Blog do Paulo Matias

Posts tagged deputadoestadual

Exclusivo / Política

Deputado Jessé Lopes visita hospital de Urussanga

A direção do Hospital Nossa Senhora da Conceição de Urussanga, que tem a frente o empresário Arnaldo Bez Bati, recebeu na manhã desta terça-feira (15), o deputado estadual eleito pelo PSL, Jessé Lopes.

Em sua primeira visita a instituição, Jessé se colocou a disposição para ajudar na busca dos pleitos junto ao governo do estado de Santa Catarina.

Sobre a audiência que os membros da citada direção terão na próxima segunda-feira (18), com o Secretário de Estado da Saúde, Helton de Souza Zeferino, o deputado impedido de participar em razão de sua agenda, comprometeu-se em destinar seu Chefe de Gabinete para acompanhar os urussanguenses.

O grupo buscará junto ao secretário nesse momento especialmente o atendimento de três solicitações; R$ 3 milhões relativos a Clinica de Recuperação de Dependentes Químicos, R$ 140 mil, referentes a serviços prestados ainda no governo Colombo e a contratação de Cirurgias Eletivas, como o HNSC já realizou em outras oportunidades.

Cultura / Política

Minotto propõe Frente Parlamentar para cobrar aplicação das bolsas do Artigo 170

O deputado estadual Rodrigo Minotto (PDT), 2º vice-presidente da Assembleia Legislativa, protocolou na tarde desta quinta-feira (07), requerimento para criação da Frente Parlamentar em defesa das instituições de ensino superior legalmente habilitadas a funcionar em Santa Catarina. O objetivo é buscar o cumprimento do Artigo 170 da Constituição Estadual.

Segundo dados do Tribunal de Contas, em 2017 o Governo do Estado pagou apenas R$ 65,69 milhões dos R$ 230,93 milhões que deveriam ser investidos em bolsas para o ensino superior.

“O Artigo 170 obriga o Estado a aplicar 5% em bolsas para o ensino superior, mas em 2017 esse percentual chegou a apenas 1,42%. Nós precisamos fazer esse debate aqui na Assembleia Legislativa envolvendo as universidades comunitárias, alunos, professores e o governo. Estaremos aqui cobrando o pagamento integral do que determina a Constituição Estadual, abrindo a possibilidade para que muitos estudantes possam cursar uma faculdade”, explica o deputado Minotto.

O requerimento deve ser lido em plenário na próxima semana. “De 2012 a 2017, segundo dados do TCE/SC, o Governo do Estado deixou de aplicar R$ 815,09 milhões em ensino superior, extrapolando os limites da razoabilidade, como também apontou o Ministério Público. Isso é muito sério”, pontua o parlamentar.

Política

Deputado Rodrigo Minotto é eleito 2º vice-presidente da Assembleia Legislativa

O deputado estadual Rodrigo Minotto (PDT) foi empossado na sexta-feira (1º), para o segundo mandato na Assembleia Legislativa. Logo depois do juramento, Minotto foi eleito como 2º vice-presidente da mesa diretora do primeiro biênio (2019/2020) da 19ª Legislatura.

Formado advogado e administrador, Minotto foi reeleito em outubro com 26.623 votos. Em seu primeiro mandato, o pedetista visitou escolas estaduais e denunciou problemas estruturais em unidades de ensino, situadas, principalmente, na região Sul. O parlamentar também defendeu a extinção das agências regionais de desenvolvimento (ADR’s).

“Pretendo manter a coerência, a transparência, e muito trabalho. Agradeço a confiança dos meus colegas deputados por essa indicação, e confio num tempo novo no Poder Legislativo ao lado do presidente, deputado Júlio Garcia. Um político honrado, experiente e que saberá conduzir os trabalhos da melhor maneira possível”, coloca Minotto.

Nascido em Criciúma, Rodrigo Minotto tem 45 anos e é advogado. Foi chefe de Gabinete do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) em Brasília, quando o catarinense Manoel Dias foi ministro da Pasta. Em 2014, elegeu-se para o primeiro mandato na Alesc.

“Nosso objetivo é continuar trabalhando em prol do povo catarinense e colaborar com o governo com aquilo que for possível, dentro de medidas que possam reestruturar o Estado, buscar economia e novos investimentos, principalmente, em saúde, segurança e educação”, adiantou.

 

Política

Vampiro vai trabalhar pela Amesc, Amrec e Amurel

Um dos representantes do Sul do estado na nova legislatura da Assembleia Legislativa, o deputado estadual Luiz Fernando Vampiro (MDB) disse que vai defender no parlamento catarinense as principais pautas da Amrec (região carbonífera), Amesc (extremo sul) e Amurel (região de Laguna), além da região serrana e outros municípios onde possui base de atuação.

