Blog do Paulo Matias

Posts tagged mdb

Economia / Política

“A cidade está suja, feia”, afirmou Deco

Na mesma noite em que a indicação de sua autoria solicitou que o executivo coloque em prática a Lei Municipal nº 2.583, que trata da limpeza e  roçadas de terrenos particulares no perímetro urbano, o vereador Vanderlei Marcirio “Deco”, ao usar a tribuna afirmou que “a cidade está suja, feia”, e que essa constatação certamente também e a primeira dos visitantes. Observando ainda que falta sinalização básica para o projeto turístico do município.

No decorrer de sua fala o vereador criticou o executivo por não convidar os vereadores para reuniões com moradores, principalmente nos bairros onde estão sendo investidos recursos conquistados pelos membros do legislativo, citando uma realizada pelo prefeito com moradores da Rua Orsi Silva no Bairro da Estação, para tratar da conclusão da pavimentação. Segundo Deco, nem mesmo o vereador Elson Roberto Ramos (MDB), responsável pela emenda parlamentar usada na obra, foi convidado.

Vanderlei Marcirio registrou também que o pacote de obras proposto pelo executivo com recursos do financiamento aprovado pelo legislativo está atrasado e sem cronograma definido, reiterando que espera do prefeito a definição das obras para que a sociedade e seus eleitores saibam onde os recursos serão investidos.

Foi com o voto do edil que o citado financiamento de R$ 14,5 milhões conseguiu aprovação na Câmara.

Economia / Política

Prejuízos com as chuvas em Urussanga, vereadores Vanir e Beto querem informações

De autoria dos vereadores do MDB, Vanir e Elson, vai a plenário nesta noite o requerimento que solicita informações por parte do executivo sobre os estragos causados com as últimas chuvas do mês de fevereiro, inclusive com relatório que aponte de onde foram ocasionados os danos que geraram mais de 4,3 milhões de prejuízos ao município. O que segundo os mesmos vereadores foi informado pela administração.

No que requerimento por um engano cometido, consta R$ 2 milhões, mas durante a sessão o líder da bancada vai apontar o valor maior acima descrito.

Política

Peninha será o novo coordenador do Fórum Parlamentar Catarinense

Rogério Peninha Mendonça (MDB), assumirá, a partir de abril, a coordenação da bancada catarinense em Brasília. A expectativa é de que ele possa usar sua proximidade com o presidente Jair Bolsonaro para destravar gargalos históricos, emperrados junto à União.

De acordo com o deputado, uma das prioridades à frente do grupo composto por 16 deputados e três senadores será o término das obras na BR-470. “Nós não temos condições de crescer sem uma rodovia decente. As justificativas vão do alto custo para o transporte rodoviário, ao número alarmante de vítimas. Não podemos mais tolerar isso. Fui diversas vezes ao Palácio do Planalto e aos Ministérios, e com isso conseguimos manter alguns recursos que seriam realocados. Mas espero que agora, com um relacionamento tão próximo ao Presidente, possamos pôr um fim nessa novela de uma vez por todas”, sentenciou.

PSL e MDB têm o maior número de representantes catarinenses em Brasília: quatro parlamentares cada. Hoje, quem está à frente do Fórum Parlamentar Catarinense, é a deputada Carmen Zanotto (PPS).

Apesar de a BR-470 ser um dos principais desafios, o próximo coordenador afirma que outras frentes devem ser alavancadas. O destaque, segundo ele, será a infraestrutura, com a manutenção e melhoria de todas as rodovias federais do estado. Ações para o desenvolvimento turístico também ganharão visibilidade. Peninha é o único catarinense a compor a Mesa Diretora da FrenTurFrente Parlamentar Mista em Defesa do Turismo.

