Blog do Paulo Matias

Posts tagged gelsonmerisio

Opinião / Política

Partidos tradicionais de Santa Catarina já tratam das mudanças de comando

Razões para a ação inegavelmente todos tem, desde o MDB, o qual deixará de ser presidido por Mauro Mariani, que já sinalizou sua saída do comando, esse que pode voltar para Eduardo Moreira, o qual demonstra interesse.

No PSDB, o atual presidente e ainda deputado Marcos Vieira, não mostra a mesma vontade de deixar o cargo, mas a movimentação no sentido de um novo nome já acontece desde o primeiro turno, quando o partido encolheu, e a deputada da região Sul, Geovania de Sá é bem cotada, até porque foi a única sobrevivente a “tsunami”, com direito a ampliação na votação.

O PP por sua vez, que errou a mão na coligação e ficará pela quinta gestão fora do governo do estado, deve ainda assim contar com um embate para essa definição, onde Jorge Boeira, que declinou de concorrer a reeleição pode apresentar-se, e assim ter que tratar com o posicionamento de outros líderes.

E o PSD, que através do seu candidato que nunca foi de consenso internamente protagonizou a maior derrota do estado na disputa pelo governo, Gelson Merisio deve deixar a presidência, e sobre essa se fala do nome de Júlio Garcia, dissidente do vencido postulante ao cargo de governador e deputado mais bem votado da sigla.

As eleições de 2018, marcam o momento histórico em Santa Catarina em que as presidências dos quatro partidos que buscaram manter a polarização, sem citar a posição de coadjuvante do DEM, no pleito recente, ao mesmo devem substituídas, impactadas pelo fenômeno 17. Ou melhor, pela decisão do eleitor.

Política

Pesquisa Ibope: 2º turno para governador em Santa Catarina

A dois dias do segundo turno da eleição ao governo de Santa Catarina, o candidato Comandante Moisés (PSL) mantém a vantagem de 16 pontos percentuais sobre Gelson Merisio (PSD).

Isso é o que mostra a última pesquisa Ibope desta etapa final da disputa, contratada pela NSC Comunicação.

O levantamento foi realizado entre 24 e 26 de outubro e tem margem de erro máxima de três pontos percentuais para mais ou para menos.

Na pesquisa estimulada, Moisés foi citado por 52% dos entrevistados, enquanto Merisio foi a escolha de 36%. Brancos e nulos somam 9% e outros 3% estão indecisos.

Levando em conta apenas os votos válidos, quando são excluídos os brancos, nulos e indecisos, o candidato do PSL tem 59% contra 41% do concorrente do PSD.

O índice é o mesmo da pesquisa Ibope divulgada em 19 de outubro. Os votos válidos são os que os tribunais eleitorais consideram para os resultados oficiais da votação.

Política

Fora do debate, Moisés tentou barrar entrevista de Merisio

Impossibilitado por questões médicas de participar do último debate deste segundo turno, na noite desta quinta-feira, na NSC TV, o candidato ao governo do Estado, comandante Moisés (PSL), tentou barrar na Justiça a entrevista de 20 minutos com o seu adversário, Gelson Merisio (PSD).

Pelas regras do programa, assinado em comum acordo entre os representantes das duas campanhas durante reunião prévia, caso um dos dois não pudesse ir ao debate, o outro candidato seria entrevistado pelo tempo estabelecido. A alegação dos advogados do comandante foi de que a situação causaria “uma desigualdade sem tamanho entre os dois postulantes ao cargo de governador”. Eles também apresentaram a justificativa das complicações de saúde para a ausência de Moisés.

O pedido da equipe à Justiça foi apresentado às 20h05min, cerca de duas horas antes do início do programa. No entanto, às 21h04min, o juiz Antonio Fernando Schenkel do Amaral e Silva negou a liminar e a entrevista foi mantida. No entendimento do magistrado, a decisão pela realização ou não do programa era única e exclusiva da NSC TV. Ele lembrou da resolução 23.551/2017 do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), quando se trata de “Debates”.

Pelo texto, é admitida a realização do programa sem a presença de candidato de algum partido ou coligação desde que ele tenha sido convidado com a antecedência mínima de 72 horas, o que foi feito neste caso. Com a decisão, Merisio respondeu às perguntas feitas por Mario Motta durante 20 minutos.

Política

Pesquisa: Comandante Moisés lidera com 16 pontos percentuais

Isso é o que mostra a primeira pesquisa Ibope desta etapa final da disputa, encomendada pela NSC Comunicação. O levantamento foi realizado entre 16 e 18 de outubro e tem margem de erro máxima de três pontos percentuais para mais ou para menos.

Na pesquisa estimulada, Moisés foi citado por 51% dos entrevistados, enquanto Merisio foi a escolha de 35%. Brancos e nulos somam 9% e outros 6% estão indecisos.

