Blog do Paulo Matias

Navegando na categoria Economia

Economia / Política

Decreto oficializa desativação das ADRs em Santa Catarina

A desativação das 20 Agências de Desenvolvimento Regional (ADRs) foi oficializada em um decreto assinado pelo governador de Santa Catarina, Carlos Moisés. O documento detalha a forma como a desarticulação será feita, sob a coordenação de um grupo composto por representantes de diversos órgãos do governo.

De acordo com o decreto, todo o processo de desativação das ADRs deverá estar concluído até o dia 30 de abril. A extinção definitiva das agências será objeto da reforma administrativa, a ser encaminhada à Assembleia Legislativa em fevereiro. A publicação está prevista para a edição desta segunda-feira (21), do Diário Oficial do Estado.

“É uma promessa que estamos cumprindo, a de entregar um Estado mais leve, ágil, eficiente”, resumiu o governador, e uma transmissão ao vivo nas redes sociais.

Economia / Política / Turismo

Governador garante R$ 41 milhões para concluir a obra da ponte Hercílio Luz

A reunião de sexta-feira(18), para tratar do futuro da reforma da ponte Hercílio Luz deixou uma situação clara: o governador Carlos Moisés da Silva quer terminar a recuperação.

Ao final do encontro, disse que vai garantir os R$ 41 milhões em aditivos e novos contratos para entregá-la em dezembro. Parte do dinheiro virá dos juros do valor atualmente aplicado e ainda não investido na obra. O restante, sairá dos cofres do Estado, segundo o próprio governador.

A recuperação das bases provisórias vai ser feita com dispensa de licitação. Havia um impasse dentro do Deinfra em relação ao formato de contratação. Como as estruturas são fundamentais para a segurança da ponte, o governo vai contratar a própria Teixeira Duarte, também responsável pela recuperação da Hercílio Luz. Os serviços vão durar 90 dias, mas não impedem o avanço de outras frentes.

Economia

Prejuízos preliminares ultrapassam R$ 2 milhões de reais com a enxurrada em Nova Veneza

O Governo de Nova Veneza divulgou os números preliminares dos estragos causados pela enxurrada, da última quinta-feira 17), após um dia todo de trabalho das equipes da Defesa Civil Municipal e Regional. Foram contabilizados prejuízos que ultrapassam R$ 2 milhões de reais. Os dados apontam 290 residências, comércios atingidos, seis quilômetros de estradas vicinais de chão batido e 3,5 quilômetros no perímetro urbano comprometidos e oito pontes danificadas. Com os pontos de alagamentos, três famílias precisaram deixar as suas residências e 12 famílias ficaram isoladas na localidade de Sanga Curta, interior do município. Também três empresas, além de 28 unidades de comércio e serviços foram atingidas com o desastre. Chegam a onze os bairros com registros de pontos de alagamentos. São eles: Centro, Bortolotto, Nossa Senhora de Lourdes, Eliza, Bortoluzzi, São José, Baixada, São Bento Alto, São Bento Baixo, Rio Cedro Médio e Sanga Curta, no interior do município.

O prefeito em exercício e coordenador municipal da Defesa Civil, Sérgio Alberto Spilere  “Zé Spilere” comentou sobre os dados levantados das equipes que ultrapassam R$ 2 milhões de reais em estragos. “As nossas equipes trabalharam durante todo o dia para apurar os prejuízos. Nós continuamos na captação de dados para repassar a Defesa Civil do Estado e Federal. Nós temos uma audiência com o Secretário da Defesa Civil na segunda-feira e vamos levar os números preliminares na busca de recursos para a recuperação de estradas, pontes e construções de drenagens”, afirmou.

