Blog do Paulo Matias

Posts tagged pt

Política

PT de Urussanga afirma que situação foi contornada

Os mesmos dirigentes do partido local, PT,  que haviam informado a este Blog, a possibilidade real de mudança de um dos seus membros, definido como de peso, para outro partido, garantiram ontem que a situação foi contornada.

Reconhecendo a repercussão da notícia e avaliando que a mesma gerou até uma mobilização interna e externa, decidiram por não divulgar o nome do filiado em questão, considerando que o assunto está superado.

Relataram que assim como os principais nomes da sigla, foram contatos por dezenas de pessoas que buscavam saber o referido nome.

Exclusivo / Política

Nome de peso está deixando o PT de Urussanga

O Partido dos Trabalhadores – PT, que em pleitos recentes da história política do município foi o “fiel da balança”, especialmente na disputa majoritária, se esforça ainda na próxima semana para evitar a saída de um dos seus principais nomes, o qual já teria destino certo em outra sigla local.

Para mensurar o impacto da referida tranferência, os dirigentes afirmam que o partido teria atualmente dois nomes considerados de peso, um deles é o em questão. Que dificilmente será contido nesse proposito de mudança, como foi informado.

Exclusivo / Política

PT de Urussanga pretende apresentar nominata completa de vereadores em 2020

Pouco comentado desde que compôs como vice na chapa vencida em 2016, quando da eleição municipal, o Partido dos Trabalhadores – PT de Urussanga, segundo seus dirigentes pretende apresentar uma nominata completa em 2020, a fim de manter-se com uma cadeira no legislativo local.

Reuniões devem se intensificar nos próximos meses e os indagados acreditam o grupo conseguirá os nomes necessários para o objetivo descrito. Com isso o partido também estaria apto e poderia ter uma participação efetiva no pleito.

Destaque

Morre o ex-desembargador Lédio Rosa de Andrade

O ex-desembargador Lédio Rosa de Andrade morreu nesta madrugada (29), em Florianópolis, devido a problemas cardíacos, que o levaram a ser internado no mês de dezembro de 2018. O corpo está sendo velado desde às 16h, no Cemitério do Itacorubi, na Capela da Funerária Recanto da Paz, e depois será cremado.

Lédio, natural de Tubarão, tinha 60 anos e deixa mulher, três filhas e uma neta.

Considerado um dos mais brilhantes magistrados catarinenses, Lédio aposentou-se do Tribunal de Justiça depois de 35 anos de carreira como juiz. Em 2018, ele disputou a vaga de senador pelo PT.

Política

Fato politico da semana: Ricardo Guidi volta a ter vaga na Câmara dos Deputados

Uma liminar do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) expedida na quinta-feira (13), faz com que Ricardo Guidi (PSD) volte a ter uma vaga como deputado federal por Santa Catarina.

O ministro Admar Gonzaga suspendeu uma decisão do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-SC), que propiciava o recálculo dos votos do último pleito e concedia a Ana Paula Lima (PT) a mesma vaga.

Conforme o TSE, a nova liminar vale até o julgamento em plenário do mérito, sem data definida.

Na próxima terça-feira (18) está marcada a diplomação dos deputados.

Ainda de acordo com o TSE, foi atendida uma ação cautelar do Ministério Público Eleitoral (MPE), pedindo efeito suspensivo da decisão em primeira instância.

 

Áudio / Política

Ouça: Ricardo está confiante que irá reverter, “o próprio presidente do TRE perguntou se era isso mesmo que iria acontecer”

O julgamento que aconteceu ontem no TRE resultou na perda ainda que momentânea da cadeira na Câmara Federal do eleito pelo PSD, Ricardo Guidi, de Criciúma. Fazendo com que a candidata do PT, Ana Paula Lima, de Blumenau passe a integrar o grupo de parlamentares catarinenses.

Na oportunidade o Tribunal Regional Eleitoral, julgou ação movida pela candidata a deputada federal pelo Partido dos Trabalhadores, Ivana Lais, que obteve em outubro 495 votos, mas que estava com a candidatura indeferida por não entregar a Certidão do Tribunal Regional Federal da 4ª Região, documento obrigatório a todos os candidatos.

E mesmo causando a estranheza de especialistas, por quatro votos a três, o TRE entendeu válido o argumento da defesa, deferindo agora a sua candidatura e fazendo com que seus  votos fossem direcionados para a legenda do PT.

Como entre PSD e PT houve nas recentes eleições a diferença de apenas de um voto na legenda, com o acréscimo dos 495 votos de Ivana, Ana Paula Lima, ganhou o mandato.

Ricardo Guidi que ontem estava em São Paulo e hoje seguiu para Brasília, se disse confiante na possibilidade de reverter essa decisão, destacando o comentário feito pelo o próprio presidente do TRE que perguntou “se era isso mesmo que iria acontecer”, antes de proferi-la

Política

Casagrande deve ser confirmado como presidente da Câmara para 2019

Na eleição que acontece em 18 de dezembro, quando da última sessão legislativa de 2018, para a escolha da mesa diretora que irá comandar os trabalhos no ano que vem, o vereador Gilson Casagrande (PP) deve ser confirmado como presidente da Câmara.

Isso porque no início desta legislatura foi firmado um acordo por parte do PP e PDT com PT, que resultou na definição dos nomes que irão presidir a “Casa do Povo” durante os quatros anos.

Em razão deste, o vereador Marcos Silveira, que concordou com a proposta dos partidos de situação embora sua sigla  seja em tese de oposição, comandou em 2017, Odivaldo Bonetti agora em 2018 e assim Casagrande em 2019. Ficando 2020 para o também do PP, “Zé Bis”.