A infraestrutura segue como uma das principais bandeiras de Vampiro, formando com a educação e a saúde o tripé que norteará as ações do parlamentar.

Ao tomar posse para o mandato 2019-2023 na sessão de instalação da 19ª Legislatura da Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina o deputado defendeu a união das três microrregiões do Sul catarinense.

“Vivemos um momento de fortalecimento do estado de Santa Catarina. Serei um deputado muito atuante em prol das causas que melhorem a qualidade de vida dos catarinenses. Terei dedicação e compromisso com todos os catarinenses, principalmente em áreas de infraestrutura urbana, escolar e a saúde. Pretendo defender junto ao governo do estado obras e ações que ajudem o desenvolvimento das três microrregiões do Sul (Amesc, Amrec e Amurel), a região serrana, não descuidando das demais regiões do estado”, disse Vampiro.

Nascido em Criciúma, Luiz Fernando Cardoso tem 45 anos e é advogado. Foi vereador em sua cidade natal entre 2009 e 2012. Em 2014, disputou a primeira eleição para a Alesc e ficou com a primeira suplência da coligação formada por PMDB-PSD-DEM-PRB. Como alguns parlamentares se licenciaram para ocupar cargos no primeiro escalão do Poder Executivo, ele exerceu o mandato na Alesc desde o começo de 2015. Em 2017, com a renúncia de Gean Loureiro para ocupar a Prefeitura de Florianópolis, Vampiro foi efetivado no mandato. No mesmo ano, assumiu a Secretaria de Estado de Infraestrutura (SIE), onde permaneceu até o início de 2018. Concorreu a deputado estadual em 2018, elegendo-se com 36.747 votos.

Política

PSD de Urussanga prestigia posse e eleição de Julio Garcia na assembleia

As principais lideranças do PSD local, estiveram em Florianópolis nesta manhã de sexta-feira (1º), onde na Alesc acompanharam a sessão preparatória solene de instalação da 19ª Legislatura, realizada no plenário do Palácio Barriga Verde, em Florianópolis.

Liderados pelo presidente municipal da sigla, Luiz Antonio Fabro, os pessedistas deslocaram-se até a capital do estado a fim de prestigiar a posse do deputado estadual Julio Garcia, o qual foi confirmado em ato continuo como presidente da assembleia de forma unanime.

Na sequencia os urussanguenses participaram da confraternização oferecida pelo deputado aos correligionários na Asbadesc.

Julio que chega pela terceira vez a presidência da Alesc, é visto como um nome que pode contribuir com a cidade atendendo os pleitos levados pelos representantes do partido que na ultima eleição municipal participou com candidatura própria na majoritária e nominata completa para o legislativo quando elegeu o vereador Jair Nandi.

Política

Julio Garcia retorna à Assembleia Legislativa após quase dez anos

Considerado um dos favoritos para ocupar a Presidência da Assembleia Legislativa de Santa Catarina no biênio 2019-2021, Julio Garcia retorna ao Parlamento estadual após quase 10 anos. Em outubro passado, ele foi eleito pelo PSD com 57.772 votos, o terceiro candidato mais votado.

“Nós tivemos uma eleição atípica, diferente. A sociedade disse, nas urnas, o que quer dos políticos. Por isso, não só a minha atuação, mas a de todos os parlamentares, tem que ser pautada naquilo que a sociedade nos recomendou. Eu vou agir assim”, afirma.

Este será o seu quinto mandato na Alesc. Ele chegou ao Parlamento em 1987 e participou da elaboração da Constituição Estadual de 1989. Foi presidente da Casa em duas ocasiões, entre 2005 e 2008. Nesse período, foi autor da lei que instituiu o repasse de recursos públicos estaduais para todas as Apaes catarinenses. Também assumiu interinamente a chefia do Executivo estadual.

No retorno à Assembleia, é um dos favoritos para a eleição da Presidência da Mesa da Alesc, que ocorre já no dia. À imprensa catarinense, ele já admitiu a candidatura ao cargo.

Julio Cesar Garcia é natural de Florianópolis e tem 68 anos. É funcionário de carreira do antigo Banco do Estado de Santa Catarina (Besc). Ocupou a presidência da Casan e do Badesc. Em 2009, quando era deputado estadual, renunciou ao mandato para ser conselheiro do Tribunal de Contas do Estado (TCE-SC), órgão que presidiu entre 2014 e 2015 e do qual se aposentou em 2017.

Cultura / Política

Transparência: Governador Moisés veta dar publicidade a atos públicos do Executivo em Santa Catarina

Enquanto a agenda do presidente Jair Bolsonaro (PSL) e de todos os seus ministros pode ser consultada por toda a população no site do Planalto, em Santa Catarina a transparência dos atos do Executivo não foi aprovada pelo novo governador.

