Blog do Paulo Matias

Posts tagged santacatarina

Exclusivo / Política

Deputado Jessé Lopes visita hospital de Urussanga

A direção do Hospital Nossa Senhora da Conceição de Urussanga, que tem a frente o empresário Arnaldo Bez Bati, recebeu na manhã desta terça-feira (15), o deputado estadual eleito pelo PSL, Jessé Lopes.

Em sua primeira visita a instituição, Jessé se colocou a disposição para ajudar na busca dos pleitos junto ao governo do estado de Santa Catarina.

Sobre a audiência que os membros da citada direção terão na próxima segunda-feira (18), com o Secretário de Estado da Saúde, Helton de Souza Zeferino, o deputado impedido de participar em razão de sua agenda, comprometeu-se em destinar seu Chefe de Gabinete para acompanhar os urussanguenses.

O grupo buscará junto ao secretário nesse momento especialmente o atendimento de três solicitações; R$ 3 milhões relativos a Clinica de Recuperação de Dependentes Químicos, R$ 140 mil, referentes a serviços prestados ainda no governo Colombo e a contratação de Cirurgias Eletivas, como o HNSC já realizou em outras oportunidades.

Áudio / Cultura / Política

Ouça: Colombo assume a coordenação de estudos políticos da Fundação do PSD

O ex-governador Raimundo Colombo assume, a partir de hoje, a coordenação de estudos políticos da Fundação Espaço Democrático do PSD, em nível nacional. A proposta, conforme Colombo, é promover um grande debate em diversos pontos do Brasil sobre o atual momento. “Nunca vi as pessoas se interessarem tanto pela política. Se formos capazes, como sociedade de aprofundar e qualificar esse debate, o Brasil terá enormes avanços. Se ficarmos apenas na superficialidade, nada mudará”. Por isso, ressalta que a Fundação trará uma contribuição importante.

“Nos últimos meses estudei e li bastante, procurei conversar com pessoas que estão vivendo diversas experiências aqui e em muitos lugares do mundo para tentar trazer o grande desafio deste momento para nós, que é formar uma base intelectual na sociedade”, lembra o ex-governador.

Raimundo Colombo salienta que além de formar essa base intelectual, é preciso espaço para o novo, com a utilização ainda maior das novas tecnologias que nos últimos anos democratizaram o processo político e trouxeram a democracia diretamente para a relação entre as pessoas e o poder“É preciso fazer profundas transformações, não adianta só mudar as pessoas, é preciso mudar o sistema e isso não é fácil de fazer”, destaca, ao reforçar que essa mudança só vem quando o nível de consciência da população se torna coletivo.

Como vice-presidente nacional do PSD, Colombo fará esse trabalho de forma voluntária e colaborativa.

Política

Falta de quórum adia discurso de Daniel Freitas

O Deputado Federal Daniel Freitas, que faria discurso no grande expediente, não falou por falta de quórum na sessão desta segunda-feira (11), na Câmara dos Deputados.

Acompanhado dos Deputados Caroline De Toni (PSL/SC) e Kim Kataguiri (DEM/SP), aproveitou o encontro para discutir pautas como a Reforma da Previdência.

O Deputado deve voltar a discursar no dia 11 de março.

Cultura / Política

Minotto propõe Frente Parlamentar para cobrar aplicação das bolsas do Artigo 170

O deputado estadual Rodrigo Minotto (PDT), 2º vice-presidente da Assembleia Legislativa, protocolou na tarde desta quinta-feira (07), requerimento para criação da Frente Parlamentar em defesa das instituições de ensino superior legalmente habilitadas a funcionar em Santa Catarina. O objetivo é buscar o cumprimento do Artigo 170 da Constituição Estadual.

Segundo dados do Tribunal de Contas, em 2017 o Governo do Estado pagou apenas R$ 65,69 milhões dos R$ 230,93 milhões que deveriam ser investidos em bolsas para o ensino superior.

“O Artigo 170 obriga o Estado a aplicar 5% em bolsas para o ensino superior, mas em 2017 esse percentual chegou a apenas 1,42%. Nós precisamos fazer esse debate aqui na Assembleia Legislativa envolvendo as universidades comunitárias, alunos, professores e o governo. Estaremos aqui cobrando o pagamento integral do que determina a Constituição Estadual, abrindo a possibilidade para que muitos estudantes possam cursar uma faculdade”, explica o deputado Minotto.

O requerimento deve ser lido em plenário na próxima semana. “De 2012 a 2017, segundo dados do TCE/SC, o Governo do Estado deixou de aplicar R$ 815,09 milhões em ensino superior, extrapolando os limites da razoabilidade, como também apontou o Ministério Público. Isso é muito sério”, pontua o parlamentar.

Sem categoria

Governador corta o cafezinho

A cultura do cafezinho nas repartições públicas do Estado está com os dias contados. Ao menos em relação ao café comprado e servido às custas do próprio governo na administração direta. É o que determina um ofício circular assinado recentemente pelo secretário de Administração, Jorge Eduardo Tasca, e enviado aos demais secretários e gestores da administração.

A medida considera o atual déficit financeiro do Estado e o gasto anual de R$ 1,7 milhões com café, leite, açúcar e garrafinhas de água servidos pelo Executivo. Outros R$ 2,8 milhões são gastos com o serviço de copeiras e garçons terceirizados.

“Talvez a contragosto de boa parte dos servidores, nós cortamos o cafezinho da repartição. A gente pode trazer o cafezinho de casa. Aliás, o cafezinho do poder público é muito ruim. Porque eu acho que o processo licitatório não é muito adequado, a gente nunca sabe o que está bebendo. Quer tomar um bom café, traga de casa. Nós vamos dar o exemplo. Economiza só R$ 2 milhões? Não tem problema. Mesmo que seja simbólico, nós vamos economizar de tudo quanto é forma”, anunciou o governador catarinense.

