Na noite de ontem representantes do PSL e do PSD de Urussanga se reuniram já em maior número.

Com foco nas eleições municipais do ano que vem, os entes políticos trataram daquilo que entendem necessário inicialmente, considerando a possibilidade de uma composição para os cargos da majoritária.

Ambos os grupos se dizendo conscientes de que o pleito de 2020 exigirá uma outra abordagem com o eleitor, talvez até mais identificada com siglas que ainda não estiveram no poder, os dois partidos sinalizam o interesse de seguirem juntos para se apresentarem como a denominada “alternativa”.

Fator importante para essa construção, embora o PSL tente manter ainda em segredo, é a provável filiação em breve da ex-vereadora Stela Maris Dagostin Talamini, que estaria após a sua aposentadoria na área da educação o que acontece no final de 2019, vindo de forma decidida para o cenário como apontamos em um post de 24 de maio.

O PSD por sua vez já levou para o citado encontro seus nomes, Rodrigo Fontanella e Jair Nandi.