Blog do Paulo Matias

Posts tagged fundam

Economia / Política / Turismo

Iniciada obra de pavimentação entre Siderópolis e Nova Veneza

A primeira parte da obra de pavimentação entre Siderópolis e Nova Veneza, que passa por São Martinho Alto, já iniciou. A empresa vencedora da licitação está no local realizando os trabalhos de drenagem e preparação para colocação de base e posteriormente pavimento asfáltico. Essa obra é uma parceria entre o Governo de Siderópolis e o Governo de Santa Catarina, com investimento de R$ 2,3 milhões, sendo que os recursos do Estado são oriundos do Fundo de Apoio aos Municípios (Fundam). Serão pavimentados aproximadamente 2,5 quilômetros. O Governo de Nova Veneza também será parceiro para conclusão da ligação entre os dois municípios.

Segundo o prefeito de Siderópolis, Hélio Cesa, essa é uma das obras que o município tem conseguido realizar, que há anos é solicitada pelos moradores. “Com o trabalho feito será mais uma comunidade que estará sendo beneficiada com pavimentação. A via é um mais eixo de desenvolvimento que estamos abrindo. Siderópolis ficará ainda mais próxima de Nova Veneza e esse novo corredor irá beneficiar toda região”, destacou o prefeito.

Antes de dar início aos trabalhos, o Governo Municipal reuniu moradores do local, para discutir algumas melhorias e também detalhar os eventuais transtornos com a pavimentação. “As pessoas devem saber que obras assim causam alguns problemas, mas precisamos passar por isso até ter o asfalto, tão sonhado pelos moradores”, ressaltou Hélio.

Economia / Política

Alesc autoriza empréstimo de R$ 1,5 bilhão para Fundam e obras pelo estado

Após passar por duas comissões e ser tema de vários debates no plenário, foi aprovado por unanimidade o Projeto de Lei (PL) 148/2017, de autoria do Poder Executivo, que autoriza o governo estadual a emprestar até R$ 1,5 bilhão para a segunda etapa do Fundo Estadual de Apoio aos Municípios (Fundam) e outras ações pelo estado.

A votação ocorreu na noite desta quarta-feira (21), durante a sessão ordinária da Assembleia Legislativa. A matéria ainda precisa passar pela votação em segundo turno e pela redação final antes de seguir para sanção do governador.

Antes de chegar ao plenário, o PL passou, no começo da tarde, pela Comissão de Transportes e Desenvolvimento Urbano, onde recebeu uma subemenda, que determinava que os municípios que decretaram calamidade pública ou situação de emergência nos últimos três anos, em decorrência de catástrofes naturais, tenham prioridade no acesso aos recursos do Fundam. Horas depois, a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) derrubou essa emenda e aprovou o texto que havia sido aprovado pela Comissão de Finanças e Tributação.

No plenário, sete emendas foram apresentadas, porém todas foram rejeitadas. Elas especificavam recursos para educação, revitalização de rodovias, reforma de escolas, obras na Maternidade Carmela Dutra (Florianópolis), entre outras ações.

 

 

 

Economia / Política

Vencida mais uma etapa para realização do Fundam 2

A proposta para a realização da segunda edição do Fundo de Apoio aos Municípios (Fundam) foi aprovada pela equipe da Secretaria do Tesouro Nacional, em audiência com o governador Raimundo Colombo nesta terça-feira (18), em Brasília. Agora o Governo do Estado tratará da liberação dos valores com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). Uma primeira audiência com a equipe do banco está prevista para esta quarta (19), no Rio de Janeiro.

“A secretaria de Tesouro Nacional nos autorizou a fazer o acordo com o BNDES e desenvolver o contrato. Era o que precisávamos. É uma grande notícia para Santa Catarina porque o Fundam é um programa que atinge os 295 municípios catarinenses, permitindo que a gente realize investimentos extraordinários em cada um deles”, destacou Colombo.

O valor previsto para o financiamento que vai garantir a segunda edição, a ser lançada já no segundo semestre deste ano, é de R$ 700 milhões.

Política

Colombo recebe sinal verde do presidente da República para realizar nova etapa do Fundo de Apoio aos Municípios

O governador Raimundo Colombo se reuniu nesta quarta-feira (25), em Brasília, com o presidente da República, Michel Temer. No encontro, ele recebeu aval para promover a segunda etapa do Fundo de Apoio aos Municípios (Fundam 2) em Santa Catarina.

“O presidente deu sinal verde para que a Secretaria do Tesouro Nacional (STN) libere o financiamento, no valor de R$ 700 milhões, para que possamos distribuir a todos os municípios catarinenses. O Fundam é importantíssimo para dinamizar a economia e fortalecer a ação pública”, destacou o governador.

A previsão é que os recursos sejam repassados o quanto antes para que, no segundo semestre, já se vislumbrem obras nas cidades. O primeiro Fundam, de 2013, liberou mais de R$ 600 milhões a fundo perdido para as prefeituras do estado.

Outra confirmação obtida pelo governador foi a presença de Temer na inauguração das Barragens de Taió e Ituporanga, no Alto Vale do Itajaí, em fevereiro

O presidente também autorizou o pagamento de R$ 6 milhões, referente à última parcela da obra.

Política

Nova Veneza conquista RS 1,3 milhão do Fundam

Prefeitos de 60 municípios catarinenses assinaram nesta quarta-feira o convênio do Fundo de Apoio aos Municípios (Fundam) com o Governo do Estado, em ato realizado na Capital. Foram R$ 75 milhões de recursos sem contrapartida do município. Nova Veneza foi um dos três municípios da Amrec a ser agraciado, junto de Morro da Fumaça e Orleans. A cidade coletou mais de R$ 1,3 milhão.

O governador havia garantido ao prefeito Evandro Gava a liberação do recurso que terá como destinação infraestrutura e mobilidade urbana. Os critérios para liberação, segundo o secretário de Estado da Casa Civil, Nelson Serpa, foram bons projetos, transferência e relevância. Para o governador Raimundo Colombo, Esse programa fortalece as demandas do prefeito que busca o melhor para sua cidade. Quem assinou o recebimento foi o prefeito em exercício, Zé Spillere. “Com esse valor vamos pavimentar oito ruas importantes em Jardim Florença, Caravaggio e Nova Veneza”, afirmou.