Blog do Paulo Matias

Browsing Category Áudio

Áudio / Economia / Política

Prefeito de Urussanga volta esperançoso de Brasília sobre a questão da energia elétrica

Na noite de ontem Gustavo Cancelier logo após acompanhar na Câmara dos Deputados em Brasília da votação do mérito pela Comissão de Minas e Energia da alteração proposta ao projeto de Lei 10.438, de 26 de abril de 2002 e a Lei 9.427, de 26 de dezembro de 1996, que uma vez aprovado em plenário concederia as empresas privadas fornecedoras de energia elétrica para 14 cidades não Brasil, entre elas Urussanga, os mesmos subsídios que as Cooperativas de Energia Elétrica hoje dispõem. Medida que no entendimento da administração e especialmente do vereador “Zé Bis”, traria a solução para a questão de diferenciação na tarifa existente em nossa cidade, se mostrava muito contente e confiante.

O referido projeto de autoria do deputado federal que não se candidatou a reeleição, Jorge Boeira (PP), que foi abraçado e modificado pelo agora eleito senador Espiridião Amin (PP), o qual é cotado inclusive para presidir a casa, precisa tramitar e obter aprovação das demais comissões da câmara antes de ir a plenário. Mas existe a esperança de Amin que esse seja votado ainda este ano.

Amin agradeceu os parlamentares que integram a referida comissão (áudio), citando a presença do prefeito de Urussanga.

Áudio / Economia / Política

Ouça: Secretária garante às 55 casas do Bairro Bom Jesus para dezembro

Anos e anos se vão ao longo da história das 55 casas que compõem Conjunto Habitacional Bom Jesus II. Mas desde julho de 2016, quando a Caixa Econômica Federal interrompeu as obras porque a empreiteira responsável não estaria dando continuidade nas construções, a esperança se renovou a respeito das mesmas.

Visitas de vereadores, reportagens em loco e solicitações em Brasília, foram alguns das ações em torno do sonho de 55 famílias de Urussanga que ainda aguardam.

Agora, a Secretária Municipal de Assistência Social, Izolete Duarte Vieira, afirmou que as últimas providencias estão sendo tomadas, como reuniões com os beneficiados e representantes da CEF. E garantiu que até dezembro do corrente ano acontecerá a entrega das residências.

Áudio / Cultura / Destaque / Vídeo

AM 780, uma voz que se cala em favor de outra

A manhã desta terça-feira, 06 de novembro de 2018, entra para a história da radiodifusão de Santa Catarina, mais especialmente da Região Sul.

Sob a premissa de que sobrevivem não os mais fortes e sim os que se adaptam, neste caso, que retrata a inevitável evolução e modernização, foi necessário também se fazer forte, para resistir desde 1951, e hoje então, às 08h51min32s, com a certeza do dever cumprido ser desligada e dar lugar a aquela que irá lhe suceder.

O sinal da Amplitude Modulada – AM 780, através do seu transmissor foi silenciado no ato que reuniu o atual Diretor Presidente, Padre Daniel Pagani, acompanhado do Diretor Secretário, Sérgio Roberto Maestrelli, o qual representou os demais da diretoria e do Gerente Administrativo, André Niclele, os quais juntos apertaram o botão, encerrando esse ciclo marcado pioneirismo, coragem, persistência, competência e um enorme envolvimento da comunidade.

A ação marca efetivamente a nova forma de funcionamento da Rádio Fundação Marconi de Urussanga, que passa operar somente através da Frequência Modulada – FM 99.9

André Niclele, o jovem e competente gestor que teve a incumbência de liderar o desafiador processo de migração descreveu o sentimento desse momento, lembrou dos inúmeros profissionais que tiveram sua voz propagada no canal agora extinto e mostrou-se consciente de que as mudanças acontecem cada vez mais rápido.

Áudio / Política

Bonetinho sai em defesa dos vereadores de oposição que reclamaram do prefeito

Ao usarem a tribuna na noite de ontem, os vereadores de oposição reclamaram do prefeito do Urussanga, por terem sido citados pelo mesmo em entrevista concedida na Rádio Marconi no dia seguinte a aprovação do projeto referente ao financiamento, quando o gestor lembrou o nome de cada um afirmando que esses não ajudam a cidade.

Ao protestarem em meio aos habituais apartes os integrantes do MDB, PT e PSD, lembraram do valor repassado através de emendas parlamentares que totalizou mais de R$ 800 mil, o qual o gestor municipal vem usando na área da saúde, montante que segundo os vereadores foi obtido com o empenho dos mesmos junto aos deputados, mas que sobre isso não são lembrados e relacionados.

