Blog do Paulo Matias

Navegando na categoria Economia

Cultura / Destaque / Economia / Opinião / Política / Turismo

Nova Veneza: Leve, simples, real, motivada e exemplar

Encerrou-se na noite de ontem da 14ª edição da Festa da Gastronomia Típica Italiana, da vizinha Nova Veneza, evento que mais uma vez teve como principal atração os seus pouco mais de 14.000 habitantes.

A expectativa era de receber aproximadamente 100.000 pessoas, número ainda não confirmado mas que certamente independente do frio, Copa do Mundo e a não poluída divulgação, deve ter sido superado.

Se a gastronomia típica dá nome ao evento e de fato não deixa a desejar até nas mais modestas opções, a cultura e por consequência o comportamento é que são percebidos pelos visitantes.

Nos momentos que o Carnevale di Venezia remete ao luxo e quem sabe até o mistério de que escondido pelo mascara poderia haver um nobre que misturou-se ao povo para brincar como já foi em outro tempo no país de onde os neovenezianos descendem, imediatamente percebe-se que a ordem maior é de simplificar.

Na Festa de Nova Veneza, nada e nem ninguém é maior que o evento. Nenhum show nacional, que se acontece é gratuito. Nenhuma empresa, marca, comandante, divulgador, grupo ou conflito ganha destaque, porque isso não é permitido. A administração municipal e Associação de Turismo, mobilizam, fomentam sem qualquer estrelato, de forma leve e efetiva.

E nessa cidade que também tem agricultura e indústria fortes sem qualquer questionamento sobre a atenção dada a tradição, cultura e turismo, são eleitos prefeitos e vereadores a cada quatro anos. Mudam as administrações, partidos de situação e oposição e seus supostos simpatizantes, mas o foco não. Se um resgata e edifica a “Ponte dei Morosi”, o outro como o fez também nesse final de semana assina a ordem de serviço para a construção da “Rua Coberta”. Enquanto a intenção de construir o canal para a “Gôndola” já existente ganhar mobilidade, ganho corpo.

Os problemas, erros, discordâncias certamente também existem em Nova Veneza, claro, mas o modelo de festa que acaba sinalizando a realidade da cidade é exemplar, sem buscar um autor. Ao ponto que os entes políticos catarinenses atuantes em âmbito estadual ou federal perceberam isso e fazem questão de serem vistos no município que tem resultados reconhecidos a nível nacional.

A deputado Geovania de Sá empenhou-se o conseguiu o título merecido de Capital Nacional da Gastronomia Típica Italiana, o que resultou no descerramento de uma placa alusiva nessa manhã de domingo. E vale lembrar que o município não se intimida com o anseio da capital Florianópolis e também pleiteia a instalação do Consulado Italiano.
Ou seja, Nova Veneza definiu seu patamar, é do tamanho dos seus sonhos.

Cultura / Economia / Turismo

Festa de Nova Veneza começa com a participação dos idosos

A programação da 14ª edição de Festa da Gastronomia Típica Italiana começou nesta quinta-feira com uma série de ações voltadas ao Dia Mundial do Combate à Violência ao Idoso, que será comemorado neste dia 15 junho. Durante toda a manhã, os idosos tiveram contação de histórias, informações sobre saúde, embelezamento e se divertiram com jogos de três sete, dominó, além de saborear um almoço típico. O evento foi uma promoção da Associação Feminina de Assistência Veneziana (Afave), Conselho Municipal do Idoso e Prefeitura Municipal, na praça Humberto Bortoluzzi e contou com a participação de mais de 500 integrantes da Terceira Idade que ainda festejaram a data com um baile e o corte do bolo.

