Blog do Paulo Matias

Browsing Category Cultura

Cultura / Destaque / Economia / Política / Turismo

Nova Veneza realiza ato de consolidação e cooperação bilateral com Malo

Na manhã desta segunda-feira (19), foi realizado um ato de consolidação e cooperação bilateral entre Nova Veneza e Malo (Itália). O objetivo do encontro é fortalecer o Gemellaggio entre as duas cidades irmãs que irão assinar o acordo internacional acadêmico educacional.

O momento iniciou com os hasteamentos das bandeiras brasileira e italiana. Logo após o prefeito de Nova Veneza Rogério Frigo e a prefeito de Malo, Paola Lain descerram a placa do Gemellaggio no pórtico de entrada da cidade acompanhados do vice-prefeito Sérgio Alberto Spilere, do Conselheiro da Província de Vicenza, Roberto Sette e o vereador Maurizio Cogo. A comitiva também aproveitou para fazer o registro do carimbo em visita a gôndola.

De acordo com o vereador Aroldo Frigo Junior, Malo e Nova Veneza se assemelham em diversos aspectos. “Da gente, das famílias, dos hábitos passando pelo relevo e até mesmo na economia. Por isso são cidades irmãs”, ressalta.

“Nos sentimos muito bem acolhidos e emocionados por todos de Nova Veneza. E hoje à noite iremos entregar o documento de intenção de intercâmbio educacional e cultural”, ressalta a prefeita Paola Lain.

O prefeito Rogério Frigo afirma que a vinda da comitiva consolida ainda mais as características italianas da cidade de Nova Veneza fortalecendo o turismo no município. “São ações que vão garantir cada vez mais esse perfil de berço da cultura italiana e fomentando o nosso turismo”, explica o gestor.

Cultura / Destaque

Reitor da Udesc receberá Comenda do Legislativo Catarinense

O Reitor da Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc), Marcus Tomasi, é o homenageado do deputado estadual Rodrigo Minotto (PDT) para receber nesta segunda-feira (19) a Comenda do Legislativo Catarinense. A solenidade acontece a partir das 19h, no plenário da Assembleia Legislativa.

A maior honraria concedida pelo Parlamento de Santa Catarina reconhece personalidades e organizações que promovem o engrandecimento social, cultural, político e econômico do estado.

“Esta comenda representa o fortalecimento do ensino superior público e gratuito, a expansão e o acesso à universidade para atender estudantes de famílias de menor renda. A gestão do Reitor Marcus Tomasi se destaca pela inovação, relacionamento e sustentabilidade, com ênfase nas pessoas, na desburocratização e na transparência”, justifica o deputado Minotto.

Defensor da autonomia universitária, o Reitor Marcus Tomasi busca aproximar a Universidade à sociedade, na perspectiva de inclusão social, de melhoria da qualidade de ensino e da garantia do acesso a todos, como direito do cidadão e dever do Estado.

 

Cultura / Política

Geovania combate o tráfico de crianças e adolescentes

A deputada federal reeleita Geovania de Sá (PSDB) protocolou o Projeto de Lei 10935/2018. O PL altera o ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente) e estende até 18 anos a necessidade de autorização de um dos pais ou responsáveis para o menor viajar desacompanhado.

A parlamentar lembra que, atualmente, esta exigência é aplicada até os 12 anos. “E quando um menor acima de 12 anos viaja sozinho fica vulnerável ao tráfico de pessoas para trabalho ilegal, abuso e exploração sexual”, alerta a deputada, acrescentando que a alteração proposta amplia a proteção destes indivíduos e dificulta a ocorrência desses crimes.

O desaparecimento de crianças e adolescentes no mundo, de acordo com a ONU (Organização das Nações Unidas), cresce 10% ao ano e o Brasil é rota e fonte do tráfico de menores. Registra cerca de 50 mil casos de desaparecimento anualmente.

No entanto, a autorização judicial, pelo que propõe o projeto de lei, não será necessária quando a criança ou adolescente estiver acompanhada dos pais, de parente até o terceiro grau ou de pessoa maior, com autorização de um dos pais ou responsáveis por meio de documento com firma reconhecida.

O líder tucano na Câmara, deputado Nilson Leitão (MT), é coautor da proposta.

Cultura / Política

Bolsonaro vai reforçar comunicação digital do governo nas redes

Eleito presidente da República com campanha principalmente em redes sociais, Jair Bolsonaro (PSL) quer manter a estratégia e torná-las o principal instrumento de comunicação de seu governo, a partir de 1º de janeiro, quando assume o Palácio do Planalto.

Na última quarta-feira (07) a pedido de Bolsonaro, o vice-presidente eleito, general Hamilton Mourão (PRTB), esteve na agência de publicidade Isobar, uma das duas que cuidam das mídias sociais do governo Michel Temer (MDB). “O foco é reforçar a comunicação digital, que é a mídia do Bolsonaro, que é a mídia do (Donald) Trump “, disse o general Mourão.

