Blog do Paulo Matias

Posts tagged caixaeconômicafederal

Cultura / Economia

Agência bancária é autuada pelo Procon de Içara

A agência da Caixa Econômica Federal, em Içara, foi autuada pelo Procon, devido ao tempo de espera acima do limite permitido por lei municipal. A fiscalização foi realizada de ofício, em consequência da reclamação de clientes, em virtude da espera exacerbada na fila para o atendimento. A multa inicial aplicada foi fixada em R$ 39.618 em razão de ser a instituição reincidente na prática, e seguindo o disposto na legislação municipal nº 4272/2018.

“Estes tipos de condutas de agência bancárias, restam configuradas também em Lei Federal como má prestação do serviço, de acordo com os artigos da Lei 8.078/90, ficando, ainda, passível das penalidades previstas nos artigos 56 e 57 da referida lei”, comentou a diretora executiva do Procon Içara, Karoline Calegari.

“O prazo máximo não pode passar de 15min em dias normais, e 25min em véspera e após feriados prolongados, dias de pagamentos dos servidores e de recolhimento de tributo”, pontuou Karoline.

Na última segunda-feira, o banco realizou o pagamento da multa, sem entrar com recursos da decisão proferida pela diretora. A quitação do valor recebido refletiu em um desconto de 50% no pagamento, conforme previsão em Lei Municipal 3071/2011.

Economia / Política

Prefeitura de Urussanga assina contrato de R$ 14,5 milhões do Finisa

O prefeito Gustavo Cancellier, assinou na manhã desta sexta-feira (14), o contrato com a Caixa Econômica Federal no valor de R$ 14,5 milhões, por meio do Financiamento à Infraestrutura e ao Saneamento (Finisa). A no Salão de Atos do Paço Municipal Lydio de Brida.

“Este é um recurso que dará uma agilidade, dentro da capacidade que o município tem de licitar e fazer as obras, já que ele é um financiamento que prefeitura tenha uma autonomia para as obras, com a prestação correta das contas. Esse processo só foi possível graças a uma junção de esforços de todos”, ressalta o superintendente de Negócios da Caixa Econômica Federal, Ricardo Bier Troglio.

Para o prefeito Gustavo Cancellier, a assinatura do contrato representa um importante passo para o desenvolvimento econômico do município. “Este é um recurso que fará uma grande diferença para a nossa cidade, onde iremos investir em obras importantes para o nosso município que focarão especialmente na infraestrutura e no crescimento econômico do nosso município. Todo esse trabalho só foi possível graças ao empenho dos nossos vereadores da base e também ao vereador Vanderlei Marcirio que votou a favor do projeto na câmara. Graças ao trabalho brilhante feito pelos nossos servidores que encaminharam as documentações em tempo recorde e com grande eficiência. Graças também à Caixa Econômica Federal que não poupou esforços para dar agilidade a este processo e graças também à toda comunidade que apoiou a contratação do Finisa”, enaltece o gestor municipal.

Para a assinatura do contrato estiveram presentes os representantes do Legislativo Municipal, servidores, secretários e diretores da Administração Municipal, membros da Caixa Econômica Federal, imprensa e comunidade.

Economia / Política

Financiamento da prefeitura de Urussanga é aprovado

Circulou ontem a noite no “grupo” do primeiro e segundo escalão da administração municipal de Urussanga a informação de que o financiamento de R$ 14,5 milhões da modalidade Finisa junto à Caixa Econômica Federal, foi aprovado em todas as esferas, faltando agora apenas a assinatura do contrato.

A Câmara de Vereadores autorizou a contratação do mesmo no último dia 24 de outubro, quando o prefeito se comprometeu com o vereador de oposição que com o seu voto possibilitou a aprovação deste, em retirar do total pretendido apenas R$ 10 milhões.

Economia / Política

Bom Jesus II: Administração Municipal de Urussanga realiza sorteio das casas

A Administração Municipal por meio da Secretaria de Assistência Social do município realizou na noite de terça-feira, (27), o sorteio das casas para as famílias que serão beneficiadas com a moradia no Residencial Bom Jesus II, localizado no Bairro Bom Jesus, em Urussanga.

A obra faz parte do Programa Minha Casa Minha Vida da Caixa Econômica Federal e foi iniciada ainda em 2012. No entanto passou por vários entraves que paralisaram as obras que foram retomadas em 2017 e finalizadas em 2018.

“O que estamos proporcionando é a realização de um sonho para estas famílias, além de uma grande realização para a Administração Municipal que, depois de tantos problemas que tivemos que resolver, conseguimos finalizar esse processo. Estamos proporcionando uma vida mais digna para estas famílias”, garante a secretária de assistência social de Urussanga, Izolete Duarte Vieira.

“Este foi um processo difícil e demorado. Encontramos profissionais empenhados para que esses entraves pudessem ser resolvidos e que pudéssemos fazer o sorteio das casas. Estamos felizes e emocionados de poder auxiliar na realização dos sonhos destas famílias”, garante o prefeito de Urussanga, Gustavo Cancellier.

