Blog do Paulo Matias

Posts tagged elsonrobertoramos

Economia / Política

Vereadores criticam empresa responsável pela revisão do Plano Diretor de Urussanga

Começou por um membro da bancada de situação, quando o vereador José Carlos José (PP), criticou a forma de apresentação do Plano Diretor feito pela empresa vencedora da licitação aos moradores do Bairro São Pedro e localidades vizinhas. Este ainda destacou a intervenção do prefeito Gustavo Cancellier na referida reunião, exigindo da contratada uma nova apresentação em data ainda a ser marcada, que seja clara e de fácil entendimento pelos moradores.

Depois foi a vez de Jair Nandi (PSD), o qual declarou que sempre defendeu a revisão do Plano Diretor como uma ferramenta de desenvolvimento do município, destacou que a empresa responsável pela revisão não conseguiu esclarecer a população durante a Audiência Pública realizada no Bairro São Pedro na última segunda-feira (18).  Para o vereador, a empresa tem que rever os métodos de apresentação e garantir que a população entenda as alterações no Plano Diretor e os reflexos em suas vidas.

Amarildo De Brida (MDB), definiu como vergonhoso o primeiro evento promovido pela empresa responsável pela revisão do Plano Diretor e registrou que não é possível depois de dez anos de espera pela Revisão, presenciar a apresentação de um tema extremamente importante de forma tão amadora. O vereador pediu aos responsáveis pelo trabalho de revisão que levem a sério o tema.

Também do MDB, Elson Roberto Ramos, registrou que um assunto importante para a cidade como a revisão do Plano Diretor não pode ser tratado pela empresa ganhadora da licitação com descaso. Elson ressaltou que a forma de apresentação para a população deve ser revista ou a empresa tem que ser descredenciada.

O líder do governo, Odivaldo Bonetti, em uma aparte, informou que o prefeito deve receber o proprietário da empresa, vindo de Ribeiro Preto (SP), nesta quarta-feira (20), às 15h, para tratar a respeito, e não é descartado um novo cronograma de reuniões, para que nesse meio tempo se resolva essa questão.

Com a impressão negativa da primeira apresentação, já se fala em troca de empresa.

A pergunta que não quer calar é: Essa empresa não apresentou previamente um resumo de trabalho para a prefeitura antes da primeira audiência?

Cultura / Destaque / Política

Legislativo Municipal de Urussanga homenageia Clube dos Treze pelos 60 anos de atividade

O Clube foi fundado por 13 membros no dia 13 de março de 1959 e comemora 60 anos de atividade nesta quarta-feira. O nome Clube dos Treze foi escolhido em alusão a Santa Ceia cristã composta por doze apóstolos e Jesus Cristo.

O clube de serviços nasceu no Bar do Germano, no Bairro da Estação, onde amigos se reuniam para jogar bochas. Atualmente as esposas dos 13 membros, apesar de não fazerem parte da Diretoria, atuam efetivamente em todas as atividades do Clube.

A bandeira do clube, nas cores amarela e azul, possui ao centro uma corrente de treze elos, entrelaçados com o lema “Camaradagem”, representando elos de uma corrente de amor ao próximo. A Sessão Solene em homenagem aos 60 anos da entidade foi proposta pelo vereador Elson Roberto Ramos e vereadora Vanir Zuleima Mazzuco Cacciatori.

A entidade se destaca pela prestação de vários serviços de assistência social e foi reconhecida como de utilidade pública, através da aprovação da Lei nº 611, de 11 de agosto de 1977. O Clube dos Treze auxiliou na construção do prédio da Casa Paroquial; do prédio da Rádio Marconi; do Centro Comunitário da Igreja Matriz e aquisição de equipamentos para o Hospital Nossa Senhora da Conceição e APAE.

O Clube dos Treze auxilia também as famílias carentes através da compra de remédios, pagamento de contas de água, energia elétrica, aquisição de cadeiras de roda e transporte para tratamento de pessoas doentes em outras cidades.

O Clube dos Treze, representado pelo presidente Everton De Villa Torres, homenageou algumas pessoas fundamentais para a construção da história de sucesso da entidade. Receberam homenagens Armando Ferdinando Bettiol, sócio fundador; Valentim Fernandes Tavares, representando todos os “ex-camaradas” e Otilde Saccom Concer, esposa de Germano Concer (in memorian) por disponibilizar o bar no Bairro da Estação, para que os camaradas pudessem realizar suas reuniões.

O Presidente Everton De Villa Torres em seu pronunciamento agradeceu a todos os que passaram pela entidade durante os 60 anos de trabalho comunitário. “Fazer parte de um Clube de Serviço é torna-se uma pessoa voluntária, comprometida e responsável, uma forma de sentir-se útil e mais humano. A verdadeira felicidade vem da humildade e do reconhecimento que sozinhos, somos muito pouco ou quase nada e a vida somente se completa com o real sentimento de amor e ajuda ao próximo”, destacou Everton.

