Blog do Paulo Matias

Navegando na categoria Urgente

Economia / Exclusivo / Política / Urgente

Agência do Ministério do Trabalho de Urussanga deve fechar no final do mês

Embora alguns importantes seguimentos da cidade ainda não tenham conhecimento, a importante agência do Ministério do Trabalho existente em Urussanga, situada no Centro Comercial Ademir De Brida, deve fechar suas portas até o final deste mês de fevereiro.

A referida repartição que através de servidores competentes prestou um excelente serviço até aqui para empregados e empregadores será afetada por uma decisão administrativa que visa o enxugamento a qual não considera que existe uma inquestionável demanda de atendimentos que uma vez direcionados para Criciúma, como ocorrerá, trará  transtornos, atrasos e até prejuízos, além de ir na contramão do propósito do município de gerar emprego e renda.

O Blog buscou o posicionamento a respeito da Administração Municipal, Executiva Provisória do PSL, ACIU e CDL, até o momento só último, informou que irá mobilizar-se através de ofício enviado ao executivo imediatamente.

Urgente

Urussanga decreta situação de emergência devido aos problemas causados pela chuva

Após reunião realizada com a presença do coordenador da Defesa Civil de Urussanga, Rafael Sales e representantes das diretorias e secretarias do município, o prefeito, Gustavo Cancellier, decretou, Situação de Emergência no município devido às fortes chuvas que ocorreram especialmente na sexta-feira, dia 1º de fevereiro.

De acordo com os dados fornecidos pela Estação Experimental da Epagri de Urussanga, na sexta-feira (1º) choveu 86 mm na cidade, no sábado (02) choveu 78.7 mm e no domingo (03) choveu 14 mm. Um total de 178.7 mm nos três primeiros dias de fevereiro de 2019.

E a média histórica para Urussanga no mesmo mês é de 201 mm, o que significa que em três dias, choveu o equivalente previsto para todo o mês.

A alta incidência de chuvas também o ocorreu em janeiro, já que no município choveu o equivalente a 297 mm, sendo que a média histórica para Urussanga neste é de 199 mm.

Urgente

Carbonífera Catarinense emite nota sobre barragens em Lauro Müller

A empresa Carbonífera Catarinense, de Lauro Müller , emitiu nota, no início da tarde desta segunda-feira (28), tratando da segurança das barragens de mineração de sua responsabilidade. Uma delas, a Novo Horizonte, foi citada pelo site de informações Spotniks como área de alto risco.

A reserva tem capacidade, segundo a publicação, para 64,629 m³ de rejeitos.

Na nota, a empresa afirma que as duas barragens, Novo Horizonte e Boa Vista, estão em fase de desativação, sendo que a segunda já totalmente aterrada.

Além disso, a Carbonífera Catarinense afirma que “as estruturas foram vistoriadas em novembro de 2018 pelos órgãos competentes” e “cumpre as exigências por parte do órgão fiscalizador, incluindo o protocolo do Plano de Atendimento de Emergências para Barragens de Mineração (PAEBM)”.

Na íntegra:

A Carbonífera Catarinense Ltda. vem a público prestar esclarecimentos a respeito das barragens de mineração da empresa no município de Lauro Müller (SC). Ambas as barragens estão em fase de descomissionamento (desativação). A barragem Novo Horizonte atualmente encontra-se com apenas 4,5% da área original em operação, em uma área de aproximadamente 100 m². Já a barragem Boa Vista não se encontra mais em operação e está totalmente aterrada. As estruturas foram vistoriadas em novembro de 2018 pelos órgãos competentes. A companhia atende todos os requisitos legais estabelecidos na Portaria Nº 70.389/17 para barragens de mineração, bem como cumpre as exigências por parte do órgão fiscalizador, incluindo o protocolo do Plano de Atendimento de Emergências para Barragens de Mineração (PAEBM) nas Prefeituras Municipais e Defesa Civil dos municípios de Lauro Müller, Orleans, Pedras Grandes, Tubarão e Laguna para ambas as barragens, além do Comitê de Bacias do Rio Tubarão, Tubarão Saneamento, Agência Nacional de Mineração (ANM) e  Instituto do Meio Ambiente de Santa Catarina (IMA).

