Urussanga em todos os seus aspectos, mas sempre tendo como última palavra e garantia, o que a sua história como comerciante e principalmente o período em que esteve a frente da prefeitura, permite expressar, e interessa urussanguenses independentemente de cor partidária, a honestidade.