Quatro deputados federais catarinenses aderiram ao requerimento para instalação da CPI da Lava-Jato:

Pedro Uczai, do PT, e Celso Maldaner, Rogério Mendonça e Valdir Colatto, do MDB.

Criticado por pretender ser instrumento de pressão sobre o juiz Sérgio Moro, o Ministério Público Federal e a Policia Federal, para matar a Lava Jato, o pedido se esvaziou. Celso Maldaner retirou sua assinatura.