Blog do Paulo Matias

Posts tagged pp

Política

PP de Cocal do Sul realiza ato solidário em prol de famílias do município

A Comissão Executiva Municipal dos Progressistas de Cocal do Sul realizou, no dia 19, um encontro de avaliação dos trabalhos realizados em 2018. A reunião foi conduzida pelo presidente do Partido Progressista, Antonio Rebelo e contou com a presença do prefeito Ademir Magagnin e presidente da Juventude Progressista, Lucas Formentin.

Na oportunidade, Rebelo fez uma avaliação positiva das ações desenvolvidas, principalmente pela Administração Municipal. O prefeito Ademir se mostrou satisfeito em relação aos resultados e salientou que muitos projetos que estão em andamento serão concretizados nos próximos dois anos e serão de grande expectativa e benefício à população. “Tudo está sendo realizado com determinação, transparência, clareza e sempre pensando na qualidade de vida das nossas famílias”, disse Magagnin.

Durante o encontro também foi detalhada a última ação do ano que será realizada pelo partido. “Nós optamos em não fazer a confraternização com os filiados, simpatizantes e diretorianos. Idealizada pela Juventude Progressista, estamos organizando uma ação beneficente e buscando recursos para doação de cestas básicas e doces para as crianças do município. Entendemos que política se faz com ação social e esse é um dos nossos objetivos. Em nome do Partido progressista desejamos desde já um feliz e santo Natal a todas as famílias do município”, finaliza o presidente.

Política

Angela Mello perde cadeira na Câmara. Quem assume é “Paiol”

O Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina decidiu nesta tarde de segunda-feira, em rápida sessão do pleno, que o mandato do ex-vereador de Criciúma, Daniel Freitas, que renunciou em março, é do partido e não da coligação.

Quando Daniel renunciou, a Câmara convocou Angela Mello, a qual do PP e migrou para o MDB no final de 2017, e era a primeira suplente da coligação. Os dois partidos faziam parte da mesma coligação em 2016.

O PP solicitou a vaga para Edson do Nascimento “Paiol”, primeiro suplente progressista, já que Angela também trocou de partido, assim como Daniel Freitas. O plenário do TER confirmou hoje o argumento do PP e ordenará a posse de “Paiol” à Câmara de Vereadores.

O presidente da Câmara, vereador Julio Cezar Colombo (PSB), destacou que assim que for notificado, encaminhará a decisão judicial e dará posse à “Paiol”.

Política

Casagrande deve ser confirmado como presidente da Câmara para 2019

Na eleição que acontece em 18 de dezembro, quando da última sessão legislativa de 2018, para a escolha da mesa diretora que irá comandar os trabalhos no ano que vem, o vereador Gilson Casagrande (PP) deve ser confirmado como presidente da Câmara.

Isso porque no início desta legislatura foi firmado um acordo por parte do PP e PDT com PT, que resultou na definição dos nomes que irão presidir a “Casa do Povo” durante os quatros anos.

Em razão deste, o vereador Marcos Silveira, que concordou com a proposta dos partidos de situação embora sua sigla  seja em tese de oposição, comandou em 2017, Odivaldo Bonetti agora em 2018 e assim Casagrande em 2019. Ficando 2020 para o também do PP, “Zé Bis”.

Consultado pelo Blog, Marquinhos afirmou, “Da minha parte sim. Acordo não se discute. Independentemente de qualquer coisa”.

“Fiel da balança”, na questão, Marquinhos ao ser perguntado sobre o seu futuro admitiu que recebeu propostas para a filiação de outros partidos, mas nenhuma foi analisada. E reiterou que a maior possibilidade é de deixar a vida pública no final do atual mandato. Ainda confirmando que continua trabalhando para constituir um sucessor.

 

Opinião / Política

Partidos tradicionais de Santa Catarina já tratam das mudanças de comando

Razões para a ação inegavelmente todos tem, desde o MDB, o qual deixará de ser presidido por Mauro Mariani, que já sinalizou sua saída do comando, esse que pode voltar para Eduardo Moreira, o qual demonstra interesse.

No PSDB, o atual presidente e ainda deputado Marcos Vieira, não mostra a mesma vontade de deixar o cargo, mas a movimentação no sentido de um novo nome já acontece desde o primeiro turno, quando o partido encolheu, e a deputada da região Sul, Geovania de Sá é bem cotada, até porque foi a única sobrevivente a “tsunami”, com direito a ampliação na votação.

O PP por sua vez, que errou a mão na coligação e ficará pela quinta gestão fora do governo do estado, deve ainda assim contar com um embate para essa definição, onde Jorge Boeira, que declinou de concorrer a reeleição pode apresentar-se, e assim ter que tratar com o posicionamento de outros líderes.

E o PSD, que através do seu candidato que nunca foi de consenso internamente protagonizou a maior derrota do estado na disputa pelo governo, Gelson Merisio deve deixar a presidência, e sobre essa se fala do nome de Júlio Garcia, dissidente do vencido postulante ao cargo de governador e deputado mais bem votado da sigla.

As eleições de 2018, marcam o momento histórico em Santa Catarina em que as presidências dos quatro partidos que buscaram manter a polarização, sem citar a posição de coadjuvante do DEM, no pleito recente, ao mesmo devem substituídas, impactadas pelo fenômeno 17. Ou melhor, pela decisão do eleitor.