Urgente

Ouça: Secretário de Obras, faz os primeiros relatos sobre os danos causados pelas chuvas da tarde de ontem

Segundo o meteorologista Homero Haymussi, Urussanga foi o município da região em que aconteceu a maior precipitação, 56 mm. O que inevitavelmente causa danos e problemas nos bairros com áreas mais planas e no interior especialmente nas estradas.

O secretário municipal de obras e chefe da Defesa Civil, Emerson Jeremias, fez os primeiros relatos.

Política / Urgente

Crise: Deputados federais do PSL pedem a destituição da Executiva em SC

Documento assinado por três dos quatro deputados federais eleitos pelo PSL em Santa Catarina está requerendo ao presidente nacional do partido, Luciano Bivar, a “destituição” da Executiva estadual, presidida por Lucas Esmeraldino, atual Secretário do Desenvolvimento Econômico Sustentável do governo Carlos Moisés da Silva.

Entre as principais razões para a mudança os parlamentares relacionam a decisão de Esmeraldino de nomear uma nova Comissão Executiva Estadual, no final de 2018, sem ouvir as bases do partido, e de estar se distanciado das lideranças municipais. Alegam, ainda, que, assumindo cargo no primeiro escalão do novo governo, Lucas Esmeraldino está impedido de comandar o PSL em Santa Catarina.

Os três deputados reiteram apoio ao governo Moisés e indicam uma nova Executiva à Executiva para o estado. Ela teria na presidência a deputada federal diplomada Caroline De Toni, como vice o deputado federal diplomado Luiz Armando Schroeder Reis e como secretário-geral o deputado federal diplomado Daniel Costa de Freitas.

Veja a íntegra do requerimento: 

“Diante dos mais recentes acontecimentos envolvendo a direção e a condução do PSL em Santa Catarina, os deputados federais eleitos que subscrevem, depois de ouvir o clamor da base da sigla e também de militantes pró-Bolsonaro, manifestam discordância e estranheza acerca de alguns fatos.

Os parlamentares discordam veementemente da forma como foi “definida” a nova executiva estadual do PSL. No apagar das luzes de 2018, sem critérios, sem diálogo e de forma personalista. Os nomes foram escolhidos pelo presidente estadual da sigla, de forma unilateral.

Um líder partidário deve dialogar com a base para que disponha de legitimidade e, assim, tenha capacidade de mobilização da militância, de lideranças regionais e de eleitos. Isso não está acontecendo. Muito embora reafirmamos total apoio ao governador Carlos Moisés da Silva, eleito com a maior votação da história de Santa Catarina, os parlamentares não concordam a exclusão da base das decisões do rumo do PSL catarinense.

O grupo entende que os eleitos, suplentes, filiados e militantes precisam estar sintonizados com o projeto partidário claro e abrangente, projeto que este que precisa estar sintonizado com o Presidente da República, Jair Bolsonaro.

Ademais, o atual presidente estadual do PSL assumiu uma Secretaria importante no novo governo estadual e dificilmente conseguirá dedicar o tempo que a administração do partido merece e necessita neste momento tão delicado de transição política no Estado e no país.

Diante do exposto, e também de outras questões internas que ameaçam a estabilidade e o futuro do PSL catarinense, na forma como fora concebido, os deputados e líderes aqui nominados solicitam a imediata substituição da comissão provisória estadual de Santa Catarina, a ser composta da seguinte maneira:

Presidente: Caroline Rodrigues De Toni Vice-Presidente: Luiz Armando Schroeder Reis Secretário-geral: Daniel Costa de Freitas Primeiro-Secretário: Suelen Lara dos Santos Tesoureiro-Geral:  José Carlos Carvalho Lucas Primeiro-tesoureiro: João Vitor dos Santos Cechinel Vogal: Edgar Lopes Vogal: Julia Zanatta Vogal: Júlio Cesar Lopes Vogal: Marcelo Marcel Franco José da Silva Vogal: Rutinéia Rossi

Por fim, os deputados federais eleitos abaixo assinados ficam à disposição para fornecer o rol completo de documentos dos novos membros integrantes da executiva estadual provisória do PSL-SC.

Termos em que pedem deferimento. Brasília-DF, 9 de janeiro de 2019.”