No mesmo momento quando o “Zera Fila” também era destacado naquele plenário vieram as criticas ao fato da administração ter colocado fotos nas redes sociais dos supostos atendidos com exames, o que na opinião desses legisladores é humilhante.

Ainda com relação a atitude do prefeito, ao final da sessão nas considerações pessoais, o presidente da casa, Odivaldo Bonetti que é da situação, saiu em defesa dos reclamantes (áudio), afirmando que cobrou do cehfe do executivo mesmo já no dia da entrevista, o respeito a posição dos vereadores que constituem um poder independente.

Áudio / Economia / Vídeo

Asfalto do Rio Carvão tem inicio

Com a conclusão prevista em duas semanas, teve início neste sábado (27), a efetiva aplicação da massa asfáltica no trecho de quase dois quilômetros que passa pelas localidades de Rio Carvão, no interior de Urussanga.

A Obra de custeio do governo do estado é aguardada pelos que ali residem a mais de quatro décadas, e embora compreenda só um trecho da rodovia é considerada uma conquista fruto de uma mobilização da associação de moradores, especialmente com a campanha, “Sem asfalto não tem voto”.

O presidente da ACRIC, Associação de Moradores de Rio Carvão, Sidnei Casagrande “Chiquinho”, visivelmente emocionado afirmou que todos os envolvidos estão de parabéns e inclusive lembrou daqueles faleceram sem ver a realização da obra.

Para a entrega da pavimentação, o prazo considerado é fevereiro de 2019.

Áudio / Política

Ouça: “Deco” se coloca como candidato a prefeito em 2020

Ainda filiado ao MDB, o vereador Vanderlei Marcirio “Deco”, vem manifestando sua intenção de concorrer ao cargo de chefe do executivo em 2020, possibilidade que seria cogitada ainda por outras duas siglas.

Durante a tensa Sessão da Câmara de vereadores, na qual aconteceu a aprovação do projeto autorizativo para contratação de financiamento por parte da prefeitura, quando o edil votou favorável, e depois em entrevista que concedeu, Vanderlei Marcirio, reiterou, colocando-se como candidato a prefeito nas próximas eleições municipais.

No dividido MDB de Urussanga, realidade perceptível inclusive na própria Câmara, não se percebe pelo menos por enquanto sinais na direção dessa candidatura. E “Deco” prometeu falar de forma mais detalhada sobre essas outras possibilidades, após o segundo turno do pleito estadual.

Áudio / Política

Câmara de Içara terá na pauta o parecer sobre a nomeação de vereadores

Os vereadores de Içara deverão definir na próxima sessão sobre a constitucionalidade do projeto que restringe aos legisladores assumir cargos de confiança no Poder Executivo.

Conforme o presidente Alex Ferreira Michels (PSD), o parecer será votado na segunda-feira (22). Se for derrubado o entendimento jurídico de inconstitucionalidade, por não estar em concordância com o modelo do Estado e da União, seguirá então para votação da matéria.

A proposta veda aos vereadores ocupar cargo, função ou emprego na Administração Pública Direta ou Indireta do Município de que seja exonerável a qualquer momento.

O novo projeto foi protocolado em março deste ano por Israel Jorge Rabelo (MDB), com assinatura também do próprio presidente de Alex Ferreira Michels e Márcio Dalmolin que são do PSD, Antônio de Mello, Laudelino Calegari e Márcio Realdo Toretti, esses do MDB, Eduardo Michels Zata e Itamar Oloyde Da Silva que são do PP.

Áudio / Economia / Exclusivo

EFLUL explica o reajuste na conta de energia, destacando custos de aquisição e encargos setoriais

A diretoria da Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) aprovou na última terça-feira, o reajuste tarifário da concessionária Empresa Força e Luz Urussanga Ltda (EFLUL).

Ao calcular o mesmo, conforme estabelecido no contrato de concessão, a agência considera a variação de custos associados à prestação do serviço. A qual afirmou, que os itens que mais impactaram no reajuste de Urussanga foram os custos de aquisição de energia e os encargos setoriais.

Pedimos ao gerente da empresa, Jander de Agostin, que explicasse o porquê do reajuste e esclarecesse qual é o aumento médio para as diferentes classes de consumidores.

Jander reiterou também, que um pequeno percentual dentro do reajuste é a parte que fica com a empresa.

Afirmando que o percentual destacado é negativo na comparação com o ano passado, o gerente afirmou que na maior parte do valor arrecadado com o reajuste, a empresa atua como mero repassador.

A empresa atende 6.740 unidades consumidoras no município. As novas tarifas entraram em vigor, ontem dia 29.