Blog do Paulo Matias

Posts tagged assembleialegislativa

Cultura / Política

Deputada Paulinha (PDT) rebate críticas à roupa que usou no dia da posse

Na primeira sessão da assembleia legislativa de Santa Catarina a parlamentar comentou, “recebi muitos elogios e críticas ao meu decote, as quais aceito humildemente, fui atacada de diversas formas, até com menção de violência, vamos representar cada uma desses comentários violentos”. A ex-prefeita de Bombinhas ainda ressaltou que Santa Catarina é o quarto estado em que as mulheres são mais maltratadas.

“É preciso romper com o ciclo terrível de violência, uma pauta de homens e mulheres”, reiterou a deputada estadual.

Ada de Luca (MDB) e Ana Caroline Campagnolo (PSL) manifestaram apoio à colega.

“Sabia que Vossa Excelência faria um pronunciamento, estamos organizando a frente parlamentar contra a tortura, foi tortura, temos livre arbítrio, temos o direito de fazermos o que quisermos”, argumentou Ada.

“Uma situação triste, ofendida por diversas formas”, avaliou Ana Caroline, que criticou a vinculação, por parte da mídia, das críticas violentas ao decote à ascensão do conservadorismo. “Como se os conservadores fossem violentos”, reagiu.

Política

Deputados estaduais eleitos são empossados

Os 40 deputados eleitos para o mandato 2019-2023 na Assembleia Legislativa de Santa Catarina foram oficialmente empossados na manhã desta sexta-feira (1º), na sessão preparatória solene de instalação da 19ª Legislatura, realizada no plenário do Palácio Barriga Verde, em Florianópolis.

Conforme determina o Regimento Interno do Parlamento estadual, a solenidade foi presidida pelo parlamentar mais idoso entre os de maior número de legislaturas completas na Casa, neste caso, o deputado Romildo Titon (MDB), de 64 anos, que soma sete mandatos consecutivos. Ele foi auxiliado na condução dos trabalhos pelos deputados Neodi Saretta (PT) e Moacir Sopelsa (MDB).

Entre as diversas autoridades que acompanharam o ato, figuraram o governador do Estado, Carlos Moisés da Silva; o presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Rodrigo Collaço; o procurador-geral de Justiça do Ministério Público de Santa Catarina, Sandro José Neis; e o prefeito de Florianópolis, Gean Loureiro.

Após a leitura do termo de compromisso para a execução do mandato, um a um, os 40 deputados e deputadas eleitos nas eleições de outubro de 2018 foram chamados para prestarem juramento. Entre o grupo, 18 são estreantes no Legislativo estadual, sendo que três já ocuparam posição de suplentes no exercício do mandato.

Ao final da cerimônia, que durou cerca de 25 minutos, Romildo Titon declarou empossados os novos deputados e convocou uma nova sessão, para a eleição ao cargo de presidente da Assembleia Legislativa.

Política

Definidas posições na mesa da Assembleia

Durou pouco mais de uma hora a reunião que definiu os nomes dos ocupantes da única chapa que concorrerá à mesa diretora da Assembleia, e que terá o deputado Julio Garcia (PSD) como presidente.

Ficaram definidos:

Mauro De Nadal (MDB), como 1º vice;

Rodrigo Minotto (PDT), 2º vice-presidente;

Laércio Schuster (PSB, do bloco que tem o Progressistas, PRB e PV), 1º secretário;

Padre Pedro Baldissera (PT), 2º secretário;

Altair Silva (Progressistas), 3º secretário;

Nilso Berlanda (PR, que representa o bloco com o PSL), 4º secretário.

Nem o mais pessimista dos deputados acredita que outra chapa seja apresentada para disputar o comando da casa. O exímio articulador Julio Garcia construiu um acordo que não permitirá surpresas, tampouco o lançamento de alguma alternativa a cargos na mesa, conforme o especulado em torno dos nomes de Valdir Cobalchini e Moacir Sopelsa, ambos do MDB, isolados dentro da bancada, que apoia Mauro De Nadal.

A eleição da mesa será logo após a posse dos 40 deputados, 18 deles estreantes no Legislativo e três deles que já ocuparam a posição de suplentes no exercício do mandato.

Política

Posse dos deputados ocorre na manhã da próxima sexta-feira (1º)

A Assembleia Legislativa de Santa Catarina realiza na próxima sexta-feira (1º), às 9h, a sessão preparatória solene para a posse dos 40 deputados da 19ª Legislatura, eleitos em outubro do ano passado.

A solenidade será no Plenário Deputado Osni Régis, no Palácio Barriga Verde, em Florianópolis.

Conforme determina o Regimento Interno do Parlamento estadual, a sessão será presidida pelo deputado Romildo Titon (MDB), que é o parlamentar mais idoso entre os de maior número de legislaturas completas na Casa. Caberá a ele constituir a mesa de autoridades, convidar dois deputados para lhe auxiliá-lo na condução da sessão e proclamar o nome dos deputados eleitos. Em seguida, ele tomará o juramento dos parlamentares que, um a um, serão chamados para assinar o termo de posse.