Para ele, “aquele processo antigo de comunicação, via filmetes, propagandas tradicionais, será abandonado”. “A mídia digital é o método fundamental para conseguirmos nos comunicar, muito mais do que essas outras propagandas que gastam rios de dinheiro”, completou.

A missão de Mourão foi visitar a empresa para levar a Bolsonaro informações sobre o funcionamento das agências que cuidam da comunicação digital da atual administração e como o futuro governo pode aproveitá-las.

Há um contrato em vigor, de 45 milhões ao ano, que termina em março, mas pode ser prorrogado por mais um ano. “Eu defendo intenso uso das mídias sociais como forma mais eficaz de se comunicar com a sociedade. A comunicação do mundo moderno hoje é em rede”, afirmou o vice-presidente eleito.

 

Cultura / Turismo

Faixas elevadas não irão substituir semáforo

Na esquina da Barão do Rio Branco com a Presidente Vargas na área central de Urussanga onde foram instaladas as “faixas elevadas”, as quais visam principalmente atender a necessidade da acessibilidade, continuará funcionando o semáforo, só que não mais diante do Casarão dos Nichele.

Segundo a administração municipal, o referido semáforo e a câmara de segurança serão colocados de uma maneira diferenciada, na condição conhecida como “três braços”.

A providencia a fim de retirar a poluição visual existente diante do principal imóvel tombado da cidade, faz parte do projeto da revitalização praça. O qual imagina-se que esteja chegando ao seu final, depois de ter sido iniciado em 08 de julho de 2016, época que tinha previsão de entrega para março de 2017.

Áudio / Cultura / Destaque / Vídeo

AM 780, uma voz que se cala em favor de outra

A manhã desta terça-feira, 06 de novembro de 2018, entra para a história da radiodifusão de Santa Catarina, mais especialmente da Região Sul.

Sob a premissa de que sobrevivem não os mais fortes e sim os que se adaptam, neste caso, que retrata a inevitável evolução e modernização, foi necessário também se fazer forte, para resistir desde 1951, e hoje então, às 08h51min32s, com a certeza do dever cumprido ser desligada e dar lugar a aquela que irá lhe suceder.

O sinal da Amplitude Modulada – AM 780, através do seu transmissor foi silenciado no ato que reuniu o atual Diretor Presidente, Padre Daniel Pagani, acompanhado do Diretor Secretário, Sérgio Roberto Maestrelli, o qual representou os demais da diretoria e do Gerente Administrativo, André Niclele, os quais juntos apertaram o botão, encerrando esse ciclo marcado pioneirismo, coragem, persistência, competência e um enorme envolvimento da comunidade.

A ação marca efetivamente a nova forma de funcionamento da Rádio Fundação Marconi de Urussanga, que passa operar somente através da Frequência Modulada – FM 99.9

André Niclele, o jovem e competente gestor que teve a incumbência de liderar o desafiador processo de migração descreveu o sentimento desse momento, lembrou dos inúmeros profissionais que tiveram sua voz propagada no canal agora extinto e mostrou-se consciente de que as mudanças acontecem cada vez mais rápido.

Cultura / Destaque / Economia / Turismo

Apresentação da Epagri de vinhos resistentes a doenças foi muito elogiada

Passada a correria das eleições, mas ainda tempo, é hora de destacarmos o importe evento realizado na última quinta-feira (25), quando a Epagri de Urussanga apresentou vinhos resistentes a doenças.

A demonstração técnica foi feita na Estação Experimental e conduzida pelos técnicos da Epagri de Videira.

Com a introdução de 11 variedades de uvas viníferas resistentes a doenças (PIWI), oriundas da Alemanha e Itália cultivadas em Santa Catarina o trabalho vem sendo desenvolvido desde 2015.

Os aspectos produtivos e enológicos foram expostos durante o encontro e de acordo com os técnicos, apesar do clima úmido e quente as variedades apresentaram alta produtividade e resistência, quando cultivadas com uma redução no uso agrotóxicos de até 80%.

As classificadas com bom potencial passaram pelo processo de vinificação na Estação Experimental de Videira. Sendo elas, as uvas brancas Calardis Blanc e Felicia e a tinta Regent, bem como a Aromera, similar a Moscato, se destacaram pela produtividade e potencialidade para vinhos.

“A Calardis Blanc e a Aromera provavelmente serão usadas para a produção de espumantes. Enquanto a Felicia produz um vinho tranquilo, sendo bem cultivada na Alemanha e Áustria, explicou o coordenador da pesquisa em Urussanga, engenheiro agrônomo, Emilio Della Bruna.

Após a explanação técnica, os vinhos elaborados foram servidos para a degustação dos presentes que avaliaram os mesmos.

A possibilidade de através desse trabalho em regiões como a de Urussanga produzirem uvas viníferas e por consequência vinhos no padrão mais consumido pelo mercado, ainda com o diferencial da utilização de bem menos agrotóxicos, abre um novo capitulo na história da “nobre bebida”, que tem hoje como seu carro chefe o Goethe, o qual inegavelmente deu impulso na atividade.