Para a presidente do Conselho do Idoso e primeira-dama Neni Frigo o dia evidenciou a importância que os integrantes da melhor idade têm para a sociedade. “Além de todos os idosos do município e da região, com o evento de hoje, oportunizou fazermos a inclusão daqueles que não são tão participativos durante as atividades do ano. A satisfação foi enorme em ver as pessoas que nunca participaram de outros eventos e estavam na praça vivenciando um dia na praça Humberto Bortoluzzi. Eles puderam prestigiar todas as atividades, o almoço de confraternização dos 127 anos de Colonização e 60 de emancipação político-administrativa, mas podemos também trabalhar esse importante tema que é combater a violência ao idoso e que deve ser discutido por toda a sociedade brasileira”, comentou.

 

Economia / Política

Servidores municipais de Forquilhinha recebem primeira parcela do 13º esta semana

Os servidores da administração municipal de Forquilhinha recebem nesta sexta-feira (15), de junho, metade do 13º salário. Pela lei trabalhista, o empregador tem prazo para pagar esta parcela até 30 de novembro do ano corrente. Por isso, há alguns anos a administração adianta a metade sempre no mês de junho.

De acordo com o secretario de administração e finanças de Forquilhinha, Ademir Brandieli Pedro, o pagamento nesta data é resultado do planejamento financeiro e do comprometimento da administração com o servidor público.

Cultura / Economia / Política / Turismo

Representantes de diferentes associações e conselhos reagem ao suposto diagnóstico

A sede da Progoethe recebeu nesta tarde uma reunião que contou com questionamentos embasados e afirmações fortes, todas em reação a publicação distribuída no último final de semana na qual o conjunto de apontamentos que descreveriam pontos fortes e fracos da cidade foram atribuídos a um suposto conselho municipal.

O contratado pela administração para com o diagnóstico elaborar um planejamento estratégico, Enio Coan, teve a difícil missão de explicar aos representantes de diferentes associações e membros de conselhos constituídos que conteúdo era aquele; quem são os membros desse conselho; qual o objetivo da divulgação entre outros questionamentos.

Segundo Enio, o que veio a público não é o diagnóstico, ao ponto que a assessoria da prefeitura deve nos próximos dias esclarecimentos a respeito. Ainda segundo o economista a intenção do executivo ao compor esse conselho foi trazer representantes da sociedade para ajudar na escolha de prioridades.

Os participantes lembraram que vários conselhos do município que já atuaram como por exemplo na elaboração do Plano Diretor, os quais aguardam pela restruturação dos mesmos o que é de responsabilidade da administração, bem como a sua consulta quando são tratados assuntos relativos.

Na mesma reunião vieram a tona temas como Festa do Vinho, Patrimônio Histórico, a falta de um Diretor de cultura e Turismo, os quais segundo os presentes não recebem a necessária atenção dos governo municipal.

A discussão foi longa, e ao final embora o servidor público tenha reiterado que os dados que geraram a reação nem se quer deveriam ter sido assim apresentados, houve quem entendem-se que o ocorrido deve servir para um despertar dos citados.

Cultura / Economia / Política / Turismo / Video

Assista: Agora é lei – Nova Veneza é a Capital Nacional da Gastronomia Típica Italiana

Foi sancionada na tarde de hoje, a lei 13.678/18, de 13 de junho de 2018, que define Nova Veneza como Capital Nacional da Gastronomia Típica Italiana. A autoria é da deputada federal Geovania de Sá (PSDB/SC).

A proposta foi protocolada ainda no primeiro semestre de atuação de Geovania na Câmara. Ela justifica que a cidade é o reduto da cultura italiana no país. “A gastronomia é deliciosamente perfeita, com restaurantes que juntos chegam a servir 10 mil pratos por dia aos seus visitantes”, elenca a deputada.

Ela ainda lembra que o título, além de muito merecido, chega em um momento importante. “O município completa 127 anos de colonização nesta semana e este é um grande presente para os neovenezianos que preservam as tradições italianas na região”, comemora a deputada.

Já o prefeito Rogério Frigo salienta o aspecto econômico e ressalta que a conquista vai trazer ainda mais recursos para a cidade, que passará a se destacar ainda mais no aspecto turístico do estado e do país. “E estaremos preparados para receber a todos”, completa o prefeito.

