Blog do Paulo Matias

Posts tagged carlosmoisésdasilva

Economia / Política

Magagnin pede ao Governador Moisés para que pavimentação da SC-442 seja concluída

O prefeito de Cocal do Sul, Ademir Magagnin participou nesta segunda-feira (11), da reunião com o Governador de Santa Catarina, Carlos Moisés da Silva juntamente com um seleto grupo de lideranças do Sul. O Governador foi recebido na prefeitura de Criciúma pelo prefeito Clésio Salvaro.

Na oportunidade, Magagnin fez um apelo para que o Governador conclua a pavimentação da SC- 442, que liga Cocal do Sul a Estação Cocal/Morro da Fumaça.

“Esta é uma obra de grande importância para a nossa região onde temos uma situação pendente. A maior parte da pavimentação está concluída, faltando menos de um quilômetro no trecho de acesso à empresa Eliane Revestimentos Cerâmicos, em Cocal do Sul e outros três quilômetros devido ao impasse no traçado da rodovia que hoje faz com que o tráfego de veículos pesados passe pela área central do Distrito de Estação Cocal, em Morro da Fumaça, problema que se resolveria com a construção de um viaduto, por exemplo. Nosso pedido é para que esse projeto seja cumprido na sua integralidade para toda a região”, explicou Magagnin.

O prefeito Magagnin fez a entrega em mãos do ofício em nome do município e da classe empresarial ao Governador Moisés que se comprometeu em avaliar a situação.

Economia / Política / Turismo

Governador garante R$ 41 milhões para concluir a obra da ponte Hercílio Luz

A reunião de sexta-feira(18), para tratar do futuro da reforma da ponte Hercílio Luz deixou uma situação clara: o governador Carlos Moisés da Silva quer terminar a recuperação.

Ao final do encontro, disse que vai garantir os R$ 41 milhões em aditivos e novos contratos para entregá-la em dezembro. Parte do dinheiro virá dos juros do valor atualmente aplicado e ainda não investido na obra. O restante, sairá dos cofres do Estado, segundo o próprio governador.

A recuperação das bases provisórias vai ser feita com dispensa de licitação. Havia um impasse dentro do Deinfra em relação ao formato de contratação. Como as estruturas são fundamentais para a segurança da ponte, o governo vai contratar a própria Teixeira Duarte, também responsável pela recuperação da Hercílio Luz. Os serviços vão durar 90 dias, mas não impedem o avanço de outras frentes.

Destaque / Política

Unidade administrativa da Alesc recebe nome do deputado Aldo Schneider

Sancionada pelo governador do estado, Carlos Moisés da Silva, em 8 de janeiro, a Lei 17.674 denomina Presidente Deputado Aldo Schneider a unidade administrativa da Assembleia Legislativa, situada à avenida Mauro Ramos, em Florianópolis.

Apresentado pela Mesa da Assembleia Legislativa, em novembro de 2018, o projeto de lei teve como proposta fazer uma homenagem póstuma ao presidente da Casa, baseado em seu histórico exemplar na carreira pública.

Aldo Schneider foi eleito em 2010, deputado estadual de Santa Catarina com 36.449 votos, e reeleito com 58.646 votos, em 2014. Na última Legislatura entre 2014 e 2018 foi indicado para presidir a Alesc. Como deputado, foi defensor do lema “dar pernas aos papeis”, já que se dedicava com presteza às demandas dos municípios que representava e, como presidente do legislativo, sempre prezou pela otimização da economicidade e da eficiência no Poder Legislativo, conforme demandado pela sociedade.

Aldo Schneider faleceu em 19 de agosto de 2018, enquanto ocupava a presidência da Assembleia Legislativa.

 

Economia / Política

Anunciado o novo secretário de Agricultura

Segundo o governador eleito Carlos Moisés, a produção agrícola catarinense é responsável por cerca de 14% do PIB, o que demonstra a importância da área para a economia de nosso estado.

O qual em conjunto com a vice-governadora Daniela Reinehr, que também tem forte atuação no setor, escolheu nesta tarde o futuro secretário de Agricultura e Pesca de Santa Catarina.

Ainda segundo Moises, com mais de 30 anos de experiência no setor de agronegócio, Ricardo de Gouveia também foi fundador do Instituto Catarinense de Sanidade Agropecuária – ICASA e Diretor Executivo do Sindicato das Indústrias de Carnes e Derivados no Estado de Santa Catarina – SINDICARNE e da Associação Catarinense de Avicultura – ACAV.

