Blog do Paulo Matias

Posts tagged pavimentação

Cultura / Economia / Política / Turismo

Pavimentação do acesso à Barragem do Rio São Bento tem mais uma etapa concluída

As obras de pavimentação do acesso à Barragem do Rio São Bento, SID 159, em Siderópolis, tiveram mais uma etapa concluída. A empresa vencedora da licitação já fez a imprimação e a pintura de ligação, trabalhos que antecedem a colocação da capa asfáltica. Ainda de acordo com a empresa, a pavimentação deve ser concluída nas próximas semanas.

Nessa etapa estão sendo pavimentados quase quatro quilômetros até a localidade de Rio Jordão Alto, passando pela cachoeira do Bianchini. A obra é uma parceria entre o Governo de Siderópolis, por meio de recursos físicos e financeiros com investimento de R$ 2,5 milhões, e o Governo do Estado, por meio da Casan, que está investindo R$ 1,5 milhão.

“Acompanhamos de perto a execução da obra para que tudo seja feito conforme o previsto em contrato. A rodovia tem bastante movimento, já que é utilizada para escoamento da produção agrícola e também por moradores e visitantes, que se encantam com as belezas daquela região”, destacou o prefeito Hélio Cesa “Alemão”, ao lado do vice-prefeito, Xande Feltrin, acrescentando que o objetivo é pavimentar todo o acesso.

Economia / Política

Magagnin pede ao Governador Moisés para que pavimentação da SC-442 seja concluída

O prefeito de Cocal do Sul, Ademir Magagnin participou nesta segunda-feira (11), da reunião com o Governador de Santa Catarina, Carlos Moisés da Silva juntamente com um seleto grupo de lideranças do Sul. O Governador foi recebido na prefeitura de Criciúma pelo prefeito Clésio Salvaro.

Na oportunidade, Magagnin fez um apelo para que o Governador conclua a pavimentação da SC- 442, que liga Cocal do Sul a Estação Cocal/Morro da Fumaça.

“Esta é uma obra de grande importância para a nossa região onde temos uma situação pendente. A maior parte da pavimentação está concluída, faltando menos de um quilômetro no trecho de acesso à empresa Eliane Revestimentos Cerâmicos, em Cocal do Sul e outros três quilômetros devido ao impasse no traçado da rodovia que hoje faz com que o tráfego de veículos pesados passe pela área central do Distrito de Estação Cocal, em Morro da Fumaça, problema que se resolveria com a construção de um viaduto, por exemplo. Nosso pedido é para que esse projeto seja cumprido na sua integralidade para toda a região”, explicou Magagnin.

O prefeito Magagnin fez a entrega em mãos do ofício em nome do município e da classe empresarial ao Governador Moisés que se comprometeu em avaliar a situação.

Sem categoria

Obra da Orcy Silva deve ser reiniciada

A administração municipal de Urussanga, informou sobre a obra tão cobrada na Câmara de Vereadores, a pavimentação da Rua Orcy Silva, que seguindo a linha da atual gestão de garantir a continuidade das obras, o contrato com a empresa vencedora da licitação foi rompido. Um novo orçamento foi aprovado pela Caixa Econômica Federal e com isso um novo processo de licitação foi realizado.

Ainda segundo o executivo, já foi eleita uma nova a empresa vencedora, e a expectativa é que nos próximos dias, seguindo somente os prazos dos trâmites burocráticos da licitação a obra seja reiniciada.

Economia / Política

Magagnin reúne prefeitos Clésio Salvaro e Noi Coral para viabilizar pavimentação da estrada de Linha Cabral

Um encontro solicitado pelo prefeito de Cocal do Sul, Ademir Magagnin reuniu os prefeitos de Criciúma, Clésio Salvaro e de Morro da Fumaça, Noi Coral para tratar sobre a pavimentação dos trechos que compreendem os três municípios, na localidade de Linha Cabral. A reunião aconteceu nesta segunda-feira (07), na prefeitura de Criciúma.

“Nesta quarta-feira, 9, nós entregaremos a ordem de serviço à JR Construções e Terraplenagem LDTA, empresa ganhadora da licitação. Ela irá pavimentar o trecho que compreende Cocal do Sul de aproximadamente 2 quilômetros. A via é de interesse dos três municípios, pois trará desenvolvimento econômico para a região e qualidade de vida aos moradores desta localidade. Os prefeitos de Criciúma e Morro da Fumaça se mostraram engajados nesta obra e esperamos que todos possam fazer a sua parte e, desta forma, entregarmos o quanto antes esta importante obra”, destaca o prefeito Magagnin.

Cocal do Sul fará um investimento de mais de R$ 2,3 milhões. A empresa possui o prazo de nove meses para a conclusão do trecho. A extensão pertencente a Morro da Fumaça é de aproximadamente 1,6 mil metros e de Criciúma, 600 metros.

 

Economia

Camada asfáltica começa a ser aplicada na pavimentação da Palmeira do Meio

Teve inicio nesta segunda-feira (17), a aplicação da primeira camada de asfalto na pavimentação realizada pela prefeitura municipal na localidade de Palmeira do Meio.

A primeira obra de pavimentação realizada após a compra da usina de asfalto pelo município, com 1,3 quilômetros a Rodovia Antônio Fornasa, com saída da SC-108, foi orçada em R$ 800 mil e está sendo executada com recursos próprios.

Segundo o secretário municipal de obras, Emerson Jeremias, em aproximadamente dez dias essa etapa será concluída e o compromisso feito com a comunidade de entrega até o final do ano será cumprido.

Ainda segundo Jeremias, já licitada, somente a pintura ocorrerá em janeiro, para que a obra possa ser entregue.