 

 

Cultura

Lei torna obrigatório hasteamento e exposição da Bandeira Nacional e execução dos hinos do Brasil e do Município em Siderópolis

Já está em vigor a Lei nº 2.290 que torna obrigatório o hasteamento e exposição da Bandeira Nacional e a execução dos hinos do Brasil e do município nas escolas públicas e privadas da cidade e nas repartições públicas.

A mesma, proposta pelo executivo, teve aprovação dos vereadores e traz todas as recomendações para seu cumprimento.  “Temos que resgatar o civismo e o amor à Pátria. Os atropelos do cotidiano fizeram com que se perdessem valores importantes para a construção de cidadãos e Siderópolis quer trazer tudo isso de volta”, argumentou o prefeito Hélio Cesa.

Com oito artigos, o texto prevê o culto obrigatório à bandeira e aos Hinos Nacional, da Bandeira e do Município.

Nas repartições públicas é opcional a execução do hino, mas a bandeira deve ser hasteada no início e descerrada no final do expediente. Nas escolas municipais, uma vez por semana deverá ocorrer o hasteamento das bandeiras do Brasil, do Estado e do Município, sempre acompanhado da execução do Hino Nacional e Hino de Siderópolis. Em todos os dias letivos as bandeiras devem ser expostas e recolhidas no final das atividades. Uma vez por mês o Hino à Bandeira também deverá ser executado durante o hasteamento. Nas escolas estaduais a execução dos hinos é opcional.

Ainda de acordo com a Lei, o responsável pelo cumprimento será o diretor do estabelecimento de ensino. O município deverá ainda dar auxílio às escolas, concedendo bandeiras e dispositivos sonoros com os Hinos Nacional, Municipal e Bandeira.

 

Cultura / Destaque / Turismo

Pórtico de Caravaggio será o mais novo cartão-postal de Nova Veneza

Nova Veneza ganha mais um cartão-postal, a obra do pórtico de entrada no Distrito de Caravaggio que está em fase de conclusão, faltando apenas a parte de ajardinamento. Em seu projeto estrutural, a edificação foi construída com um dos lados por um grande pilar em pedra basalto, simbolizando o “Morro da Miséria” e o solo pedregoso que aqui os imigrantes encontraram em 1891. Se ergue imponente com 9 metros de altura. O projeto arquitetônico é José Luiz Ronconi e Rita Ronconi.

De acordo com um dos arquitetos, José Luiz Ronconi no projeto a cavidade no centro deixa transpassar a luz, simbolizando que mesmo a pedra, tem alma e transparência e permite a intervenção humana.

“Na outra extremidade o elemento pedra, se transforma e se ergue como elemento aço, simbolizando a transformação por que passou Caravaggio ao longo da história. A guinada do distrito, para as várias indústrias, trazendo nova base de trabalho e desenvolvimento. Sobre o pilar em aço, o elemento horizontal que nasce da pedra e simboliza a união entre as pessoas, a harmonia da comunidade de Caravaggio nas suas conquistas. O elemento vertical une homem e Deus, a terra e o céu. Com o elemento horizontal forma a cruz. Ao contrário do vertical, o elemento horizontal é leve, transparente, vazado, permite o transpasse dos ventos dos novos tempos. Os vazados em forma de cruz, reproduzem a planta do Santuário de Caravaggio”.

O investimento na obra é de R$ 227.663.05 com recursos provenientes do Ministério do Turismo.

Da base do novo pilar nasce o arco em direção ao pilar em pedra simbolizando o retorno ao passado. O elo histórico. O trabalho e perseverança dos antepassados. O arco tem articulações que fazem com que esta união não seja rígida, mas que tenha adequação aos movimentos e mudanças. Um olhar no passado, sem perder uma leitura clara e lúcida do futuro. O arco é balaustrado simbolizando o trabalho do artesão; a arquitetura dos imigrantes; o domínio das técnicas construtivas. A arte, os valores, as heranças culturais. A pedra é o basalto, típica da região e das primeiras edificações. O aço é o Corten, um tipo de aço que exposto ao tempo, cria uma camada de ferrugem, que se tornar um protetivo natural e impede a continuidade da corrosão. Como as marcas que o tempo lhe imprimirá. Pintado em dourado, alia beleza a todo seu significado. Nas duas faces em aço está um texto escrito em dialeto besgamasco e português, homenageando todos os imigrantes italianos que fundaram o distrito e que trouxeram a devoção que dá nome a Caravaggio. O texto traduz um pouco da história e transformação da comunidade.

O pórtico de entrada não tem exclusivamente a função de promoção da cidade. Simboliza o acesso, demarca a entrada. Tem significância para as pessoas que nela moram e para quem a visita. É o orgulho de quem parte e de quem retorna para casa. Ao transpor este portal nos sentimos de volta ao lar.