Blog do Paulo Matias

Posts tagged pp

Política

PP leva Sangaletti para reunião da executiva

O encontro mensal dos pepistas locais realizado na noite desta segunda-feira (11), contou com a presença de um ente político recentemente noticiado que atualmente está sem partido. O ex-vereador eleito pelo MDB e ex-secretário municipal na administração anterior, Jucemar Sangaletti.

Segundo os anfitriões o convite se deu após decisão unanime da própria executiva em traze-lo para essa conversa por saberem que o mesmo se desfiliou e a fim de lhe perguntarem sobre seus projetos futuros na política.

Sangaletti confirmou na oportunidade que está fora do MDB sem possibilidade de volta, mas que no momento não pretende se filiar em nenhum um outro partido.

Política

Eduardo Guollo assume o Executivo de Morro da Fumaça

A boa relação entre o prefeito de Morro da Fumaça, Noi Coral e o vice, Eduardo Sartor Guollo, ambos do PP, foi comprovada mais uma vez na manhã desta segunda-feira (04), com a transmissão de cargo. O vice ficará no comando do Governo Municipal de forma interina pelos próximos 15 dias, período em que Coral estará licenciado para tratar de assuntos particulares.

Durante a transmissão, Guollo ressaltou que acompanha os andamentos dos trabalhos diariamente, o que não torna a tarefa complicada. “Eu e o prefeito Noi temos conversas praticamente todos os dias, além disso, mantemos contato frequente com as secretarias, sempre acompanhando os trabalhos. Neste período de 15 dias, daremos continuidade às ações que já vêm sendo desempenhadas” enfatiza o prefeito interino acrescentando que hoje o prefeito Noi Coral é um exemplo de administrador a ser seguido. “Ele é o nosso espelho, sinônimo de seriedade na administração pública. Possuímos uma equipe competente que se esforça a cada dia para a melhoria da cidade. O dia que deixarmos a prefeitura, precisamos sair com a consciência de que fizemos o melhor pela cidade”, conclui.

O ato de transmissão foi simples, no próprio gabinete do prefeito e acompanhado pelos secretários, pelo presidente do Legislativo, Tiago Minatto, do MDB, além dos vereadores Antonio De Luca e Jerson Maragno, ambos do PP. Esta é a segunda vez que Guollo fica à frente do Governo Municipal, já que assumiu pelo mesmo período no início do ano passado.

Noi Coral destacou a confiança que tem no vice. “Confio 100% no Eduardo. Estamos sempre trabalhamos unidos, um respeitando o outro e assim continuará sendo. Pelos próximos dias, ele acompanhará as muitas obras em andamento em Morro da Fumaça, além de dar encaminhamento à outras ações”, cita.

Política

Omero De Bona permanece como assessor do PP

O ex-vereador com seis mandatos no currículo, Omero De Bona, o qual ao longo desses eternizou frases na tribuna do legislativo local, como, “uma cousa é uma cousa, outra outra coisa é outra cousa”.

Que era chamado carinhosamente na Casa do Povo, também como “Bom Velinho”, ou lembrado pelo agora senador Espiridião Amin, repetidamente como o “Bona”, permanecerá como assessor parlamentar da bancada do PP, na Câmara de Urussanga.

Mudanças foram cogitadas, mas o indicado pelo na época presidente da mesa, Odivaldo Bonetti “Bonettinho”, continuará no cargo.

Política

Sérgio Maccari Junior pode assumir cargo na Administração Municipal

O ex-presidente do PP, Sérgio Luiz Maccari Junior “Possante”, pode integrar o quadro do executivo de Urussanga.

Já desligado da empresa em que trabalhava, “Serginho”, que pela sua formação como Engenheiro Ambiental, é visto como um possível nome para assumir a Fundação Ambiental Municipal de Urussanga (FAMU). E associado também a possibilidade ocupar um outro cargo no Paço Municipal.

Ao Blog, Maccari respondeu, “no momento, pretendo ficar alguns meses voltado a cuidar da minha saúde e de algumas questões pessoais. Profissionalmente, pretendo avaliar novas oportunidades, a partir de março ou abril. Por ora, nos próximos dias, nada em vista”

Áudio / Economia / Política

Ouça: “Fortaleceremos as Associações de Municípios”, diz Ponticelli

Eleito para o comando da Federação Catarinense de Municípios (FECAM) na gestão 2019/2020, o prefeito de Tubarão, Joares Ponticelli (PP), assume com a missão de manter a defesa por um novo Pacto Federativo, identificar e disseminar as boas práticas das prefeituras catarinenses e focar no fortalecimento das Associações de Municípios e da organização municipalista no processo de desenvolvimento de Santa Catarina.

O ato de posse ocorreu nesta terça-feira (15), em cerimônia prestigiada, com a presença do governador, Carlos Moisés, da vice-governadora, Daniela Reinehr, representantes dos três poderes, Executivo, Legislativo, Judiciário, secretários de Estado, presidentes e diretores de entidades, universidades, parlamentares eleitos e em atividade, prefeitos, empresários, e demais lideranças. Durante a solenidade também foi assinado termo de cooperação técnica, entre a FECAM e a FIESC, para o desenvolvimento dos municípios e regiões de Santa Catarina em regime de parceria.

Joares Ponticelli, fala sobre as prioridades ao assumir a entidade para a gestão 2019/20.