Economia / Política

Concluída primeira fase da obra que liga Siderópolis e Criciúma por Alto Rio Maina

A pavimentação dos 452 metros, que são de responsabilidade do município de Siderópolis para a ligação entre Alto Rio Maina Poço 1, em Criciúma, já está com a sua primeira fase concluída. A segunda etapa, que é a colocação da capa asfáltica, será feita pelo município de Criciúma, que tem cerca de 1,5 quilômetro em seu território. O investimento em conjunto será de aproximadamente R$ 1,2 milhão.

“Essa parceria é possível porque temos objetivos em comum, que é proporcionar qualidade de vida aos moradores, otimizando os gastos públicos e fazendo muito mais com menos”, destacou o prefeito Hélio Cesa, acrescentando que “Siderópolis fez a colocação da base e Criciúma colocará a capa asfáltica”.

O prefeito Clésio Salvaro também enfatizou a parceria e disse que outras pavimentações devem ser feitas da mesma forma na região. “Enquanto Siderópolis possui um britador, Criciúma possui usina asfáltica, o que facilita e agiliza obras de pavimentação como a que será feita em Alto Rio Maina e Poço 1”, afirmou o prefeito.

Economia / Política

11 quilômetros de ruas receberão pavimentação em Morro da Fumaça através de financiamento

Serão mais de 50 ruas em 12 bairros. Esta será a realidade de Morro da Fumaça com a aplicação de mais de R$ 5 milhões por meio do Programa Financiamento à Infraestrutura e ao Saneamento (Finisa).

O contrato com a Caixa Econômica Federal (CEF) foi assinado pelo prefeito Noi Coral nesta sexta-feira (30). Ao todo, são 11,8 quilômetros de ruas a serem pavimentadas.

A melhoria da infraestrutura da cidade é uma das principais metas do Governo Municipal e já demonstra resultados.

“A partir da assinatura deste contrato Morro da Fumaça passa a ter uma nova realidade, já que muitas pessoas serão beneficiadas com estas pavimentações. Teremos menos poeira, menos buracos e ainda iremos economizar com a manutenção das estradas de chão”, enfatiza o prefeito Noi Coral, acrescentando que o financiamento só é possível porque o Município tem capacidade de endividamento e pagamento. “Este é um grande momento para Morro da Fumaça e principalmente para os fumacenses, pois através deste financiamento junto à Caixa terão melhoria na qualidade de vida. Agradeço a equipe da prefeitura que se envolveu na busca destes recursos, vencendo todas as etapas necessárias até aqui, e à Caixa por mais esta parceria”, ressalta.

Política

Orcy Silva tem novo encaminhamento

A pavimentação da rua que está entre as recordistas em termos de citações na Câmara de Vereares, junto com outras duas vias do município, tem pelos menos novas informações a respeito.

O vereador “Zé Bis” (PP), descreveu na última terça-feira, o “calvário” referente, informando que a interrupção da obra se deu porque a empresa responsável enfrentou problemas de ordem financeira. Dessa forma, a administração municipal respeitando os prazos legais notificou a mesma empresa, em três oportunidades, o que não fez com que essa retomasse os serviços. Após então, foi tomada a medida de destituir a empreiteira, e acionar a segunda colocada da licitação. No entanto, a nova empresa entendeu que orçamento estava desatualizado e que com esse montante não poderia assumir a obra e concluí-la. A administração solicitou então  a Caixa Econômica Federal a atualização dos valores considerando o que ainda falta fazer. Ainda segundo o vereador, a CEF  assim atuou e devolveu para a prefeitura esse novo cálculo, e a administração deve lançar em breve uma nova licitação para a conclusão da obra.

Depois da informação trazida pelo vereador, buscamos saber junto ao executivo quanto a prefeitura irá desembolsar para essa atualização de valores, mas até o momento não obtivemos resposta.

A ordem de serviço, da já polemica pavimentação foi entregue 18 de novembro de 2016.

Economia / Política

“O candidato ao governo da minha aliança, terá que se comprometer com a Rodovia da Imigração”, afirmou Comin

O deputado estadual proponente da Audiência Pública que acontece no dia 18 do corrente mês em Azambuja, discutiu o assunto com o presidente da Câmara de Vereadores de Urussanga, Odivaldo Bonetti e o Prefeito, Gustavo Cancellier nesta manhã.

Segundo Comin, quando da definição das alianças para a eleição de outubro, quem quer que seja o candidato a majoritária da aliança, o qual hoje considera-se que poderá sair do PSD, PP ou PSDB, será cobrado a comprometer-se com a pavimentação asfáltica da rodovia, atualmente ainda municipal, que liga Urussanga a Pedras Grandes passando pelo Distrito de Azambuja, denominada “Rodovia da Imigração”, de aproximadamente 23 km.

Estadualizar a citada abriria o caminho para a obtenção de recursos, entende o deputado que enfatizou, “O candidato ao governo da minha aliança, terá que se comprometer com a Rodovia da Imigração”

Economia / Política

Orcy Silva agora está no jurídico

A obra de pavimentação da Rua Orcy Silva, em Urussanga, que embora pequena mas de suma importância para aquele que lá residem, ainda não tem uma definição da sua continuidade e término.

A última informação é de que a empresa responsável a qual alegou dificuldades financeiras em razão da demora nos repasses da Caixa Economia Federal, por último, enviou para a prefeitura um “pedido de prorrogação”, da obra. A referida solicitação se encontra em estudo na área jurídica da administração.

Já e forte a intenção de substituição da empresa responsável pela obra, o que resultaria muito provavelmente na convocação da segunda colocada, o que implica no entanto em um processo burocrático demorado, o qual segundo interlocutores poderia levar a questão para período eleitoral que é impeditivo.