De acordo com o coordenador da Defesa Civil, Rosinei da Silveira, o processo continua com o preenchimento de formulários e relatórios do desastre nos próximos dias. “Nós vamos encaminhar as informações via sistema S2id e SISDC para o Governo do Estado e Federal e o processo deverá ser concluído num prazo de 10 a 15 dias. No Estado vai ter um prazo de 30 dias para fazer o exame de toda a documentação encaminhada e ser feita a homologação. A partir da homologação, poderemos pleitear algumas políticas públicas junto ao Governo do Estado. E com o reconhecimento do Governo Federal também poderemos buscar financiamentos para obras de recuperação de estradas e de pontes. E para a população, o com o cadastramento podemos oferecer, após o reconhecimento do Governo Federal, através do decreto de situação de emergência, a liberação do Fundo de Garantia para que possam reconstruir os seus muros, suas residências e como comprar eletrodomésticos”, ressaltou.

Cultura / Economia / Política

Asssita: Depois do desencontro, governador anuncia nova presidente da Santur

Carlos Moisés através das redes sociais, em companhia da vice Daniela Reinehr anunciou Flavia Didomenico para a presidência da Santur – Santa Catarina Turismo.

Graduada em Turismo e Hotelaria, com especialização em Turismo: Planejamento, Gestão e Marketing. Segundo o governador, Flavia terá a missão de desenvolver um setor que pode contribuir ainda mais com a economia do Estado, e o caminho inicial é o fomento de ações integradas valorizando a vocação turística de cada região de SC.

Economia

Representação dos produtores de fumo suspende negociações

Após a segunda rodada de negociações para a definição do preço do fumo para a safra 2018/2019, ocorrida ontem e hoje, (16 e 17 ), as entidades representativas dos produtores de tabaco, a Associação dos Fumicultores do Brasil (Afubra), as Federações dos Sindicatos Rurais (Farsul, Faesc e Faep) e as Federações dos Trabalhadores Rurais (Fetag, Fetaesc e Fetaep), decidiram suspender as negociações.

Esta decisão foi tomada, tendo em vista, que as propostas apresentadas ficaram abaixo da variação do custo de produção apurado tanto pelas empresas como pelas entidades para cada empresa, com exceção de duas empresas: uma, que apresentou proposta de reajuste com percentual acima da variação do custo de produção, mas um reajuste não linear; e a outra, apresentou proposta de reajuste acima do custo de produção próprio, porém, abaixo do custo apurado pelas entidades. Outro ponto de divergência, é que a maioria das empresas propõe aumento diferenciado por classe, sendo que uma, inclusive, propõe redução no valor de algumas classes em relação à tabela da safra passada. Outro fato, foi de uma empresa que desrespeitou o processo de negociação e anunciou, antecipadamente, aos seus produtores o percentual que traria para negociar, desestabilizando as negociações com as demais empresas.

A inconformidade das entidades foi encaminhada ao SindiTabaco, com o alerta de que esta indefinição trará prejuízos para toda a cadeia produtiva, especialmente para os produtores que terão significativa perda de renda, além de abalar e fragilizar a relação entre a Comissão e as empresas.

A partir de agora as entidades promoverão reuniões com os produtores de tabaco para debater o ocorrido no processo de negociação e definir os próximos encaminhamentos.  Somente uma nova posição das empresas fumageiras poderá reabrir as negociações.

Diante do quadro, as entidades sugerem aos produtores que pressionem suas empresas para que comprem realmente dentro das classes. Por fim, as entidades representativas reafirmam seu apoio incondicional à cultura do tabaco no Brasil, e continuarão na defesa dos interesses de seus produtores, sendo indispensável que o setor industrial também faça a sua parte.

As negociações poderão ser retomadas somente no caso de as indústrias revisarem sua posição.

O Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Urussanga e Cocal do Sul foi representando no evento que foi tomada essa decisão, pelo seu presidente Adefonso Baesso.

Cultura / Economia / Política / Turismo

Gôndola: uma nova embarcação para Nova Veneza é pauta audiência com Cônsul Raffaele Festa

O cônsul Geral da Itália, Raffaele Festa recebeu nesta quarta-feira (16), em Curitiba no Consulado Geral da Itália, o prefeito em exercício Sérgio Alberto Spilere acompanhado do correspondente consular e vereador Aroldo Frigo Júnior, para discutir sobre tratativas da vinda de uma nova gôndola à Nova Veneza e tratar sobre a possibilidade de isenções fiscais de importação e exportação da embarcação. Ainda na audiência, trataram de eventos culturais para incrementar a Festa da Gastronomia Típica Italiana que acontecerá de 20 à 23 de junho no município.