Em veto publicado no Diário Oficial do Estado, Carlos Moisés não sancionou um projeto de lei que pedia a publicidade dos atos políticos agendados pelos agentes públicos do Poder Executivo.

O PL 184/2015, do deputado Rodrigo Minotto (PDT), que havia sido aprovado pela Alesc no ano passado, pedia transparência da agenda do governador, vice-governadora, secretários de Estado, secretários de Desenvolvimento Regional e presidentes de empresas e fundações públicas estaduais.

O texto justifica que a medida é inconstitucional e contrária ao interesse público, com fundamento em parecer da Procuradoria-Geral do Estado e em Comunicação Interna da Secretaria Executiva da Casa Militar.

Em relação ao interesse público, a justificativa é que a divulgação pode colocar em risco a segurança do governador, do vice-governador e de seus familiares.

Economia / Política

Vampiro pede revisão da cobrança de 17% de ICMS nos insumos agropecuários

O deputado estadual Luiz Fernando Vampiro (MDB) pediu ao governador Carlos Moisés a revisão do decreto publicado no dia 11 de janeiro que aumenta de 0% para 17 % o ICMS sobre inseticidas, fungicidas, herbicidas e vários outros produtos usados na agricultura, pecuária e fruticultura catarinense.

De acordo com o parlamentar, “os produtores rurais de Santa Catarina estão muito preocupados com a medida recente do novo governo que aumenta de 0% para 17 % o ICMS sobre insumos”. A alteração no Regimento do ICMS que passa a vigorar a partir de 1 de abril também atinge benefícios no crédito do ICMS no setor.

“Somos contra o aumento de imposto e a favor da diminuição da carga tributária. A cobrança de 17% de ICMS sobre inseticidas, fungicidas, herbicidas e vários outros produtos causará um prejuízo muito grande aos produtores que fazem da agropecuária catarinense um modelo de produtividade e qualidade em nível nacional e internacional”, afirmou Vampiro.

“Alertamos para o fato que muito em breve poderá haver um aumento nos preços dos produtos que vão à mesa das famílias catarinenses e outros locais. Frutas, verduras e carnes ficarão mais caros”, acrescentou o deputado.

“Aos produtores catarinense nosso apoio e solidariedade diante do risco eminente de prejuízos. Esperamos que o governador Carlos Moisés reflita melhor sobre os impactos desta medida e imbuído de sua melhor boa vontade, possa modificar a infeliz decisão. Enquanto o presidente Bolsonaro está aplicando a nova política de eficiência e bom uso dos gastos públicos, em Santa Catarina o começo do governo está sendo aumentando impostos”, concluiu Luiz Fernando Vampiro.

 

Destaque / Política

Unidade administrativa da Alesc recebe nome do deputado Aldo Schneider

Sancionada pelo governador do estado, Carlos Moisés da Silva, em 8 de janeiro, a Lei 17.674 denomina Presidente Deputado Aldo Schneider a unidade administrativa da Assembleia Legislativa, situada à avenida Mauro Ramos, em Florianópolis.

Apresentado pela Mesa da Assembleia Legislativa, em novembro de 2018, o projeto de lei teve como proposta fazer uma homenagem póstuma ao presidente da Casa, baseado em seu histórico exemplar na carreira pública.

Aldo Schneider foi eleito em 2010, deputado estadual de Santa Catarina com 36.449 votos, e reeleito com 58.646 votos, em 2014. Na última Legislatura entre 2014 e 2018 foi indicado para presidir a Alesc. Como deputado, foi defensor do lema “dar pernas aos papeis”, já que se dedicava com presteza às demandas dos municípios que representava e, como presidente do legislativo, sempre prezou pela otimização da economicidade e da eficiência no Poder Legislativo, conforme demandado pela sociedade.

Aldo Schneider faleceu em 19 de agosto de 2018, enquanto ocupava a presidência da Assembleia Legislativa.

 

Política

Pressão: O novo nome na mira da base do PSL

O deputado estadual do PSL criciumense, Jessé Lopes publicou no início da manhã em suas redes sociais o nome daquela que é apontada pela base do partido para não permanecer no cargo.

Jessé especificou, “Dando continuidade na faxina do quadro de funcionários do Estado, já levamos ao conhecimento do Governo, o nome da Karen Sabrina Bayestorf Duarte, que segundo ela, não moraria nem em um prédio ao qual Bolsonaro fosse sindico. Mas aceitou uma vaguinha de diretora de gestão de materiais e serviços no governo do PSL”.

Trata-se Diretora de Gestão de Materiais e Serviços, que no período de campanha fez  a publicação (foto).

O parlamentar do Sul ainda acrescentou, “Ué?! O governador não disse que montaria um governo técnico?” Sim! Mas achar que aceitaríamos pessoas técnicas da turma do “eleNão”, é ingenuidade ou oportunismo?”