Blog do Paulo Matias

Navegando na categoria Turismo

Cultura / Destaque / Economia / Opinião / Política / Turismo

Nova Veneza: Leve, simples, real, motivada e exemplar

Encerrou-se na noite de ontem da 14ª edição da Festa da Gastronomia Típica Italiana, da vizinha Nova Veneza, evento que mais uma vez teve como principal atração os seus pouco mais de 14.000 habitantes.

A expectativa era de receber aproximadamente 100.000 pessoas, número ainda não confirmado mas que certamente independente do frio, Copa do Mundo e a não poluída divulgação, deve ter sido superado.

Se a gastronomia típica dá nome ao evento e de fato não deixa a desejar até nas mais modestas opções, a cultura e por consequência o comportamento é que são percebidos pelos visitantes.

Nos momentos que o Carnevale di Venezia remete ao luxo e quem sabe até o mistério de que escondido pelo mascara poderia haver um nobre que misturou-se ao povo para brincar como já foi em outro tempo no país de onde os neovenezianos descendem, imediatamente percebe-se que a ordem maior é de simplificar.

Na Festa de Nova Veneza, nada e nem ninguém é maior que o evento. Nenhum show nacional, que se acontece é gratuito. Nenhuma empresa, marca, comandante, divulgador, grupo ou conflito ganha destaque, porque isso não é permitido. A administração municipal e Associação de Turismo, mobilizam, fomentam sem qualquer estrelato, de forma leve e efetiva.

E nessa cidade que também tem agricultura e indústria fortes sem qualquer questionamento sobre a atenção dada a tradição, cultura e turismo, são eleitos prefeitos e vereadores a cada quatro anos. Mudam as administrações, partidos de situação e oposição e seus supostos simpatizantes, mas o foco não. Se um resgata e edifica a “Ponte dei Morosi”, o outro como o fez também nesse final de semana assina a ordem de serviço para a construção da “Rua Coberta”. Enquanto a intenção de construir o canal para a “Gôndola” já existente ganhar mobilidade, ganho corpo.

Os problemas, erros, discordâncias certamente também existem em Nova Veneza, claro, mas o modelo de festa que acaba sinalizando a realidade da cidade é exemplar, sem buscar um autor. Ao ponto que os entes políticos catarinenses atuantes em âmbito estadual ou federal perceberam isso e fazem questão de serem vistos no município que tem resultados reconhecidos a nível nacional.

A deputado Geovania de Sá empenhou-se o conseguiu o título merecido de Capital Nacional da Gastronomia Típica Italiana, o que resultou no descerramento de uma placa alusiva nessa manhã de domingo. E vale lembrar que o município não se intimida com o anseio da capital Florianópolis e também pleiteia a instalação do Consulado Italiano.
Ou seja, Nova Veneza definiu seu patamar, é do tamanho dos seus sonhos.

Cultura / Economia / Turismo

Festa de Nova Veneza começa com a participação dos idosos

A programação da 14ª edição de Festa da Gastronomia Típica Italiana começou nesta quinta-feira com uma série de ações voltadas ao Dia Mundial do Combate à Violência ao Idoso, que será comemorado neste dia 15 junho. Durante toda a manhã, os idosos tiveram contação de histórias, informações sobre saúde, embelezamento e se divertiram com jogos de três sete, dominó, além de saborear um almoço típico. O evento foi uma promoção da Associação Feminina de Assistência Veneziana (Afave), Conselho Municipal do Idoso e Prefeitura Municipal, na praça Humberto Bortoluzzi e contou com a participação de mais de 500 integrantes da Terceira Idade que ainda festejaram a data com um baile e o corte do bolo.

Para a presidente do Conselho do Idoso e primeira-dama Neni Frigo o dia evidenciou a importância que os integrantes da melhor idade têm para a sociedade. “Além de todos os idosos do município e da região, com o evento de hoje, oportunizou fazermos a inclusão daqueles que não são tão participativos durante as atividades do ano. A satisfação foi enorme em ver as pessoas que nunca participaram de outros eventos e estavam na praça vivenciando um dia na praça Humberto Bortoluzzi. Eles puderam prestigiar todas as atividades, o almoço de confraternização dos 127 anos de Colonização e 60 de emancipação político-administrativa, mas podemos também trabalhar esse importante tema que é combater a violência ao idoso e que deve ser discutido por toda a sociedade brasileira”, comentou.