Publicação

Angela Amin exerce prioridade em sorteio de gabinetes por ser cônjuge de ex-parlamentar

A deputada federal eleita Angela Amin foi a única entre os 16 ocupantes das cadeiras de Santa Catarina na Câmara dos Deputados a pedir prioridade no sorteio dos gabinetes por ser “cônjuge, pai, filho ou irmão de titular não reeleito da legislatura atual”.

Esperidião Amin (PP), marido dela, foi eleito para o Senado. Ao todo, 21 novos parlamentares fizeram o mesmo pedido de prioridade. No sorteio, Angela ficou com o gabinete 252 do anexo IV, ocupado nos últimos quatro anos pelo deputado federal Rodrigo Garcia (DEM-SP), eleito em outubro vice-governador de São Paulo.

Política

Infidelidade partidária pode resultar em penalidades para vereador do PP de Cocal do Sul

Após reunião extraordinária realizada na noite de quarta-feira (19), o presidente do Partido Progressistas de Cocal do Sul, Antônio Rebelo Ricardo determinou a abertura de processo administrativo interno para avaliar o desvio de conduta ética e moral do vereador do PP, Moisés dos Santos.

Conforme o presidente, a abertura do processo é justificada pela prática de infidelidade partidária do vereador decorrente dos fatos ocorridos na última sessão ordinária da Câmara Municipal de Vereadores que elegeu a mesa diretora para o ano de 2019.

“A comissão de ética do PP irá avaliar a situação e emitir um parecer sobre o caso, que, de acordo com o estatuto do partido poderá levar a sua suspensão temporária e na pior das hipóteses, a expulsão com cancelamento de filiação partidária e cassação do seu mandado como vereador municipal”, relata Antônio.

Política

PP de Cocal do Sul realiza ato solidário em prol de famílias do município

A Comissão Executiva Municipal dos Progressistas de Cocal do Sul realizou, no dia 19, um encontro de avaliação dos trabalhos realizados em 2018. A reunião foi conduzida pelo presidente do Partido Progressista, Antonio Rebelo e contou com a presença do prefeito Ademir Magagnin e presidente da Juventude Progressista, Lucas Formentin.

Na oportunidade, Rebelo fez uma avaliação positiva das ações desenvolvidas, principalmente pela Administração Municipal. O prefeito Ademir se mostrou satisfeito em relação aos resultados e salientou que muitos projetos que estão em andamento serão concretizados nos próximos dois anos e serão de grande expectativa e benefício à população. “Tudo está sendo realizado com determinação, transparência, clareza e sempre pensando na qualidade de vida das nossas famílias”, disse Magagnin.

Durante o encontro também foi detalhada a última ação do ano que será realizada pelo partido. “Nós optamos em não fazer a confraternização com os filiados, simpatizantes e diretorianos. Idealizada pela Juventude Progressista, estamos organizando uma ação beneficente e buscando recursos para doação de cestas básicas e doces para as crianças do município. Entendemos que política se faz com ação social e esse é um dos nossos objetivos. Em nome do Partido progressista desejamos desde já um feliz e santo Natal a todas as famílias do município”, finaliza o presidente.

Política

Angela Mello perde cadeira na Câmara. Quem assume é “Paiol”

O Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina decidiu nesta tarde de segunda-feira, em rápida sessão do pleno, que o mandato do ex-vereador de Criciúma, Daniel Freitas, que renunciou em março, é do partido e não da coligação.

Quando Daniel renunciou, a Câmara convocou Angela Mello, a qual do PP e migrou para o MDB no final de 2017, e era a primeira suplente da coligação. Os dois partidos faziam parte da mesma coligação em 2016.

O PP solicitou a vaga para Edson do Nascimento “Paiol”, primeiro suplente progressista, já que Angela também trocou de partido, assim como Daniel Freitas. O plenário do TER confirmou hoje o argumento do PP e ordenará a posse de “Paiol” à Câmara de Vereadores.

O presidente da Câmara, vereador Julio Cezar Colombo (PSB), destacou que assim que for notificado, encaminhará a decisão judicial e dará posse à “Paiol”.

Política

Casagrande deve ser confirmado como presidente da Câmara para 2019

Na eleição que acontece em 18 de dezembro, quando da última sessão legislativa de 2018, para a escolha da mesa diretora que irá comandar os trabalhos no ano que vem, o vereador Gilson Casagrande (PP) deve ser confirmado como presidente da Câmara.

Isso porque no início desta legislatura foi firmado um acordo por parte do PP e PDT com PT, que resultou na definição dos nomes que irão presidir a “Casa do Povo” durante os quatros anos.

Em razão deste, o vereador Marcos Silveira, que concordou com a proposta dos partidos de situação embora sua sigla  seja em tese de oposição, comandou em 2017, Odivaldo Bonetti agora em 2018 e assim Casagrande em 2019. Ficando 2020 para o também do PP, “Zé Bis”.

Consultado pelo Blog, Marquinhos afirmou, “Da minha parte sim. Acordo não se discute. Independentemente de qualquer coisa”.

“Fiel da balança”, na questão, Marquinhos ao ser perguntado sobre o seu futuro admitiu que recebeu propostas para a filiação de outros partidos, mas nenhuma foi analisada. E reiterou que a maior possibilidade é de deixar a vida pública no final do atual mandato. Ainda confirmando que continua trabalhando para constituir um sucessor.