“Começamos a discutir a vinda de uma segunda gôndola devido as necessidades de restauração a cada cinco ou seis anos da embarcação.  Eu e o prefeito Rogério Frigo iniciamos as tratativas para trazer uma gôndola para Nova Veneza e o deputado estadual Darci de Matos se prontificou para liberar uma emenda parlamentar. Hoje estivemos junto com o representante consular Aroldo para estreitar esse processo no consulado e tentar viabilizar a isenção de impostos para o translado. Nós sabemos da importância da embarcação. Todos sabem a diferença e o salto do município no turismo antes e depois da chegada da gôndola. A embarcação é um marco de tradição e cultura para Nova Veneza. E o Benedeto Fiori também se colocou à disposição para ajudar nas tratativas”, revelou Spilere.

O agente consular Aroldo Frigo Júnior também acrescentou que, no mês de junho, irá viabilizar um evento ciclístico para comemorar a Semana da República Italiana. “A intenção é fortalecer ainda mais a italianidade em Nova Veneza e região e com esse evento irá atrair ciclista de todo o estado para comemoração da Semana da República Italiana, paralelo a Festa da Gastronomia”, afirmou.

“Em novembro está programada a ida para Veneza, na Itália para finalizarmos a compra e despachar as documentações necessárias”, pontuou o prefeito em exercício.

 

 

Economia / Política

Gestão Bolsonaro não terá marqueteiro, diz ministro

O ministro da Secretaria de Governo, Carlos Alberto dos Santos Cruz, disse em entrevista ao Estado que o governo Jair Bolsonaro não terá marqueteiro nos moldes de gestões anteriores, mas profissionais para fazer planejamento de mídia. Para ele, o marketing de governo “não pode ser uma forma de expansão de ideologia”.

Santos Cruz avalia que administrações passadas puseram a comunicação a serviço de um “projeto de poder” e anunciou a revisão de todos os contratos da área, estimados em até R$ 400 milhões apenas na Secretaria Especial de Comunicação Social (Secom).

General da reserva do Exército e ex-secretário nacional de Segurança Pública, o ministro afirmou que a discriminação de oficiais das Forças Armadas para cargos-chave no governo parte apenas de quem tem “interesse político”.

Economia

Presidente do Sindicato Rural participa de reunião em Porto Alegre

Adefonso Baesso, presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Urussanga e Cocal do Sul, encontra-se na capital do estado vizinho, participando de uma importante reunião com representantes dos produtores do próprio Rio Grande do Sul, Paraná e Santa Catarina, que tratam com as empresas compradoras e a Associação de Fumicultores do Brasil (Afubra).

O evento acontece na sede da FETAG, se estende até amanhã (17), e será encerrado com importantes definições para a classe.

Áudio / Economia / Política

Ouça: “Fortaleceremos as Associações de Municípios”, diz Ponticelli

Eleito para o comando da Federação Catarinense de Municípios (FECAM) na gestão 2019/2020, o prefeito de Tubarão, Joares Ponticelli (PP), assume com a missão de manter a defesa por um novo Pacto Federativo, identificar e disseminar as boas práticas das prefeituras catarinenses e focar no fortalecimento das Associações de Municípios e da organização municipalista no processo de desenvolvimento de Santa Catarina.

O ato de posse ocorreu nesta terça-feira (15), em cerimônia prestigiada, com a presença do governador, Carlos Moisés, da vice-governadora, Daniela Reinehr, representantes dos três poderes, Executivo, Legislativo, Judiciário, secretários de Estado, presidentes e diretores de entidades, universidades, parlamentares eleitos e em atividade, prefeitos, empresários, e demais lideranças. Durante a solenidade também foi assinado termo de cooperação técnica, entre a FECAM e a FIESC, para o desenvolvimento dos municípios e regiões de Santa Catarina em regime de parceria.

Joares Ponticelli, fala sobre as prioridades ao assumir a entidade para a gestão 2019/20.