Política

Governador anuncia Secretária de Desenvolvimento Social

Para fechar a semana como ele mesmo definiu, Carlos Moisés anunciou mais uma integrante da sua equipe. Trata-se de Maria Elisa da Silveira de Caro, que será a Secretária de Desenvolvimento Social, pasta que irá substituir a até então denominada Assistência Social, ocupada atualmente por Romanna Remor, pela qual alguns prefeitos se manifestaram para que permanece no cargo.

Maria Elisa é Mestra em Sociologia Política e já foi secretária-adjunta de Justiça e Cidadania, na época subordinada a Ada de Lucca, em 2013, quando pediu para deixar o cargo.

Política

Novo Secretário de Articulação Nacional também vem de Tubarão

O governador eleito de Santa Catarina, Carlos Moisés da Silva, anunciou a pouco em suas redes sociais o nome do novo a Secretário Executivo de Articulação Nacional.

Trata-se do empresário do ramo do turismo que já foi assessor legislativo e chefe de gabinete na Câmara de Vereadores de Tubarão, Diego Goulart.

Nos últimos dias, Moisés tem anunciado membros da sua equipe oriundos da sua base, Tubarão, na região Sul do Estado.

No meio politico onde nada passa despercebido já fala em “Republica de Tubarão”.

Política

Bolsonaro prestigia comitiva de SC depois da diplomação

O grupo com alguns dos eleitos pelo PSL catarinense que fizeram história em outubro, foi o primeiro a ser recebido por Jair Bolsonaro depois da diplomação do presidente eleito pelo TSE. Em um sinal de prestígio.

Na oportunidade, o governador eleito, Carlos Moisés, levou os pleitos mais urgentes de Santa Catarina, como questões contábeis, de Infraestrutura Saúde ao conhecimento de Bolsonaro. Foi um momento importante de aproximação e também possibilitou que Moisés apresentasse pontos da reforma administrativa, com foco na redução de custos e enxugamento da máquina pública estadual, ao presidente que assumirá em janeiro.

De acordo com o deputado federal Daniel Freitas, interlocutor da agenda catarinense em Brasília, o encontro foi um sucesso sob a ótica da aproximação entre o presidente e os líderes do PSL estadual. “Também foi um gesto de gratidão do futuro chefe de nação ao Estado onde ele conquistou quase 76% dos votos,” ressaltou o parlamentar, salientando que foi muito significativa a presença dos deputados federais eleitos pelo partido em SC.

Além do próprio Freitas, o PSL-SC elegeu como representantes com assento na Câmara Federal:  Caroline De Toni, Coronel Armando e Fábio Schiochet.

Política

Governador Moisés anuncia nomes do Sul

Pela primeira vez, desde que começou a anunciar o secretariado, o governador eleito Carlos Moisés da Silva confirmou os nomes de dois políticos e de um jornalista que fogem à regra das indicações anteriores: não são servidores de carreira ou militares.

O vereador Douglas Borba, de Biguaçu, que coordenou a campanha de Moisés ao governo e recentemente trocou o Progressistas pelo PSL, responderá pela Secretaria da Casa Civil. Já o ex-vereador Lucas Esmeraldino, que renunciou há menos de um mês ao seu segundo mandato, em Tubarão, que concorreu ao Senado e é o presidente estadual do PSL, será o secretário do Desenvolvimento Econômico Sustentável e Turismo.

Juntamente com o jornalista Ricardo Dias, que assumirá a Secretaria Executiva de Comunicação, e o coronel PM João Carlos Neves Junior, da Casa Militar.

São nomes que representam a seção “República de Tubarão”, base de Moisés e assessores de sua extrema confiança.

Economia / Política

Confirmado o fim das Agências de Desenvolvimento Regional

As Agências de Desenvolvimento Regional – ADR’s que já se chamaram SDR’s, serão realmente extintas pelo governador Carlos Moisés da Silva.

A decisão que estava na lista das promessas de campanha é apontada também como necessidade, segundo o coordenador da Transição, Luiz Felipe Ferreira, que fez o anuncio.

Agora confirmada, já se sabe que os profissionais efetivos retornam ao local de origem e os comissionados serão exonerados.

Permanecem ainda nos primeiros meses de 2019, alguns poucos que são responsáveis pelo andamento de projetos.