Consultado pelo Blog, Marquinhos afirmou, “Da minha parte sim. Acordo não se discute. Independentemente de qualquer coisa”.

“Fiel da balança”, na questão, Marquinhos ao ser perguntado sobre o seu futuro admitiu que recebeu propostas para a filiação de outros partidos, mas nenhuma foi analisada. E reiterou que a maior possibilidade é de deixar a vida pública no final do atual mandato. Ainda confirmando que continua trabalhando para constituir um sucessor.

 

Áudio / Política

Bonetinho sai em defesa dos vereadores de oposição que reclamaram do prefeito

Ao usarem a tribuna na noite de ontem, os vereadores de oposição reclamaram do prefeito do Urussanga, por terem sido citados pelo mesmo em entrevista concedida na Rádio Marconi no dia seguinte a aprovação do projeto referente ao financiamento, quando o gestor lembrou o nome de cada um afirmando que esses não ajudam a cidade.

Ao protestarem em meio aos habituais apartes os integrantes do MDB, PT e PSD, lembraram do valor repassado através de emendas parlamentares que totalizou mais de R$ 800 mil, o qual o gestor municipal vem usando na área da saúde, montante que segundo os vereadores foi obtido com o empenho dos mesmos junto aos deputados, mas que sobre isso não são lembrados e relacionados.

No mesmo momento quando o “Zera Fila” também era destacado naquele plenário vieram as criticas ao fato da administração ter colocado fotos nas redes sociais dos supostos atendidos com exames, o que na opinião desses legisladores é humilhante.

Ainda com relação a atitude do prefeito, ao final da sessão nas considerações pessoais, o presidente da casa, Odivaldo Bonetti que é da situação, saiu em defesa dos reclamantes (áudio), afirmando que cobrou do cehfe do executivo mesmo já no dia da entrevista, o respeito a posição dos vereadores que constituem um poder independente.

Economia / Política

“Regime de Urgência” para a tramitação do projeto referente ao empréstimo de R$ 14 milhões é obstruído na Câmara

Na casa legislativa de Urussanga onde já a algum tempo vem ocorrendo mau entendidos no que refere as votações de “Regime de Urgência”, ou seja, a forma que irá tramitar, e dos próprios projetos, esses dois expedientes totalmente distintos, nesta terça-feira houve a obstrução quando da votação do “regime”, solicitado para o projeto de autoria do executivo, que busca autorização para a contratação de um empréstimo de aproximadamente R$ 14 milhões.

Os membros das bancadas do PP e PDT, insistiram para que os edis votassem a favor do “regime”, justificando que o prefeito municipal não havia procurado os vereadores para detalhar a destinação do montante, porque não tinha até então recebido a confirmação da Caixa Econômica Federal, e reiteraram a questão do prazo.

Mas não adiantou, dois vereadores do MBD, Elson Roberto Ramos e Vanir Zuleima Mazzucco Cacciatori além dos eleitos pelo PSD, Jair Nandi e PT, Marcos Silveira, ausentaram no plenário, gerando assim a obstrução.

Os citados, em suas argumentações para posicionamento, solicitaram todas as informações a respeito do referido empréstimo, o qual já se sabe terá carência de dois anos e começará ser pago pelo próximo prefeito.

Alguns dos vereadores também questionaram o fato do chefe do executivo principalmente em entrevistas afirmar que tem consideráveis valores em caixa.

Segundo o presidente da mesa, Odivaldo Bonetti, o prefeito nesta quarta-feira (10), viajaria para Brasília, mas ainda está semana deve reunir-se com os legisladores para explanar sobre o pretendido financiamento.

Vanderlei Marcirio “Deco”, não acompanhou os demais do MDB na obstrução.

Política

Pesquisa Ibope: Bolsonaro sobe 4 pontos vai a 31% e rejeição de Haddad da um salto

A menos de uma semana das eleições 2018, o candidato a presidente Jair Bolsonaro (PSL) subiu quatro pontos porcentuais e chegou a 31% de intenção de votos, seu patamar mais alto desde o início da série de pesquisas Ibope/Estado/TV Globo. Em segundo lugar, o petista Fernando Haddad se manteve com os 21% registrados no levantamento anterior, divulgado no dia 26.

A seguir aparecem Ciro Gomes (PDT), que oscilou de 12% para 11%, e Geraldo Alckmin (PSDB), que manteve seus 8%. Marina Silva (Rede) passou de 6% para 4%, sua taxa mais baixa desde o início da campanha.

No universo dos votos totais, a vantagem de Bolsonaro sobre Haddad aumentou de 6 pontos porcentuais para 10 em cinco dias. Quando se considera apenas os votos válidos, ou seja, sem contar os brancos e nulos, o candidato do PSL lidera por 38% a 25%.

Na simulação de segundo turno entre os candidatos do PSL e do PT, há um empate: ambos com 42%. Na pesquisa anterior, Haddad tinha 42% e Bolsonaro, 38% – um empate no limite da margem de erro, de dois pontos porcentuais para mais ou para menos.

No quesito rejeição, o candidato do PSL segue líder, com 44%. Mas a quantidade de eleitores que não admitem votar em Haddad de jeito nenhum deu um salto, passando de 27% para 38%.

O Ibope ouviu 3.010 eleitores, em 208 municípios, entre os dias 29 e 30 de setembro. A margem de erro máxima é de dois pontos porcentuais, e o nível de confiança, de 95%. Isso quer dizer que há probabilidade de 95% de os atuais resultados retratarem o atual quadro eleitoral, considerando a margem de erro. O levantamento foi registrado no Tribunal Superior Eleitoral sob o protocolo BR–08650/2018.