Em seu discurso o Presidente do Legislativo Gilson Casagrande afirmou que em qualquer área de atuação, a prática do voluntariado requer muita sensibilidade, comprometimento, dedicação e responsabilidade.
“Criar uma entidade com o fim a que se dispôs o Clube dos Treze, com a consolidação de suas atividades durante estes celebrados 60 anos, merece reconhecimento e gratidão da comunidade urussanguense, que tantos benefícios presenciaram por meio das mãos amigas dos trezeanos”, registrou Gilson.

Sócios Fundadores: Adelino Bettiol , Armando Damiani, Armando Bettiol, Bruno Piacentini, Cid Nunes, Dionysio Damiani, Gentil Souza, Hamilton Dalssasso, Lirio Gazolla, Manoel Nicolazzi, Mário Abreu, Nicácio Fontanella e Rubens Mendes Martins.

Sócios atuais: Everton De Villa Torres, Valcir Moraes, Edevaldo Nascimento, Antonio Zanin, Nilton Rosso, Cláudio de Souza, André Rosso, Dorivaldo Apolinário, Everton Maestrelli, Ivo Serafim, Juvenal Barbosa, Luiz Marcos Bora e Vânio José De Bona Sartor.

Política

Vanir se afasta da Câmara dia 18

Chega a Casa do Povo nesta noite, o Requerimento nº 11/2019, que trata da licença do exercício da vereança para tratar de assuntos particulares pelo período de 30 dias, a partir do dia 18 de março de 2019, apresentado pela legisladora Vanir Zuleima Mazzuco Cacciatori.

Como antecipado, esta é primeira ação do MDB local, no intuito de promover a passagem dos suplentes no intervalo de um mês pelas cadeiras do partido, especialmente as ocupadas pelos vereadores Vanir e Elson.

Terão essa oportunidade os candidataram-se e não se elegeram, Amarildo De Brida, Luiz Carlos Cardoso e Meri Mafra. Considerando que o recém desfiliado Jucemar Sangaletti, não irá buscar a referida oportunidade, principalmente porque o mesmo deve passar a compor o quadro da administração no cargo de diretor em breve.

A vereadora que é referência no MDB de Urussanga, e que longa data busca contribuir com o direcionamento do partido através do exemplo, ao atender o partido dará inicio ao denominado popularmente “rodizio”.

“Estou atendendo o pedido do partido formulado pela executiva a qual havia acordado com vereadores suplentes que tivessem atingido percentual necessário”, afirmou Vanir.

Economia / Política

“A cidade está suja, feia”, afirmou Deco

Na mesma noite em que a indicação de sua autoria solicitou que o executivo coloque em prática a Lei Municipal nº 2.583, que trata da limpeza e  roçadas de terrenos particulares no perímetro urbano, o vereador Vanderlei Marcirio “Deco”, ao usar a tribuna afirmou que “a cidade está suja, feia”, e que essa constatação certamente também e a primeira dos visitantes. Observando ainda que falta sinalização básica para o projeto turístico do município.

No decorrer de sua fala o vereador criticou o executivo por não convidar os vereadores para reuniões com moradores, principalmente nos bairros onde estão sendo investidos recursos conquistados pelos membros do legislativo, citando uma realizada pelo prefeito com moradores da Rua Orsi Silva no Bairro da Estação, para tratar da conclusão da pavimentação. Segundo Deco, nem mesmo o vereador Elson Roberto Ramos (MDB), responsável pela emenda parlamentar usada na obra, foi convidado.

Vanderlei Marcirio registrou também que o pacote de obras proposto pelo executivo com recursos do financiamento aprovado pelo legislativo está atrasado e sem cronograma definido, reiterando que espera do prefeito a definição das obras para que a sociedade e seus eleitores saibam onde os recursos serão investidos.

Foi com o voto do edil que o citado financiamento de R$ 14,5 milhões conseguiu aprovação na Câmara.

Política

Vanir e Beto querem saber de “cateterismos” que custaram R$ 5 mil cada

Amanhã bate à porta da Casa do Povo, o requerimento nº 69/2018, que se aprovado, solicita a especificação dos quatorze exames de cateterismo que segundo os requerentes custaram R$ 5.000,00 cada, pronunciados pelo vereador José Carlos José (PP), na reunião anterior.

Quem quer saber a respeito são os vereadores do MDB Vanir Zuleima Mazzuco Cacciatori e Elson Roberto Ramos.