Nova Veneza tem cerca de 15 mil habitantes e é a comida típica dos colonos italianos que alavanca o turismo local, atraindo milhares de pessoas semanalmente. Os restaurantes e cafés coloniais servem o que há de melhor nesta cultura gastronômica conservada, através de gerações, pelos descendentes que chegaram na região no século XIX.

Economia / Política

Câmara terá reuniões extraordinária e Itinerante na próxima semana

Na segunda-feira (18,) a reunião extraordinária contará com a participação do Deputado Federal Ronaldo Benedet, que irá explanar sobre a legislação do setor elétrico brasileiro e alternativas para o Município de Urussanga, em atendimento ao Requerimento nº 47/2018, a qual acontece na Casa Legislativa.

Já na terça (19), data habitual das sessões, ocorre a Itinerante, com o objetivo de oportunizar a participação de representantes dos Bairros Bom Jesus, De Villa, Dois Rios, Rio Carvalho e São Pedro, de forma a exporem anseios e reivindicações das comunidades. Às 19h igualmente, mas no Centro de Múltiplo Uso do Bairro De Villa (Rodovia Genésio Mazon, Bairro De Villa).

Economia

Entrega das escrituras do “Lar Legal” depende dos três juízes que respondem por toda a demanda no Estado, afirmou X.PNG

O Diretor Geral da X.PNG Incorporadora, Anselmo Pizzolo e a Advogada Alini Marcon participaram de Sessão na Câmara de Vereadores de Urussanga nesta terça-feira (12).
A presença foi em atendimento a Requerimento de autoria do Vereador Gilson Casagrande (PP). Os representantes da empresa falaram sobre a regularização fundiária no município e os motivos do atraso na entrega das escrituras do Programa “Lar Legal”.

O programa tem o objetivo de legalizar áreas urbanas ocupadas em desconformidade com a legislação e cujos moradores não possuam reconhecimento formal de sua posse através de títulos públicos de propriedade.

O “Lar Legal” é uma iniciativa do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Assistência Social Trabalho e Educação, com o apoio do Ministério Público de Santa Catarina, Assembleia Legislativa e Tribunal de Justiça do Estado.

De acordo com Pizzolo o projeto teve início em Urussanga em 2012 com a solução de várias pendências burocráticas em relação aos terrenos beneficiados. Em 2015 começou efetivamente o trabalho de campo que sofreu alguns atrasos devido à dificuldade dos interessados em reunir toda a documentação necessária.

“Muitos não acreditavam no projeto e outros demoraram em conseguir os documentos solicitados e isso acabou atrapalhando o andamento do programa”, explicou Pizzolo.

O Vereador Gilson Casagrande solicitou aos representantes da X.PNG ao menos uma reunião semestral nos Bairros beneficiados com o programa para manter a população informada sobre o andamento dos processos.

A Advogada Alini Marcon esclareceu que foram concluídos os trabalhos de campo no Bairro Dois Rios com 61 famílias, no Bairro Pirago com 17, na Matrícula Benedet com 14, no Loteamento Dal Toé com 19, na Matrícula Magagnin com 13, no Loteamento Scarpatto com 40 famílias, no Bairro Brasília com 8 e no Bairro Rio América com 27 famílias.

“A entrega das escrituras depende agora da manifestação de um dos três juízes que respondem por toda a demanda no Estado. Atualmente são aproximadamente 45 mil processos à espera de decisão em Santa Catarina e todos que aderiram ao programa irão receber as escrituras”, registrou Alini.

O valor das escrituras para pessoas de baixa renda é de R$ 900,00 divididos em 20 parcelas de R$ 45,00 para as áreas urbanas de interesse social.

