Blog do Paulo Matias

Escrito por Paulo Matias

Economia / Política

Emenda de R$ 1 milhão para asfalto no Rio Carvão está na conta, mas aguarda definição

Mesmo após o governo do município ter ventilado que pretende dar continuidade a pavimentação asfáltica na Rodovia dos Mineiros no prosseguimento do trecho de aproximadamente dois quilômetros feito recentemente pelo Estado, desde que foi anunciada em um evento na localidade de Santana, a conquista do vereador Odivaldo Bonetti, da emenda parlamentar do na época deputado federal, João Paulo Kleinubing, no valor de R$ 1 milhão, que seria destinada também para esse mesmo fim, é aguardada. Continue lendo …

Economia / Política

Reforma da Previdência é aprovada na CCJ por 48 votos a favor e 18 contra

Depois de 62 dias do envio da Reforma da Previdência, a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara deu o sinal verde para a proposta do governo, que segue agora para análise de mérito na Comissão Especial. A admissibilidade foi aprovada por 48 votos a 18. A aprovação foi sucedida de comemoração dos governistas e vaias da oposição. Continue lendo …

Política

Eleições 2020: Entes sediados em Florianópolis sondam possíveis coligações para eleição municipal de Urussanga

Depois do pleito de 2016 e seu desfecho, ouve a percepção admitida ou não de políticos dos partidos locais sobre a possibilidade de coligações que não aconteceram na oportunidade.

Enquanto alguns discretos gestos são feitos por lideranças municipais, entes sediados na Capital do estado já foram mais específicos e sondaram alguns destes, perguntando sobre possíveis composições.

Ao mesmo tempo, a cada dia mais dúvidas vão surgindo sobre a participação efetiva de novos partidos na referida eleição de Urussanga, uma vez que alguns desses não estão conseguindo demonstrar as necessárias estruturações para concorrer.

Cultura / Destaque / Política

Siderópolis sanciona Lei que proíbe nomeação de pessoas condenadas pela Lei Maria da Penha

O prefeito Hélio Cesa, sancionou duas importantes leis na tarde dessa terça-feira (23). As alterações na legislação municipal foram propostas pelo vereador Clademir Manoel de Souza e aprovadas pelo legislativo de Siderópolis.

A primeira diz respeito à Lei que veda a nomeação para cargos em comissão de pessoas que tenham sido condenadas pela Lei nº 11.340 – Lei Maria da Penha. No mesmo ato também sancionou a Lei que cria o Conselho Municipal dos Direitos da Mulher de Siderópolis (Comdims).

Helio Cesa comemorou o que considera avanço para o município. “Com certeza são conquistas para Siderópolis. No mundo atual é necessário dar atenção especial para a população feminina. O Comdims e o impedimento de contração de cargos que tenham afetado o respeito pelas mulheres, irão aumentar ainda mais a conscientização dos cidadãos quanto à violência que deve ser interrompida”, comentou o prefeito, ao lado do vice-prefeito, Xande Feltrin e lideranças municipais.

 

Política

PSDB catarinense ficará com Tebaldi

Com o agradável termo agradável “consenso”, o PSDB de Santa Catarina anunciou que o ex-deputado Marco Tebaldi assumira a presidência estadual do partido.

Assim como o MDB, o PSDB Barriga Verde não conseguiu seque anotar a placa quando do acontecido de outubro passado. E deste vieram os fatos subsequentes como principalmente a saída de quem sabe a maior liderança qualificada como renovação, o ex-prefeito de Blumenau, Napoleão Bernardes.

Trazendo o assunto para a nossa região, a deputada que foi na contramão do Tsunami, conseguindo ainda dobrar sua votação, Geovania de Sá, a qual já conta grande reconhecimento em Brasília sinalizou internamente ao partido que não tinha interesse no cargo.

Semelhante novamente ao citado MDB, o PSDB do estado se vê quando busca reinserir-se no cenário entre o antigo e o novo.

Política

Eleição para prefeito de Criciúma pode ter ganhado um novo candidato

Depois de um discurso forte feito na Câmara de Vereadores ontem, o empresário Gilson Pinheiro que ainda não tem filiação partidária, pode ter sinalizado sua entrada do na disputa pela prefeitura de Criciúma em 2020.

Um grupo liderado por Pinheiro já vem se mobilizando e teria buscado para concorrer ao cargo o também empresário, César Smielevski, o qual declinou da possibilidade.

Convidado para falar no legislativo sobre a obra do rebaixamento e da passagem de pedestres que estão sendo preparadas pela administração de Salvaro, na Avenida Centenário, Pinheiro fez duras criticas ao atual prefeito.

Gilson Pinheiro foi um dos fundadores do PSDB em Criciúma, em 1989, mas acabou não seguindo carreira, uma vez que se mudou para Florianópolis onde conduziu seus bem-sucedidos negócios e acabou se desfiliando do referido partido.

Por enquanto a cidade polo da região convive com alguns possíveis nomes para o próximo pleito municipal. Assim, na busca pela reeleição Clésio Salvaro deve enfrentar o novo comportamento do eleitor, surgido em outubro passado e os prováveis candidatos que também acreditam no momento político do país.

Economia

Bolsonaro sanciona nesta quarta a criação de Empresas Simples de Crédito

O presidente Jair Bolsonaro vai sancionar a lei do senador Jorginho Mello (PR) que cria as Empresas Simples de Crédito (ESC). O evento vai ocorrer nesta quarta-feira (24), às 15h, no Palácio do Planalto. “É uma grande conquista. As micro e pequenas empresas poderão tomar empréstimos com juros mais baixos”, explicou o senador Jorginho Mello, presidente da Frente da Micro e Pequena Empresa do Congresso Nacional.

O projeto, aprovado pelo Congresso no dia 19 de março, busca criar mais alternativas de crédito, e de uma forma mais barata, para as micro e pequenas empresas e os Microempreendedores Individuais (MEI).

Conforme pesquisa realizada pelo Sebrae em 2018, para 51% dos empresários do segmento, a redução dos juros seria a principal medida para facilitar a tomada de empréstimos, enquanto que, para 17%, a diminuição da burocracia seria outra maneira de aproximar o setor dos bancos.

Com a efetivação da ESC, a tendência é que seja ampliada a competição com os bancos, assim como a oferta de financiamento onde as grandes instituições bancárias não atuam. “Com a Empresa Simples de Crédito, o dono de pequenos negócios terá mais acesso ao crédito e, com isso, ele pode se reinventar, sair do vermelho e reestruturar sua empresa, podendo até empregar mais”, afirma o presidente do Sebrae, Carlos Melles.

A ESC poderá atuar com operações de empréstimo e desconto de títulos de crédito, mas só poderá emprestar dinheiro com capital próprio, sem captar recursos de terceiros para emprestar mais. Uma Empresa Simples de Crédito também estará proibida de cobrar qualquer tarifa, e o limite de faturamento será de no máximo 4,8 milhões por ano.