Política

Vereador quer saber quanto a prefeitura gastou com os “meios de comunicação”

Na tão aguardada sessão ordinária da câmara de vereadores de Urussanga, que acontece na noite de amanhã, chegará o Requerimento nº 64/2018, de autoria do vereador Elson Roberto Ramos (MDB), que solicita o envio de expediente ao Poder Executivo Municipal, para que o mesmo informe ao Poder Legislativo os valores gastos com todos os tipos de “meios de comunicações”, rádios, jornais e outdoors, contratados no período de 01/01/2018 a 22/10/2018.

Economia / Política

Vereador questiona as nomeações de Chefe de Gabinete e Assessor de Gabinete por parte do prefeito

Integrante da bancada de oposição, Elson Roberto Ramos (MDB), levou a tribuna da Câmara na reunião ordinária desta terça-feira (18), o questionamento sobre as nomeações por meio de decretos, os quais o edil tinha cópia em mãos, inclusive baixados na mesma data, de servidores para os cargos de Chefe de Gabinete e Assessor de Gabinete.

Segundo o vereador a decisão vai contra o discurso de contenção de gastos, repetido pelo prefeito.

Em resposta a esse Blog, a administração afirmou que considera a informação totalmente improcedente no que se refere ao foco na economia e redução de custos da atual gestão, já que desde o início de 2017 vem trabalhando com esse propósito. E uma prova disso foi a grande redução de cargos na Prefeitura, incluindo também o número de comissionados que eram 33 e foram reduzidos para apenas 11 no início da gestão. Ressaltando que a atual gestão foi iniciada sem a chefia de gabinete e até setembro de 2018, trabalhando exclusivamente com um assessor de gabinete, que pela função recebia o equivalente a ¼ do salário do profissional que exercia a função de chefe de gabinete na gestão anterior. Concluindo que com a crescente demanda de trabalho, em setembro de 2018, foi realizada a nomeação do chefe de gabinete. No entanto, a soma do valor pago aos dois servidores (chefe de gabinete + assessor de gabinete) é menor do que o valor pago a um único servidor que exercia especificamente a função de chefe de gabinete na última gestão.

Economia / Política

Vereador que saber porque prefeito usou verbas de emendas parlamentares para pagar pessoal

O líder da bancada do MDB, voltou a cobrar do executivo, explicações sobre a destinação de parte dos recursos, aproximadamente R$ 600 mil,  de um total de R$ 815 mil, que foram direcionados para pagamento de salários de funcionários da área de saúde. De acordo com Elson Roberto Ramos, os mesmos, são oriundos de emendas parlamentares, e deveriam ser investidos em melhorias no atendimento da população e não para a folha de pagamento.

O vereador inicialmente avaliou que os deputados que destinaram esses valores para Urussanga ao saberem que os valores tiveram essa destinação vão pensar duas vezes antes de novos encaminhamentos.

Elson quer saber como a administração vai devolver o montante utilizado, em forma serviços de saúde, como por exemplo, exames, que são a origem de constantes reclamações.

Segundo o edil, a mesma solicitação de informações sobre essa decisão do governo municipal já havia sido feita, e até o momento sem resposta.

A administração municipal foi questionada pelo Blog, sobre esse assunto, mas até o momento não respondeu.

Destaque / Política

Beto com Meireles e Eduardo Moreira

Em Florianópolis para participar da reunião de vereadores da AMREC eleitos pelo MDB, Elson Roberto Ramos “Beto”, conheceu o presidenciável Henrique Meirelles, que visitava a Alesc e já havia falado no Congressos de Prefeitos. Mais tarde, o edil na Casa d’Agronômica fez o registro ao lado do governador Eduardo Moreira.

Cultura / Economia / Política

Audiência Pública: Urussanga discute nesta noite a escolaridade de alguns diretores municipais

Todos aqueles que dedicarem pouco mais de uma hora nesta noite de quarta-feira (25), dirigindo-se a Câmara de Vereadores, às 19h, terão a oportunidade de opinar, manifestar-se e ajudar os legisladores a examinar o projeto denominado popularmente como da “escolaridade”, que breve será votado pelos mesmos.

Trata-se de mais uma discussão importante principalmente porque uma vez constada a necessidade da retomada do desenvolvimento da cidade, entendeu-se, ou pelo menos fala-se a respeito da qualificação através dos estudos, o que resulta em melhores e mais valorizados serviços em todas as áreas.

Proposta pelo vereador Elson Roberto Ramos e avalizada por vários dos edis de diferentes partidos, a Audiência vai tratar do projeto que já esteve na Câmara e foi aprovado com emendas, que o executivo encaminhou novamente a Casa do Povo, insistindo na intenção de reduzir a escolaridade exigida dos escolhidos pela própria administração para atuar em algumas diretorias.

Como o assunto é polêmico, a participação dos munícipes é indispensável para a tomada de decisão por parte dos vereadores bem como para nortear iniciativas da administração.