Economia / Política

Cocal do Sul irá pavimentar 1,5 quilômetros no interior em 2018 com o auxílio da Usina de Asfalto

Com a instalação da Usina de Asfalto adquirida recentemente em uma parceria entre os sete municípios que compõem o Consórcio Intermunicipal de Resíduos Sólidos Urbanos da Região Sul (Cirsures), Cocal do Sul já projeta a execução de melhorias em infraestrutura para o segundo semestre de 2018. Nesta quarta-feira (13), o prefeito de Cocal do Sul, Ademir Magagnin anunciou os projetos de pavimentação que serão executados nesta primeira etapa da utilização da usina.

Ao todo serão aproximadamente 1,5 quilômetro de asfalto com recursos próprios que compreenderão o projeto de pavimentação no interior. As Linhas Tigre, Ferreira Pontes e Vicentina receberão o primeiro trecho de melhoria.

“Nós já iniciamos a pavimentação da Linha Tigre. Os primeiros 300 metros estão asfaltados. Agora estamos executando o trecho de 500 metros com recursos próprios. Finalizamos a terraplenagem, correção de solo e estamos fazendo a drenagem porosa e, posteriormente, a preparação da base. Trabalho que deverá ser concluído em 45 dias para receber o asfalto da nossa usina”, ressalta Magagnin.

Economia / Política / Sem categoria

Congresso de Prefeitos em Florianópolis recebe hoje oito presidenciáveis

O ponto alto do terceiro dia (13), é a presença de oito pré-candidatos à Presidência da República. A partir das 8h30, Aldo Rebelo (Solidariedade), Álvaro Dias (Podemos), Ciro Gomes (PDT), Flavio Rocha (PRB), Geraldo Alckmin (PSDB), Henrique Meirelles (MDB), João Amoêdo (Novo) e João Goulart Filho (PPL) vão expor suas ideias de desenvolvimento para o país.

Todos os dias, a extensa agenda envolve palestras com conferencistas nacionais e internacionais, além de exposição-feira com produtos e serviços focados em tecnologia e inovação para a gestão pública.

Cultura / Destaque / Economia

Na semana do meio ambiente Coopercocal lança projeto Cooperar e Preservar

Com a proposta de chamar a atenção da sociedade sobre a necessidade de implantar medidas emergenciais para prevenir a degradação do meio ambiente e construir assim um mundo mais sustentável a Cooperativa Energética Cocal (Coopercocal) lançou o projeto “Cooperar e Preservar”, que consiste em reutilizar cruzetas retiradas das redes de energia e sem mais utilidade para a confecção de bancos e cachepôs, que serão doados a praças municipais e escolas da área de atuação da cooperativa conforme demanda dos materiais e cronograma pré-definido.

Com o lema “Há sempre mais um modo de usar o que a natureza nos dá” a ação busca minimizar os impactos ambientais e a preservação dos recursos naturais através da reciclagem.

Os primeiros objetos recicláveis foram colocados na praça da igreja matriz de Cocal do Sul, durante o evento Fundac na praça, realizado no último sábado (09), com a presença do presidente Altair Lorival de Melo, o mascote Benjamin, juntamente com o Josias Sorato, diretor da Fundação Municipal do Meio Ambiente de Cocal do Sul (Fundac).

Na ocasião o grupo das Mulheres Artesãs participaram do evento com exposição de artesanatos com foco em peças sustentáveis, modalidade que une o artesanato com a sustentabilidade ambiental, por meio da utilização da reciclagem na produção das peças confeccionadas.

Para o presidente da Coopercocal, Altair Lorival de Melo investir em meio ambiente e na comunidade significa investir no futuro de todos. “A cooperativa pratica constantemente ações voltadas a preservação do meio ambiente, temos o ateliê das Mulheres Artesãs da Coopercocal que trabalha em média 80% com materiais recicláveis. O que iria para o lixo se transforma em lindas peças decorativas ou utilitárias. O projeto Cooperar e Preservar também foca a questão da reciclagem e da sustentabilidade com reaproveitamento dos recursos naturais, beneficiando a população com a doação dos bancos e cachepôs”, ressalta.