Política

Napoleão Bernardes pede desfiliação do PSDB

O ex-prefeito de Blumenau e candidato a vice-governador ano passado, Napoleão Bernardes está deixando o partido. Em carta apresentada na noite deste domingo a lideranças tucanas municipais, ele anunciou que pretende ficar um tempo sem partido para “atualizar-me, reciclar-me e oxigenar-me nas questões pertinentes à política”.

Emparedado entre a vontade indômita do ex-senador Paulo Bauer de ser candidato a governador e a pressão de setores do partido por uma aliança que facilitasse eleição de deputados, Napoleão acabou escondido na vaga de vice de Mauro Mariani (MDB). Foi coadjuvante de um fiasco: o terceiro lugar da chapa emedebista e o quinto lugar de Bauer na disputa pelo Senado.

Napoleão garante que não pretende se filiar a outro partido no momento, mas também diz que não largará a política. Acredita que um período sabático em sua vida partidária será importante para um reposicionamento político. Opções não faltam. A maior dificuldade do agora ex-tucano será manter alguma visibilidade sem cargo e sem partido.

Maior ainda é o desafio do PSDB-SC. Sem Napoleão, o figurino de renovação cabe apenas na deputada federal Geovania de Sá. O ex-deputado federal Marco Tebaldi quer a presidência, o suplente de senador Beto Martins surge como opção de conciliação. Seja quem for o novo presidente, vai precisar saber ler o que significa a perda de uma liderança do peso de Napoleão.

Nos bastidores, há informações de que Napoleão Bernardes cancelou, inesperadamente, a filiação no PSDB, para integrar um novo grupo que pretende movimentar a política estadual em um outro partido para participar do pleito municipal de 2020 em Santa Catarina.

Política

Reunião do MDB também irá tratar do posicionamento sobre questões do município

Embora o presidente da sigla local, Vanderlei Olívio Rosso, ao confirmar a realização da reunião entre a executiva e vereadores na próxima quinta (21), tenha afirmado que o encontro será para a discussão das primeiras estratégias a exemplo de visitas nas comunidades, interlocutores relatam que na oportunidade também será tratado também do posicionamento do grupo para com algumas questões do município.

A informação veio com a repercussão da noticia sobre o fechamento da Agência do Ministério do Trabalho de Urussanga.

No que se refere a presença dos vereadores a expectativa recai sobre como o partido vai tratar da divisão na bancada da câmara e o clima estranho existente atualmente.

Entre os suplentes mesmo tendo sido citado como um possível em breve desfiliado, o ex-vereador Luiz Carlos Cardoso “Nariz”, garantiu que estará presente.

Exclusivo / Política

Comin não integra mais o gabinete do deputado Vampiro

Liderança mdbista considerada hoje um dos nomes do partido para 2020, Vanio Comin, não integra mais o gabinete do deputado estadual Luiz Fernando Vampiro.

Contatado pelo Blog, de forma atenciosa como lhe é peculiar, Comin afirmou “que tem reconhecimento, respeito e gratidão por tudo o que ele fez não só por Urussanga, mas por toda nossa região”.

Ainda lembrando que na sua opinião, Vampiro fez um excelente trabalho também como secretário de estado da infraestrutura, atendendo na oportunidade um anseio antigo de Urussanga, que foi o trecho de pavimentação asfáltica na localidade de Rio Carvão.

Mas que não existe “divida” entre ambos, embora entenda que a presença de um urussanguense no referido gabinete da Alesc pode claro contribuir no atendimento dos pleitos daqui levados.

Do ponto vista político reitera o respaldo que deputado tem por parte do MDB local, destacando que se caso ocorrer um novo convite para voltar a citada assessoria irá analisar viabilidade.