O Residencial Bom Jesus II conta com 55 casas que fazem parte do Programa Minha Casa Minha Vida.

 

Política

Orcy Silva tem novo encaminhamento

A pavimentação da rua que está entre as recordistas em termos de citações na Câmara de Vereares, junto com outras duas vias do município, tem pelos menos novas informações a respeito.

O vereador “Zé Bis” (PP), descreveu na última terça-feira, o “calvário” referente, informando que a interrupção da obra se deu porque a empresa responsável enfrentou problemas de ordem financeira. Dessa forma, a administração municipal respeitando os prazos legais notificou a mesma empresa, em três oportunidades, o que não fez com que essa retomasse os serviços. Após então, foi tomada a medida de destituir a empreiteira, e acionar a segunda colocada da licitação. No entanto, a nova empresa entendeu que orçamento estava desatualizado e que com esse montante não poderia assumir a obra e concluí-la. A administração solicitou então  a Caixa Econômica Federal a atualização dos valores considerando o que ainda falta fazer. Ainda segundo o vereador, a CEF  assim atuou e devolveu para a prefeitura esse novo cálculo, e a administração deve lançar em breve uma nova licitação para a conclusão da obra.

Depois da informação trazida pelo vereador, buscamos saber junto ao executivo quanto a prefeitura irá desembolsar para essa atualização de valores, mas até o momento não obtivemos resposta.

A ordem de serviço, da já polemica pavimentação foi entregue 18 de novembro de 2016.

Áudio / Economia / Política

Ouça: Secretária garante às 55 casas do Bairro Bom Jesus para dezembro

Anos e anos se vão ao longo da história das 55 casas que compõem Conjunto Habitacional Bom Jesus II. Mas desde julho de 2016, quando a Caixa Econômica Federal interrompeu as obras porque a empreiteira responsável não estaria dando continuidade nas construções, a esperança se renovou a respeito das mesmas.

Visitas de vereadores, reportagens em loco e solicitações em Brasília, foram alguns das ações em torno do sonho de 55 famílias de Urussanga que ainda aguardam.

Agora, a Secretária Municipal de Assistência Social, Izolete Duarte Vieira, afirmou que as últimas providencias estão sendo tomadas, como reuniões com os beneficiados e representantes da CEF. E garantiu que até dezembro do corrente ano acontecerá a entrega das residências.

Destaque

Heriberto Michels gerente da CEF é destaque em Brasília

Como único representante da Região Sul do país, o gerente da Caixa Econômica Federal de Urussanga Heriberto Michels, esteve em Brasília no último dia 23, onde participou do evento “Um dia no CD” (Conselho Diretor), junto com representantes da área MEI, e outros da Rede, ou seja, gerentes, sendo um do Acre e outro de São Paulo. Os quais foram homenageados como destaques de resultados, perfil e vendas, as denominadas “metas”.

Diante do Presidente Nacional da Instituição Nelson Antônio de Souza e de outros membros da diretoria, Heriberto assim como os demais que tiveram esse reconhecimento precisou discursar, escolhendo o tema “Relacionamento” (interno e externo), enfatizando os colaboradores, clientes e a sociedade onde a agência está inserida.

Ao relatar a experiencia encampada pela agencia de Urussanga com a colaboração de toda a equipe, quando da realização de um jantar com a renda destinada ao Hospital Nossa Senhora da Conceição, Heriberto foi aplaudido de pé pelos que lá estavam.

Muito satisfeito com a conquista, o gerente de Urussanga, afirma ter voltado do Distrito Federal ainda mais motivado para continuar buscando esses resultados com a sua equipe, bem como, para manter o foco nesse principio de todas as atividades, no entanto, hoje em dia ainda mais importante que é o relacionamento. Sempre com o proposito de contribuir com o município.

Economia / Política

Público presente na reunião apoiou por unanimidade a contratação do Financiamento de R$ 14,5 milhões pelo município de Urussanga

Inicialmente prevista para a acontecer no Salão de Atos do Paço Municipal, a reunião onde o executivo apresentou a destinação dos valores que serão obtidos no financiamento da modalidade FINISA, junto a Caixa Econômica Federal, acabou sendo realizada nas dependências da Câmara de Vereadores.

Antes da participação do público, o membro da administração, Enio Coan, apresentou as informações sobre as obras elencadas no Planejamento Estratégico, as prioridades, além da capacidade de pagamento do município.

O gerente da agência de Urussanga da citada instituição, Heriberto, descreveu a operação reiterando que a referida modalidade se caracteriza pela aplicação dos recursos com foco na infraestrutura, além de frisar que todos os municípios da região contrataram a operação com diferentes valores.

Já o prefeito Gustavo Cancellier falou da expectativa gerada pelas obras que poderão servir para manter empresários que pretendem deixar o município.  E sendo direto, afirmou que Urussanga vive um momento delicado o que faz o investimento em infraestrutura o qual prioriza  área industrial e o anel viário ser um divisor de águas que pode evitar o agravamento da situação que já é desfavorável.