Levando em conta apenas os votos válidos, quando são excluídos os brancos, nulos e indecisos, o candidato do PSL tem 59% contra 41% do concorrente do PSD. Os votos válidos são os que os tribunais eleitorais consideram para os resultados oficiais da votação.

 

Política / Vídeo

Bolsonaro antecipa que não vai declarar a apoio na corrida ao governo de Santa Catarina

A primeira atitude do candidato à presidência da república pelo PSL, Jair Bolsonaro, voltada para Santa Catarina, seguiu a linha de raciocínio apresentada pelo mesmo até aqui, a que prioriza sua eleição.

Depois de obter em Santa Catarina mais expressiva votação (65,82%) entre as unidades da federação (65,82%), Bolsonaro afirmou em entrevista na Rádio Jovem Pam nesta manhã que embora tenha o candidato do seu partido na disputa de segundo turno, não vai declarar apoio a ninguém, porque poderia assim prejudicar sua candidatura.

No próximo dia 28, Gelson Merisio do PSD e Comandante Moises do PSL disputarão o cargo de governador.

Merisio por sua vez, anunciou antes da eleição de primeiro turno que seu voto seria de Bolsonaro, na época o presidente o partido em Santa Catarina, Lucas Esmeraldino, chegou a divulgar um vídeo com o filho de Bolsonaro fazendo críticas a manifestação do candidato da coligação “Aqui é Trabalho”.

Com a declaração de hoje o candidato a presidência reconhece o cálculo obvio que mostra como sua votação foi constituída. Com os eleitores de Merisio (31,12%), somados aos do Comandante Moisés (29,72%) e mais aproximadamente (6%), de outros, o que justifica sua decisão mais sinaliza que qualquer um dos dois que chegaram ao segundo turno no estado Barriga Verde será bem visto caso vença a eleição, na hipótese de Bolsonaro se tornar presidente.

Política

Merisio perde em Urussanga por apenas 44 votos e Mariani decepciona

A “tsunami” 17 que foi conhecida na eleição de ontem pelos brasileiros que não estavam inteirados, chegou também a Urussanga, inclusive na escolha de governador.

O candidato da aliança “Aqui é trabalho”, Gelson Merisio que ao final ficou na primeira colocação e concorrerá no segundo turno, foi derrotado pelo Comandante Moisés (PSL) por apenas 44 votos.

Mauro Mariani, candidato do tradicional MDB recebeu uma votação muito pequena considerando a expressão do partido na cidade.

Política

Daniel Moraes provável candidato a vereador em 2020, prestigiou seu candidato no estado

O jovem empresário que faz questão de manter seus laços com comunidades do interior, filiado atualmente ao PSD de Urussanga, o qual deve ser um dos integrantes da nominata de candidatos a vereador da sigla local em 2020, fez questão prestigiar a visita de Gelson Merisio, nome da aliança “Aqui é Trabalho”, para o governo do estado.

Daniel também compartilha do mesmo pensamento com Merisio, sobre a corrida presidencial. Ambos são Bolsonaro 17.

Política / Vídeo

Assista: Merisio se compromete com o hospital de Urussanga e explica sua decisão pró Bolsonaro

No primeiro encontro da coligação “Aqui é trabalho” após o candidato a governador Gelson Merisio (PSD-55) anunciar seu voto pessoal ao presidenciável Jair Bolsonaro, Merisio e seu candidato a vice-governador, João Paulo Kleinübing (DEM) voltaram a reforçar a prioridade definida pela Segurança Pública. O encontro nessa reta final da eleição foi realizado em Urussanga, na noite desta quinta-feira (27).

Reiterando o compromisso feito pelo candidato a vice quem em seu discurso minutos antes, o qual se dirigiu ao diretor do Hospital Nossa Senhora da Conceição, Arnaldo Bez Bati, Merisio afimou, “nós teremos investimento, já assumido pelo João Paulo e nós vamos cumprir”.

Na oportunidade, Merisio também defendeu o fato de ter antecipado a posição que assumirá em um eventual segundo turno nas eleições deste ano. “Está muito nítido que nós teremos um rio que de um lado estará o PT e do outro lado estará quem ficará contra o PT. Não tem terceira opção. Por isso mesmo antecipei o movimento de uma forma muito clara, respeitando quem pensa diferente. Mas com um novo presidente, com dois ex-governador representando a função de senador, nós trataremos os recursos que hoje não vêm de Brasília para Santa Catarina”, destacou Merisio.

Política / Vídeo

Assista: Merisio anuncia apoio a Bolsonaro

O candidato ao governo do estado de Santa Catarina pela coligação “Aqui é Trabalho“, Gelson Merisio, distribuiu através da sua assessoria vídeo em que declara seu apoio ao candidato à presidência da república pelo PSL, Jair Bolsonaro.