 

Cultura / Economia / Política / Turismo

Representantes de diferentes associações e conselhos reagem ao suposto diagnóstico

A sede da Progoethe recebeu nesta tarde uma reunião que contou com questionamentos embasados e afirmações fortes, todas em reação a publicação distribuída no último final de semana na qual o conjunto de apontamentos que descreveriam pontos fortes e fracos da cidade foram atribuídos a um suposto conselho municipal.

O contratado pela administração para com o diagnóstico elaborar um planejamento estratégico, Enio Coan, teve a difícil missão de explicar aos representantes de diferentes associações e membros de conselhos constituídos que conteúdo era aquele; quem são os membros desse conselho; qual o objetivo da divulgação entre outros questionamentos.

Segundo Enio, o que veio a público não é o diagnóstico, ao ponto que a assessoria da prefeitura deve nos próximos dias esclarecimentos a respeito. Ainda segundo o economista a intenção do executivo ao compor esse conselho foi trazer representantes da sociedade para ajudar na escolha de prioridades.

Os participantes lembraram que vários conselhos do município que já atuaram como por exemplo na elaboração do Plano Diretor, os quais aguardam pela restruturação dos mesmos o que é de responsabilidade da administração, bem como a sua consulta quando são tratados assuntos relativos.

Na mesma reunião vieram a tona temas como Festa do Vinho, Patrimônio Histórico, a falta de um Diretor de cultura e Turismo, os quais segundo os presentes não recebem a necessária atenção dos governo municipal.

A discussão foi longa, e ao final embora o servidor público tenha reiterado que os dados que geraram a reação nem se quer deveriam ter sido assim apresentados, houve quem entendem-se que o ocorrido deve servir para um despertar dos citados.

Cultura / Economia / Política / Turismo / Video

Assista: Agora é lei – Nova Veneza é a Capital Nacional da Gastronomia Típica Italiana

Foi sancionada na tarde de hoje, a lei 13.678/18, de 13 de junho de 2018, que define Nova Veneza como Capital Nacional da Gastronomia Típica Italiana. A autoria é da deputada federal Geovania de Sá (PSDB/SC).

A proposta foi protocolada ainda no primeiro semestre de atuação de Geovania na Câmara. Ela justifica que a cidade é o reduto da cultura italiana no país. “A gastronomia é deliciosamente perfeita, com restaurantes que juntos chegam a servir 10 mil pratos por dia aos seus visitantes”, elenca a deputada.

Ela ainda lembra que o título, além de muito merecido, chega em um momento importante. “O município completa 127 anos de colonização nesta semana e este é um grande presente para os neovenezianos que preservam as tradições italianas na região”, comemora a deputada.

Já o prefeito Rogério Frigo salienta o aspecto econômico e ressalta que a conquista vai trazer ainda mais recursos para a cidade, que passará a se destacar ainda mais no aspecto turístico do estado e do país. “E estaremos preparados para receber a todos”, completa o prefeito.

Nova Veneza tem cerca de 15 mil habitantes e é a comida típica dos colonos italianos que alavanca o turismo local, atraindo milhares de pessoas semanalmente. Os restaurantes e cafés coloniais servem o que há de melhor nesta cultura gastronômica conservada, através de gerações, pelos descendentes que chegaram na região no século XIX.

Cultura / Economia / Política / Turismo

Diagnóstico de Urussanga: Progoethe quer esclarecimentos

Após a divulgação do denominado “Diagnóstico, Planejamento Estratégico e Conselho de Gestão”, segundo a diretoria da Progoethe, muitas dúvidas surgiram inclusive sobre o método aplicado para coleta das informações que constituem o citado trabalho.

Por essa razão foi convidado para uma reunião nesta quarta-feira (13), às 17h na sede da referida associação, o consultor da prefeitura de Urussanga, Enio Coan, responsável pelas informações mencionadas, para prestar esclarecimentos.

Cultura / Política / Turismo

Frigo assina ordem de serviço para construção da praça no bairro Bortoluzzi

O prefeito de Nova Veneza, Rogério Frigo assinou na manhã desta terça-feira (05), a ordem de serviço para a construção da praça do Bairro Bortoluzzi. O investimento será de mais de R$ 150 mil reais através de recursos próprios. O ato de assinatura foi realizado na Prefeitura Municipal.

