Blog do Paulo Matias

Posts tagged celesc

Economia / Política

Rodrigo Minotto comemora decisão da Celesc

“O diálogo era importante. O presidente demonstrou sensibilidade ao receber os deputados e entendeu as nossas razões e reconsiderou. Uma vitória importante para Criciúma e todo sul do Estado. Conseguimos garantir que o atendimento da Celesc continue sendo de excelência”, comemorou o deputado estadual Rodrigo Minotto.

No fim da manhã, após uma reunião com deputados da região, a diretoria da Celesc anunciou a nova decisão, designando para Criciúma a sede macrorregional dentro da formatação organizacional da empresa.

Um documento de consenso foi assinado por deputados e pela direção da Celesc, acordando que em no máximo 60 dias a estatal terá uma nova sede em Criciúma, em imóvel a ser locado.

Uma hora depois aproximadamente, o governador Carlos Moisés, anunciou através de suas redes sociais; “Tem notícia boa para quem mora no Sul do Estado. A Celesc está anunciando diversos investimentos na região, com melhorias em sistemas elétricos, eletrificação rural e ações de eficiência energética, entre outros. São cerca de R$ 100 milhões em investimentos.”

Ao final do post o governador destacou as hashtags #Criciúma #Imbituba #Siderópolis

Economia / Política

Presidente da Celesc vai receber lideranças da Amrec e Amesc na terça-feira

O deputado estadual Rodrigo Minotto (PDT), conversou na manhã deste sábado (16) por telefone com o presidente da Celesc, Cleicio Poleto Martins. Na pauta a transformação das 16 regionais da Celesc em apenas seis ou sete. No Sul, existe a possibilidade de Criciúma ficar submetida a criação de uma macrorregional em Tubarão.

“O presidente da Celesc confirmou que receberá uma comitiva de lideranças, principalmente, da Amrec e Amesc, nesta terça-feira para discutir o assunto. Ele adiantou que vai expor as questões legais, fazer uma demonstração do que vinha ocorrendo, e confirmar investimentos para a nossa região. Enfim, vai apresentar o plano de trabalho dessa gestão”, explica Minotto.

Durante a sexta-feira (15), o deputado Minotto manteve contato com o Secretário da Casa Civil, Douglas Borba, também para tratar do assunto. “Entendemos que essa possibilidade de mudança gera aflição já que a regional da Celesc de Criciúma é referência no Estado. Por isso nós precisamos ter essas informações claras e objetivas do que será feito, para garantir que a população não tenha prejuízo econômico, social e na prestação de serviços”, adianta o deputado.

Sem categoria

Oficial de justiça lista bens domésticos do vice-governador

Um oficial de Justiça esteve há alguns dias no apartamento do vice-governador Eduardo Pinho Moreira, na Avenida Beira-Mar Norte, em Florianópolis, para o arrolamento dos seus bens domésticos. Em tradução do “juridiquês”, foi listar os eventuais móveis e eletrodomésticos que possam ser utilizados para uma quitação de débito no processo por improbidade administrativa que Pinho Moreira responde desde 2014 no rumoroso caso da Monreal, quando presidiu a Celesc.

O vice-governador mostrou-se tranquilo em relação ao inquérito, mas reclamou da morosidade da Justiça e classificou a decisão como uma agressão. “São pelos menos 20 réus e este julgamento pode levar anos até sair uma decisão. Até lá ficarei exposto a este tipo de desgaste por ser um homem público”, disse.

O vice-governador lembra que a Deic já investigou o caso por dois anos e não achou nada. A ação é movida pelo MP e corre na 1ª Vara da Fazenda Pública.

Destaque

Chuvas e menos consumo dão alívio ao setor elétrico em Santa Catarina e no país

A atual situação de retração da economia brasileira resultou ao menos em uma coisa boa para o brasileiro: a recuperação dos reservatórios de hidrelétricas. Isso deve influenciar diretamente na revisão tarifária periódica que a Centrais Elétricas de Santa Catarina (Celesc) deve aplicar em agosto, com a autorização da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

Ao contrário de 2015, quando a conta de energia chegou a aumentar 40% com a série de medidas que alteraram a conta do consumidor, este ano os especialistas calculam um acréscimo bem mais tímido na conta, se aproximando da inflação.

Em 2015, não faltaram medidas para aumentar o valor pago pelo consumidor. Logo em janeiro, a Aneel acionou o funcionamento do sistema de bandeira tarifária, que prevê três fases de cobrança na conta do consumidor, dependendo do sistema energético nacional. No mês seguinte, o governo federal aplicou um reajuste extraordinário médio de 23,4%. Para completar o ano, em agosto a Celesc teve a permissão de acréscimo de 3,61% no reajuste anual. Para o presidente da companhia, Cleverson Siewert, este ano a história deve ser bem diferente.

Sem categoria

Conta de luz subirá 3,61% no Estado

A conta de luz terá um aumento médio de 3,61% em Santa Catarina. O reajuste nas tarifas da Celesc foi aprovado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) nesta quarta-feira. Os novos valores serão aplicados a partir desta sexta-feira, dia 7 de agosto. Serão afetadas 2,7 milhões de unidades consumidoras.

Para os consumidores residenciais, o aumento será de 3,63%. Já para as indústrias, o acréscimo será de 3,59%.

É o segundo reajuste de energia neste ano, que também se soma à cobrança de bandeiras tarifárias.

Ao calcular o reajuste, a Agência considerou a variação de custos que a empresa teve no ano. O cálculo inclui custos típicos da distribuição, energia comprada, encargos setoriais e de transmissão.