 

 

Destaque / Urgente / Vídeo

Cocal Luz é transferido para segunda-feira, dia 26, por causa da chuva

O Governo Municipal de Cocal do Sul, Coopercocal e Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL) comunicam a todos os Sul-Cocalenses e municípios vizinhos que a abertura do Cocal Luz 2018 será transferida.

O evento que estava programado para ocorrer neste sábado (24), será realizado nesta segunda-feira (26) devido a previsão de fortes chuvas em toda a região.

Política / Urgente

Prefeito tem 20 dias para explicar ao MP, a transferência de servidores

A notificação do Ministério Público chegou o Paço nesta sexta-feira (08), e o prefeito de Urussanga, Gustavo Cancellier, tem 20 dias para apresentar sua explicação sobre porquê houve a transferência dos funcionários, quem são os contratados para substituir os transferidos e qual a forma de contratação destes.

Em razão de haverem duas denúncias com o mesmo objeto, uma feita pelos próprios servidores concursados transferidos e a outra pelo na época vereador em exercício, Luan Varnier (PSD), o MP instaurou um inquérito civil, no dia 08 de maio passado.

Existe a informação de que além dos quatro servidores em questão, outros três também foram transferidos por decisão do executivo.

Política / Urgente

João Rodrigues é autorizado a retomar o mandato parlamentar

Por decisão liminar do ministro do Supremo Tribunal Federal, Luis Roberto Barroso, o deputado federal João Rodrigues (PSD) que se encontra cumprindo pena no Presídio da Papuda, foi autorizado a retomar o seu mandato na Câmara dos Deputados.

Barroso atendeu o pedido da defesa do parlamentar, que contestou o fato de Rodrigues estar em regime fechado, quando o cumprimento da pena deveria ser no regime semiaberto. Na decisão, o ministro deferiu a liminar para que o deputado seja posto em uma unidade compatível com o regime fixado, ou seja, o semiaberto, ou em uma unidade onde possa usufruir dos benefícios do regime a qual foi condenado, a critério do Juízo da Execução.

Também já está autorizado desde já, a exercer as atividades parlamentares, o que deve acontecer na próxima segunda ou terça-feira (12). Segundo uma fonte, é provável que Rodrigues possa ficar em seu apartamento funcional, já que a princípio, não há em Brasília um local adequado para o cumprimento de sua pena.

Ainda ontem, a Mesa Diretora da Câmara convocou o primeiro suplente, Edinho Bez (MDB), para que a partir de amanhã assumisse o mandato no lugar de Rodrigues, que estaria extrapolando os 120 dias regimentais para o afastamento. Também foi retirado o apartamento funcional, e cortado o salário e a cota de gabinete. Com a decisão, Rodrigues terá o vencimento e os benefícios de volta.

Clique para ter acesso a decisão: http://d426a641be7890802f18aca957f235d6

 

Economia / Urgente

Avanços são conseguidos para região em reunião lideranças dos caminhoneiros

O Comitê de Gerenciamento de Crise da Regional de Criciúma, que congrega Polícia Militar, Polícia Civil, Defesa Civil, Corpo de Bombeiros, Exército, Epagri, Cidasc, DEAP e Agência de Desenvolvimento Regional (ADR), reuniu-se na tarde desta terça-feira, 29 de maio, com lideranças do movimento de paralisação dos caminhoneiros, e conseguiu alguns avanços nas negociações:

1. Permanecerão liberados os veículos contendo cargas de leite, rações, remédios, oxigênio e cargas vivas;
2. Permanecerão liberados todos os veículos de transporte público;
3. Serão liberados os veículos contendo cargas com G.L.P;
4. Serão liberados veículos contendo cargas de gasolina e diesel que estejam retidos nas barreiras.
5. Nos postos de combustíveis o abastecimento ocorrerá com limitação de 15 (quinze) litros por automóvel e 5 (cinco) litros por motocicleta.

Os proprietários de postos de combustíveis devem entrar em contato com seus fornecedores para identificação dos veículos que estejam parados em barreiras, para que seja providenciado abastecimento.
É importante ressaltar que os manifestantes estão sensibilizados com os reflexos negativos da paralisação e reiteram as reivindicações que são: redução no preço dos combustíveis (gasolina e diesel); redução dos impostos PIS/COFINS; redução das tarifas de pedágio e definição de valor mínimo de frete.