Blog do Paulo Matias

Política

Ricardo permanece com a cadeira e João Rodrigues readquire o direito de concorrer em eleições

A decisão tomada de forma individual pelo ministro Gilmar Mendes do Supremo Tribunal Federal, em favor do ex-deputado João Rodrigues (PSD), faz com que o mesmo deixe a condição de inelegível.

No entanto, assim que essa foi amplamente noticiada na noite da última sexta-feira (13), surgiram questionamentos se a referida faria com João Rodrigues, tomasse a cadeira do deputado federal eleito pela nossa região, Ricardo Guidi, do mesmo partido.

A imprensa, Guidi tem explicado desde então, que a decisão de Gilmar Mendes, o tem alcance ao mandato, e sim, da somente condição a João Rodrigues de concorrer a novos pleitos.

“Eu recebi com tranquilidade. Já se dizia em Brasília principalmente, que o deputado João Rodrigues deveria recuperar a sua elegibilidade, por causa da prescrição e por esse mesmo caso ele não conseguiria recuperar o mandato. É uma decisão que não tem como retroagir. É uma decisão do STF, que não é o colegiado correto para dar ou tirar mandato”, afirmou Ricardo.