Política

Filiados ao MDB não ocuparão cargos comissionados no governo Moisés

O líder do MDB na Assembleia Legislativa, deputado Luiz Fernando Vampiro, afirmou que a bancada será “independente” em relação ao Executivo. O parlamentar citou que uma resolução aprovada na última segunda-feira dispõe sobre a não-participação do partido no Governo do Estado de Santa Catarina, vedando a presença de filiados ao MDB em cargos comissionados. “Nós seremos independentes. A reunião da executiva determinou que os cargos comissionados do Poder Executivo devem se licenciar do partido. Temos obviamente pessoas que estão lá sem qualquer tipo de gerenciamento do partido”, salientou o líder.

“Temos a responsabilidade com Santa Catarina votando a favor das matérias que julgamos necessárias e importantes para o crescimento do estado e obviamente divergindo, discordando em relação aquilo que entendemos seja um retrocesso em relação ao desenvolvimento econômico e social de Santa Catarina, que é superimportante para nós”, acrescentou Vampiro.

Ainda segundo o parlamentar, o MDB, com nove deputados, será a única sigla com dois representantes em cada comissão da Assembleia Legislativa, e terá Romildo Titon, o mais experiente do parlamento, indicado para presidir a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ). “Isso deu tranquilidade para fazer as escolhas.”

A definição dos espaços de partidos e blocos nas comissões técnicas obedece a proporcionalidade das representações da casa. Com nove deputados emedebistas, conforme o regimento interno, a maior bancada terá prerrogativa de ter dois representantes, mesmo nas comissões com sete vagas. A bancada terá presidentes em cinco comissões técnicas da casa: Comissão de Constituição e Justiça (CCJ); de Ética e Decoro; Direitos Humanos: Assuntos Municipais, e a de Legislação Participativa.

Áudio / Política

Ouça: Sangaletti comenta participação em reunião do PP e desistência da suplência na Câmara

Para que o MDB possa dar oportunidade aos suplentes de ocuparem cadeiras na Câmara, como já foi anunciado quem em março próximo a vereadora Vanir dará espaço ao empresário Amarildo De Brida que é o segundo suplente do partido, é necessário que o primeiro suplente, os já desfiliado e sem partido Sangaletti assine o documento chamado popularmente no meio de “desistência”. Exigido pela justiça eleitoral.

Política

PP leva Sangaletti para reunião da executiva

O encontro mensal dos pepistas locais realizado na noite desta segunda-feira (11), contou com a presença de um ente político recentemente noticiado que atualmente está sem partido. O ex-vereador eleito pelo MDB e ex-secretário municipal na administração anterior, Jucemar Sangaletti.

Segundo os anfitriões o convite se deu após decisão unanime da própria executiva em traze-lo para essa conversa por saberem que o mesmo se desfiliou e a fim de lhe perguntarem sobre seus projetos futuros na política.

Sangaletti confirmou na oportunidade que está fora do MDB sem possibilidade de volta, mas que no momento não pretende se filiar em nenhum um outro partido.

Cultura / Política

Deputada Paulinha (PDT) rebate críticas à roupa que usou no dia da posse

Na primeira sessão da assembleia legislativa de Santa Catarina a parlamentar comentou, “recebi muitos elogios e críticas ao meu decote, as quais aceito humildemente, fui atacada de diversas formas, até com menção de violência, vamos representar cada uma desses comentários violentos”. A ex-prefeita de Bombinhas ainda ressaltou que Santa Catarina é o quarto estado em que as mulheres são mais maltratadas.

“É preciso romper com o ciclo terrível de violência, uma pauta de homens e mulheres”, reiterou a deputada estadual.

Ada de Luca (MDB) e Ana Caroline Campagnolo (PSL) manifestaram apoio à colega.

“Sabia que Vossa Excelência faria um pronunciamento, estamos organizando a frente parlamentar contra a tortura, foi tortura, temos livre arbítrio, temos o direito de fazermos o que quisermos”, argumentou Ada.

“Uma situação triste, ofendida por diversas formas”, avaliou Ana Caroline, que criticou a vinculação, por parte da mídia, das críticas violentas ao decote à ascensão do conservadorismo. “Como se os conservadores fossem violentos”, reagiu.