Blog do Paulo Matias

Posts tagged eleiçõesmunicipais

Exclusivo / Política

Gustavo ainda não fala de eleições municipais

Quando já percebe movimentações por parte de diferentes siglas locais como, MDB, PSD, PDT, PT, e os recém-chegados PSC e PSL, o prefeito municipal de Urussanga, Gustavo Cancellier, ainda não fala de sobre eleições municipais e muito menos assume a condição de quem vai a reeleição, embora muito já diga sobre isso na cidade.

Admitindo apenas que alguns setores do PP, apontam para a necessidade de o gestor incluir a eleição na sua ótica nesse momento, Gustavo afirmou que ainda não discutiu possibilidades do pleito de 202o, com as lideranças da sigla que o elegeu.

Política

PSL quer definir executivas municipais até maio, com foco em 2020

Os integrantes da Executiva catarinense estiveram reunidos na manhã desta sexta-feira (8), na sede do partido, na capital, em encontro conduzido pelo presidente estadual, Lucas Esmeraldino.

Entre os assuntos abordados, esteve em pauta a definição das composições das comissões provisórias municipais. Ficou acordado que os parlamentares do partido, em conjunto com o presidente Lucas Esmeraldino, farão um levantamento de todos os municípios, para posteriormente, analisar cada movimento, em novo encontro da executiva estadual, agendada para o mês que vem.

A expectativa é de que, até início de maio, boa parte das executivas municipais estejam devidamente homologadas pelo órgão partidário estadual. “Fomos um dos partidos que mais apontou um crescimento constante e gradativo, no último ano, composto por lideranças que buscam abrigo num partido sério, com política e posição definidas. De nanico, o PSL se tornou gigante. Agora, seguimos unidos e mais fortes do que nunca, alinhados, sintonizados e focados no fortalecimento da sigla e, também, em fazer o maior número de prefeitos em Santa Catarina, em 2020. Juntos, temos a certeza, faremos um partido ainda melhor e maior”, enfatiza o Presidente do PSL, Lucas Esmeraldino.

Durante o encontro, também esteve na ordem do dia a discussão das composições dos segmentos jovem e feminino do PSL/SC. Na oportunidade, também foi apresentado um documento assinado por mais de duzentas mulheres filiadas ao partido, incluindo a deputada estadual Ana Caroline Campagnolo e suplentes de deputadas, conclamando a vice-governadora, Daniela Reinehr, a assumir a presidência do PSL Mulher.

Para o secretário geral da sigla e deputado federal, Daniel Freitas, os próximos passos da sigla darão continuidade num projeto grandioso, iniciado no ano passado e reafirmado com o sucesso no último ano. “A partir de agora, iniciamos o processo de reconstrução das executivas municipais e crescimento da sigla, reconhecendo e formando líderes que darão continuidade e trabalharão alinhados com os projetos nas esferas estaduais e federais, tendo os deputados estaduais, federais, o Governador e o Presidente da República como grandes parceiros no desenvolvimento e renovação dos Executivos e Legislativos Municipais”, finaliza.

Ao final do encontro a conclusão era de que a Executiva Estadual do Partido Social Liberal (PSL) de Santa Catarina alinhou estratégias, harmonizou pontos de vista, definiu metas e já foca nas eleições de 2020.

Política

Daniel Freitas discute medida que revoga incentivos fiscais do setor produtivo catarinense em agenda na Alesc

Em agenda na capital catarinense durante esta quinta-feira (07), o deputado federal Daniel Freitas, conversou com diversos deputados estaduais e reuniu-se com o presidente da Assembleia Legislativa Júlio Garcia.

A pauta principal do encontro foi o decreto assinado no final do ano passado pelo ex-governador Eduardo Pinho Moreira, que suspende incentivos fiscais e que deveria entrar em vigor no dia 31 de março.

O prazo foi estendido para o dia 31 de julho, fato comemorado pelo deputado Daniel Freitas, o qual ressaltou que a ampliação do prazo contribui para uma maior análise dos impactos econômicos e a possibilidade de dar continuidade dos atuais 26% do benefício.

“A intenção é que a Lei seja amplamente discutida, e que não venha a onerar o setor econômico, o que poderia afetar a competitividade do setor em Santa Catarina e ter reflexos negativos na economia do nosso Estado”, avalia o deputado.

Entre os demais assuntos levantados pelos parlamentares, as eleições municipais de 2020 tiveram atenção especial dos deputados.

Exclusivo / Política

PSL de Urussanga terá Executiva Permanente ainda no primeiro semestre

Depois de mais uma reunião realizada na noite de ontem pelos membros da Executiva Provisória, o PSL local, já tem um prazo definido para a constituição da Executiva Permanente.

Trabalhando em torno das filiações a fim de atingir o percentual exigido pela Justiça Eleitoral com base no número de eleitores do município para a citada composição, o partido tem definido o foco superada essa etapa, que é a participação nas próximas eleições municipais.

Sobre a Executiva Permanente a qual deve ser escolhida por meio de votação entre os filiados, uma decisão já existe. Por iniciativa do mesmo, o atual presidente, Ivo Roberto Diafenthaler “Gaúcho”, não concorrerá para permanecer no cargo, dando assim espaço para que um urussanguense preferencialmente assuma essa posição.

No que se refere o pleito de 2020, é hoje consenso do grupo que a chapa que concorrerá a majoritária deverá ter uma mulher pelo menos como candidata a vice.

Segundo as lideranças ouvidas, os interessados na filiação estão buscando o grupo e manifestando interesse sem qualquer compromisso assumido em termos de candidaturas.

Política

Dois nomes de ex-prefeitos de Urussanga estão sendo lembrados para a eleição de 2020

Uma vez que algumas das siglas locais pretendam apresentar nomes entre abril e maio deste ano, visando um amplo trabalho de contato com o eleitor, mesmo que discretamente as possibilidades já são levantadas nos bastidores.

Entre os três partidos que devem definir as próximas eleições municipais de 2020 em Urussanga, os nomes de dois ex-prefeitos são lembrados, assim como uma possível mudança de partido de um ente politico hoje considerado como um dos que irá também concorrer.

Política

MDB mira dois partidos e um nome para o projeto de 2020

Consciente de que as próximas eleições municipais podem ser as mais desafiadoras e surpreendentes da história da política brasileira, o MDB de Urussanga acredita que pode se recompor depois das divisões que marcaram os últimos anos e já tem ações definidas para o início do de 2019.

Com dois nomes a disposição, e o acordo de que o escolhido terá o apoio integral outro após da definição. Pesquisas irão definir esse nome entre abril e maio do próximo ano, para que o então pré-candidato tenha tempo para contatar os eleitores e avaliar o cenário e possíveis composições.

Nesse sentido a informação é de que a sigla local tem na sua “alça de mira” dois partidos para uma possível coligação e um nome de um ente politico que ganhou notoriedade nos últimos dois anos e seria bem-vindo inclusive para a filiação.