O projeto contempla uma pista de caminhada, playground, academia ao ar livre, bicicletário, pergolado e reforma de pista skate.

Participaram do ato, o vice-prefeito Sérgio Alberto Spilere, o presidente da Câmara de Vereadores, Eloir Minatto, os vereadores César Pasetto, Arlindo da Silva, Aroldo Frigo, secretários e representantes da empresa Bratti, vencedora da licitação.

Cultura / Economia / Turismo

Baile de Máscaras de Nova Veneza surpreende aos convidados com o espetáculo “As Quatro Estações”

Com um grande espetáculo que fez um passeio do século XVIII aos tempos atuais, Nova Veneza deu início as festividades da 14ª Festa da Gastronomia Típica Italiana que acontecerá de 14 a 17 de junho. O Baile de Máscaras 2018 encantou aos mais de 400 convidados que se encantaram com os personagens exuberantes de época e contemporâneos do tema “As Quatro Estações”, de Antônio Vivaldi, nas dependências do Palazzo Delle Acque. O evento foi uma parceira da Associação Neoveneziana de Turismo (ANET) e a Secretaria de Cultura, Esporte e Turismo.

O espetáculo foi inspirado nas obras do compositor italiano e retratou a primavera, o verão, o outono e o inverno, além das cores, flores, animas e arte barroca, principal estilo da época. “Nós montamos um espetáculo em cima da obra de Vivaldi e cada nota dos sonetos das quatro estações fez parte de momentos vivemos na vida do autor. E esses momentos conseguimos retratar nas fantasias. Foram meses de pesquisa para dar uma iluminação, um olhar a mais e pudéssemos transportar para a apresentação como o sol que reina em todas as estações e, por isso, estava sempre presente no palco, além do vento, o mar, as cores, as flores. O espetáculo precisa ser entendido mesmo que não seja narrado. Quando se consegue passar para as pessoas a obra sem a narrativa é sinal que alçamos o nosso objetivo. É preciso evidenciar o trabalho do carnavalesco Paulinho Trindade que desenhou e produziu os adereços e os trajes entraram no contexto do espetáculo”, relatou a secretária de cultura, esporte e turismo, Susan Bortoluzzi Brogni.

O prefeito de Nova Veneza, Rogério Frigo evidenciou a todos os participantes do Baile de Máscaras. “Quero agradecer a todos os colegas prefeitos, deputados estaduais, secretário de estado e aos nossos parceiros que prestigiaram mais essa edição do Baile de Máscaras. Sinto orgulho em poder receber a tantas pessoas da nossa região e de outros estados do Brasil nesta noite fantástica dos preparativos da 14ª Festa da Gastronomia Típica Italiana”, afirmou.

Animaram o evento o grupo Mistura Fina, a cantora Sema Gorini, as sopranos Daiane Rosa e Beatriz Milanese, os tenores Juan Pablo e Delazeri e o Musical Altas Horas.

Áudio / Cultura / Destaque / Economia / Política / Turismo

Chegamos aos 140 anos: Presidente da Câmara, Odivaldo Bonetti

Na data emblemática em que Urussanga chega aos seus 140 anos, perguntamos para algumas pessoas que através processo político tem uma ligação direta com a gestão, fiscalização e formação de novos líderes, sobre o momento que vive nossa cidade.

Solicitamos um depoimento ao prefeito municipal, ao presidente da câmara, e aos presidentes do PP, MDB, PDT, PSD, PSDB e PT.

A medida que recebemos os áudios, postamos.

Áudio / Cultura / Destaque / Economia / Política / Turismo

Ouça: Chegamos aos 140 anos: Prefeito, Gustavo Cancellier

Na data emblemática em que Urussanga chega aos seus 140 anos, perguntamos para algumas pessoas que através processo político tem uma ligação direta com a gestão, fiscalização e formação de novos líderes, sobre o momento que vive nossa cidade.

Solicitamos um depoimento ao prefeito municipal, ao presidente da câmara, e aos presidentes do PP, MDB, PDT, PSD, PSDB e PT.

A medida que recebemos os áudios, postamos.