Em seguida, ocorreram as participações dos presentes onde houveram questionamentos, por parte de vereadores e representantes de diferentes setores da sociedade, quando foram discutidos a urgência por parte da administração, a modalidade, os juros e correção, as obras listadas e principalmente o montante.

No entanto, a maioria dos presentes já se mostrava favorável ao financiamento e as falas de alguns arrancaram até aplausos.

Ao final, depois do anuncio por parte do presidente do legislativo, Odivaldo Bonetti, de que nesta quinta-feira (18), será realizada um Sessão Extraordinária para a votação exclusiva do referido projeto, o prefeito Gustavo solicitou a manifestação dos participantes para saber se havia apoio para a contratação do montante anunciado, momento em que a maioria absoluta dos que ali estavam se mostraram favoráveis, o que deve pressionar o edis pela aprovação em plenário.

 

 

 

Economia / Política

Prefeito de Urussanga se reúne com vereadores e detalha o pretendido financiamento de R$ 14,5 milhões

Diante da maior decisão do seu governo até o momento, o qual se aproxima de dois anos, o prefeito Gustavo Cancellier busca a aprovação do projeto que autoriza a contratação de um financiamento de aproximadamente R$ 14,5 milhões, por parte da Câmara de Vereadores, a qual na última terça-feira com  a obstrução de cinco edis recusou a tramitação em “Regime de Urgência” do mesmo.

Oito dos nove membros do legislativo além de todos os assessores parlamentares das cinco bancadas eleitas, atenderam ao convite do gestor municipal, bem como os representantes da Caixa Economia Federal, na quinta-feira (11), e participaram de uma reunião no Paço Municipal.

Afirmando que o foco é o desenvolvimento e chamando atenção para o prazo de solicitação do referido financiamento junto a instituição, que seria curto, o chefe do executivo descreveu a destinação dos valores, a exemplo da área industrial e o anel viário; o cronograma de pagamento, o qual nos primeiros dois anos, ou ainda nesse mandato inclui somente amortização dos juros; a capacidade de pagamento do município, considerado um histórico com dados desde de 2013, e se propôs a também explanar o assunto a CDL e ACIU.

Os vereadores por sua vez, prometeram discutir o assunto imediatamente com as executivas dos seus partidos, e cogitou-se até a possibilidade de uma sessão extraordinária na próxima quinta-feira (18), uma vez que a desta terça-feira foi transformada em solene para homenagear à instituição Paraíso da CriançaCasa Lar, em razão do aniversário de 70 anos de sua fundação.

Conforme as informações, da modalidade FINISA, o pretendido financiamento deve ser pago até 2028, e já foi contratado por alguns municípios da região com diferentes montantes, além dos que aguardam avaliação.

Na semana passada quando bateu a porta da Casa do Povo, o projeto autorizativo gerou questionamentos dos edis, entre eles, o fato do prefeito em suas declarações recentes reiterar que em razão da eficiente gestão dispõe até R$ 7 milhões em caixa, além da administração não ter discutido o assunto antecipadamente com o próprio legislativo e a população local.

Em síntese, Urussanga vive os dias decisivos do assunto e pode contratar o seu maior financiamento até então.

Economia

Caixa inicia operações de concessão de créditos consignados em 26 de setembro

Os trabalhadores com carteira assinada celetistas em todo o país poderão procurar as agências da Caixa Econômica Federal em todo o território nacional, a partir do próximo dia 26 de setembro, para se habilitarem às operações de crédito consignado, nas condições de taxas de juros especiais dessa modalidade.

O benefício decorreu de reunião na sede do Ministério do Trabalho, em Brasília, nesta quinta-feira (30), durante a qual o presidente da Caixa Econômica Federal, Nelson Antônio de Souza, concordou com a solicitação do ministro Caio Vieira de Mello de iniciar as operações de concessão de créditos consignados, com garantia do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS).

Essa linha de financiamento estará à disposição de 36,9 milhões de trabalhadores com carteira assinada, que poderão solicitar empréstimo com taxas de juros mais baratas, nas agências da Caixa de todo o Brasil.

Segundo o Ministério do Trabalho, o acordo com a Caixa Econômica Federal é histórico, pois permitirá aos trabalhadores o acesso a crédito em condições privilegiadas de juros no mercado bancário, para quitar eventuais dívidas, sair de listas de inadimplência, efetuar reformas de residências, iniciar negócios individuais, adquirir bens e serviços, ou outras atividades, que os limites de crédito impediam.

O uso do FGTS para crédito consignado está previsto na Lei 13.313/2016. A principal função da garantia do saldo da conta do FGTS é que, em caso de demissão do trabalhador sem justa causa, o banco recebe até 10% do saldo da conta e 40% da multa por rescisão, limitado ao saldo devedor do empréstimo. A quantia ficará separada na conta do FGTS do trabalhador até que o empréstimo seja quitado, mas continuará a render normalmente.