Política

Ouça: Casagrande, líder do governo faz duras críticas ao trabalho do secretário de obras

O vereador Gilson Casagrande, líder do governo na Câmara Municipal de Urussanga, que até então usava a tribuna para apresentar as ações da secretaria de obras e elogia-las, surpreendeu nesta noite de terça-feira, e demostrando verdadeira indignação por não ser atendido em seus pleitos, os quais segundo o mesmo lhe chegam por munícipes, principalmente no recente período em que visitou urussanguenses em campanha para um deputado, e pediu urgente mudança na atuação da citada pasta.

Política

Votação de Daniel Freitas como deputado federal em Urussanga impressiona. PP e MDB não ficam entre os três mais bem votados

O ex-vereador de Criciúma, que em uma iniciativa considerada ousada na época, optou por trocar de partido filiando-se ao PSL, o que resultou na perda da cadeira no legislativo, obteve uma votação ao cargo de deputado federal em Urussanga que impressionou (2.720)

Empresários a exemplo de Frederico Zanette “Fred”, além de lideranças ligadas a diferentes siglas locais, mas principalmente do PP, empenharam-se na campanha do mesmo, o qual também foi beneficiado com o fenômeno 17, do presidenciável Jair Bolsonaro.

Os segundos colocados, Geovania de Sá do PSDB (1.103) e Ricardo Guidi eleito pelo PSD (1.010), não são dos partidos que polarizam a política na cidade.

Política / Vídeo

Prefeito de Urussanga declara apoio a Merisio e Comin

Satisfeitos com a decisão da aliança “Aqui é trabalho” de realizar um encontro macrorregional nesta noite de quinta-feira (27), em Urussanga, o prefeito municipal, Gustavo Cancellier (PP) e o vice Decio Silva (PDT), esse coordenador da campanha do candidato deputado estadual, Rodrigo Minotto, foram os anfitriões do evento.

Gustavo por sua vez, ao fazer uso da palavra declarou apoio irrestrito para candidato ao governo do estado Gelson Merisio, acrescentando inclusive que por confiar na decisão do mesmo de anunciar que seu candidato à presidência é Jair Bolsonaro (PSL), como principal liderança do PP local a partir de agora deixa claro igual posicionamento.

Em ato continuo, lembrando a antiga frase “gato que fica em cima do muro leva tijolada”, Gustavo pediu desculpas aos candidatos a deputado estadual dos partidos que compõem a aliança e estavam presentes, bem como a todos que em razão de suas agendas neste período não compareceram, e afirmou que ele e seus liderados são apoiadores de postulante à reeleição Valmir Comin.

Política

PP de Urussanga estabelece ação de campanha e oficializa filiações em reunião

No início desta semana o Partido Progressista local, reuniu sua diretoria para a definir as ações de campanha da eleição de outubro.

Segundo o presidente interino Jaderson Roque, foi comunicado na oportunidade o apoio com base nos acordos firmados pelo diretório e o prefeito para candidatos a deputado estadual e federal, bem como para a aliança “Aqui é Trabalho”.

As ações que incluem reuniões nos bairros para contatar os eleitores, entregar material de campanha e fazer com os correligionários saibam como a sigla está posicionada, também foram definidas na reunião, esclareceu Jaderson.

Filiações também foram oficializadas, e o representante do partido apresentou os nomes que são: Aleckssandra Maccari Rodrigues, Cacilda Bez Fontana, Cristiane Mottini Freccia, Janea Aparecida da Silva Possamai, Rosilene Aparecida Matos. Além de Aleksander Possamai e André Possamai, estes que assinaram ficha em outra oportunidade.

 

Política

Ramiris vai coordenar a campanha de Leodegar Tiscoski

O empresário Ramiris Fontanella vai coordenar na região da AMREC, a campanha do candidato a deputado federal Leodegar Tiscoski do PP, partido que integra a aliança liderada pelo candidato a governador Gelson Merisio do PSD.

Definindo o convite como inesperado, Ramiris praticamente se afastou da política, desde que foi vice-prefeito de Lauro Muller, afirmou, “o que realmente me faz aceitar o desafio é saber que em um país onde a corrupção aconteceu no setor de infraestrutura, em construção de rodovias, portos, aeroportos, e em qualquer obra desse país, um cidadão que cuidou diretamente deste setor por sei lá,  30 anos de sua vida,  não ter se quer um processo de improbidade, de irregularidade, não ter o nome citado em nenhuma delação de Odebrecht, JBS ou qualquer outra empreiteira, e nunca figurar na lista juiz Sergio Mouro, e porque poucos a exemplo de Tiscoski saíram ilesos desses escândalos e safadezas de políticos corruptos. E ainda por também me convencer que é importante eleger candidatos que já foram testados, para somar ainda mais nesse novo Brasil que vamos construir todos juntos.”

Leodegar que terá 70 anos em 7 de outubro, já foi deputado Estadual, Federal, Secretário de estado da Casa Civil e da Infraestrutura, e aceitou concorrer ao cargo após a desistência de buscar a reeleição por parte Jorge Boeira.