O mandato dos 40 deputados é de quatro anos e vai de 1º de fevereiro deste ano a 31 de janeiro de 2023.

Economia / Política

Decreto oficializa desativação das ADRs em Santa Catarina

A desativação das 20 Agências de Desenvolvimento Regional (ADRs) foi oficializada em um decreto assinado pelo governador de Santa Catarina, Carlos Moisés. O documento detalha a forma como a desarticulação será feita, sob a coordenação de um grupo composto por representantes de diversos órgãos do governo.

De acordo com o decreto, todo o processo de desativação das ADRs deverá estar concluído até o dia 30 de abril. A extinção definitiva das agências será objeto da reforma administrativa, a ser encaminhada à Assembleia Legislativa em fevereiro. A publicação está prevista para a edição desta segunda-feira (21), do Diário Oficial do Estado.

“É uma promessa que estamos cumprindo, a de entregar um Estado mais leve, ágil, eficiente”, resumiu o governador, e uma transmissão ao vivo nas redes sociais.

Destaque / Política

Unidade administrativa da Alesc recebe nome do deputado Aldo Schneider

Sancionada pelo governador do estado, Carlos Moisés da Silva, em 8 de janeiro, a Lei 17.674 denomina Presidente Deputado Aldo Schneider a unidade administrativa da Assembleia Legislativa, situada à avenida Mauro Ramos, em Florianópolis.

Apresentado pela Mesa da Assembleia Legislativa, em novembro de 2018, o projeto de lei teve como proposta fazer uma homenagem póstuma ao presidente da Casa, baseado em seu histórico exemplar na carreira pública.

Aldo Schneider foi eleito em 2010, deputado estadual de Santa Catarina com 36.449 votos, e reeleito com 58.646 votos, em 2014. Na última Legislatura entre 2014 e 2018 foi indicado para presidir a Alesc. Como deputado, foi defensor do lema “dar pernas aos papeis”, já que se dedicava com presteza às demandas dos municípios que representava e, como presidente do legislativo, sempre prezou pela otimização da economicidade e da eficiência no Poder Legislativo, conforme demandado pela sociedade.

Aldo Schneider faleceu em 19 de agosto de 2018, enquanto ocupava a presidência da Assembleia Legislativa.

 

Política

Moisés adia a reforma administrativa para 2019

A reforma administrativa que o governador eleito Carlos Moisés da Silva (PSL) pretende fazer na estrutura do executivo catarinense só será enviada à Assembleia no ano que vem. Havia a possibilidade de que o governador Eduardo Pinho Moreira encaminhasse à assembleia as primeiras medidas, que já estariam em vigor no início de janeiro próximo.

A confirmação é do futuro líder do governo, deputado Coronel Onir Mocellin (PSL), que atribui a decisão a dois motivos; os 22 deputados que não estarão na próxima legislatura e que poderiam atrapalhar a tramitação, já que são maioria, e uma eventual derrota que a futura administração, sequer diplomada ou empossada, poderia sofrer.

A atitude de Moisés, amparada em sua equipe de transição, e na percepção de Mocellin e dos outros cinco deputados eleitos pela sigla do governador, que têm circulado pela Assembleia, é prudente.

Política

Oito dos dez deputados estaduais mais votados em Urussanga buscam a reeleição

Enquanto ainda existe um quadro indefinido na eleição majoritária do estado de Santa Catarina, a corrida pelas cadeiras do legislativo acontece de forma clara na denominada pré-campanha.

Entre os interessados das diferentes siglas, a busca pela reeleição predomina, o que positivamente permite ao eleitor avaliar a atuação do já legislador para então decidir se o mesmo deve continuar compondo a assembleia catarinense.

Entre os dez mais votados pelos urussanguenses, oito irão participar do pleito em outubro em prol do mesmo cargo com a expectativa de ampliar seus números.

No caso do PSD, ocorreu uma troca, José Nei Ascari deu lugar a Julio Garcia, que já até presidiu a assembleia e agora volta ao cenário político depois de um período em que esteve no tribunal de contas.

E o na época do PMDB, Renato Hinnig, que inclusive contou com esforço de um vereador local da mesma sigla, não deve concorrer.

Cultura

Foto Clube e Assembleia Legislativa realizam exposição sobre Monsenhor

A galeria da Assembleia Legislativa (AL) do Estado de Santa Catarina, Florianópolis, receberá a partir do dia 15 próximo, a exposição “100 Anos do Monsenhor Agenor Neves Marques”. Serão mais de 150 fotografias que retratam a trajetória de uma das mais importantes personalidades do Estado. Líder religioso, político e jornalista, escritor entre tantas outras atividades que desempenhava com maestria, o padre fez a diferença na vida dos urussanguenses. Faleceu em 31 de agosto de 2006.

Em Urussanga a mesma exposição foi realizada entre os meses outubro e novembro de 2014, no Business Center Rosalino Damiani, promovida pelo Foto Clube Urussanga.

Segundo o presidente do Foto Clube, Luiz Antônio Neves Marques, o Luizinho, o evento realizado na AL representa não só uma homenagem ao Monsenhor, mas a participação da Capital do Bom Vinho no circuito cultural catarinense.