Política

Geovania de Sá é eleita suplente da mesa diretora

Além de ter tomado posse de seu segundo mandato como deputada federal, Geovania de Sá (PSDB) comemora mais uma conquista. A parlamentar foi eleita suplente da Mesa Diretora da Câmara dos Deputados.

Ela é a única representante do estado entre os 11 deputados eleitos (dos 513) que serão responsáveis pela direção dos trabalhos legislativos e dos serviços administrativos da Casa. “E certamente será um mandato marcado por muita transparência e trabalho”, garante a deputada.

Política

Deputados estaduais eleitos são empossados

Os 40 deputados eleitos para o mandato 2019-2023 na Assembleia Legislativa de Santa Catarina foram oficialmente empossados na manhã desta sexta-feira (1º), na sessão preparatória solene de instalação da 19ª Legislatura, realizada no plenário do Palácio Barriga Verde, em Florianópolis.

Conforme determina o Regimento Interno do Parlamento estadual, a solenidade foi presidida pelo parlamentar mais idoso entre os de maior número de legislaturas completas na Casa, neste caso, o deputado Romildo Titon (MDB), de 64 anos, que soma sete mandatos consecutivos. Ele foi auxiliado na condução dos trabalhos pelos deputados Neodi Saretta (PT) e Moacir Sopelsa (MDB).

Entre as diversas autoridades que acompanharam o ato, figuraram o governador do Estado, Carlos Moisés da Silva; o presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Rodrigo Collaço; o procurador-geral de Justiça do Ministério Público de Santa Catarina, Sandro José Neis; e o prefeito de Florianópolis, Gean Loureiro.

Após a leitura do termo de compromisso para a execução do mandato, um a um, os 40 deputados e deputadas eleitos nas eleições de outubro de 2018 foram chamados para prestarem juramento. Entre o grupo, 18 são estreantes no Legislativo estadual, sendo que três já ocuparam posição de suplentes no exercício do mandato.

Ao final da cerimônia, que durou cerca de 25 minutos, Romildo Titon declarou empossados os novos deputados e convocou uma nova sessão, para a eleição ao cargo de presidente da Assembleia Legislativa.

Política

Definidas posições na mesa da Assembleia

Durou pouco mais de uma hora a reunião que definiu os nomes dos ocupantes da única chapa que concorrerá à mesa diretora da Assembleia, e que terá o deputado Julio Garcia (PSD) como presidente.

Ficaram definidos:

Mauro De Nadal (MDB), como 1º vice;

Rodrigo Minotto (PDT), 2º vice-presidente;

Laércio Schuster (PSB, do bloco que tem o Progressistas, PRB e PV), 1º secretário;

Padre Pedro Baldissera (PT), 2º secretário;

Altair Silva (Progressistas), 3º secretário;

Nilso Berlanda (PR, que representa o bloco com o PSL), 4º secretário.

Nem o mais pessimista dos deputados acredita que outra chapa seja apresentada para disputar o comando da casa. O exímio articulador Julio Garcia construiu um acordo que não permitirá surpresas, tampouco o lançamento de alguma alternativa a cargos na mesa, conforme o especulado em torno dos nomes de Valdir Cobalchini e Moacir Sopelsa, ambos do MDB, isolados dentro da bancada, que apoia Mauro De Nadal.

A eleição da mesa será logo após a posse dos 40 deputados, 18 deles estreantes no Legislativo e três deles que já ocuparam a posição de suplentes no exercício do mandato.

Política

Posse dos deputados ocorre na manhã da próxima sexta-feira (1º)

A Assembleia Legislativa de Santa Catarina realiza na próxima sexta-feira (1º), às 9h, a sessão preparatória solene para a posse dos 40 deputados da 19ª Legislatura, eleitos em outubro do ano passado.

A solenidade será no Plenário Deputado Osni Régis, no Palácio Barriga Verde, em Florianópolis.

Conforme determina o Regimento Interno do Parlamento estadual, a sessão será presidida pelo deputado Romildo Titon (MDB), que é o parlamentar mais idoso entre os de maior número de legislaturas completas na Casa. Caberá a ele constituir a mesa de autoridades, convidar dois deputados para lhe auxiliá-lo na condução da sessão e proclamar o nome dos deputados eleitos. Em seguida, ele tomará o juramento dos parlamentares que, um a um, serão chamados para assinar o termo de posse.

O mandato dos 40 deputados é de quatro anos e vai de 1º de fevereiro deste ano a 31 de janeiro de 2023.

Economia / Política

Decreto oficializa desativação das ADRs em Santa Catarina

A desativação das 20 Agências de Desenvolvimento Regional (ADRs) foi oficializada em um decreto assinado pelo governador de Santa Catarina, Carlos Moisés. O documento detalha a forma como a desarticulação será feita, sob a coordenação de um grupo composto por representantes de diversos órgãos do governo.

De acordo com o decreto, todo o processo de desativação das ADRs deverá estar concluído até o dia 30 de abril. A extinção definitiva das agências será objeto da reforma administrativa, a ser encaminhada à Assembleia Legislativa em fevereiro. A publicação está prevista para a edição desta segunda-feira (21), do Diário Oficial do Estado.

“É uma promessa que estamos cumprindo, a de entregar um Estado mais leve, ágil, eficiente”, resumiu o governador, e uma transmissão ao vivo nas redes sociais.