Blog do Paulo Matias

Política / Vídeo

Bolsonaro antecipa que não vai declarar a apoio na corrida ao governo de Santa Catarina

A primeira atitude do candidato à presidência da república pelo PSL, Jair Bolsonaro, voltada para Santa Catarina, seguiu a linha de raciocínio apresentada pelo mesmo até aqui, a que prioriza sua eleição.

Depois de obter em Santa Catarina mais expressiva votação (65,82%) entre as unidades da federação (65,82%), Bolsonaro afirmou em entrevista na Rádio Jovem Pam nesta manhã que embora tenha o candidato do seu partido na disputa de segundo turno, não vai declarar apoio a ninguém, porque poderia assim prejudicar sua candidatura.

No próximo dia 28, Gelson Merisio do PSD e Comandante Moises do PSL disputarão o cargo de governador.

Merisio por sua vez, anunciou antes da eleição de primeiro turno que seu voto seria de Bolsonaro, na época o presidente o partido em Santa Catarina, Lucas Esmeraldino, chegou a divulgar um vídeo com o filho de Bolsonaro fazendo críticas a manifestação do candidato da coligação “Aqui é Trabalho”.

Com a declaração de hoje o candidato a presidência reconhece o cálculo obvio que mostra como sua votação foi constituída. Com os eleitores de Merisio (31,12%), somados aos do Comandante Moisés (29,72%) e mais aproximadamente (6%), de outros, o que justifica sua decisão mais sinaliza que qualquer um dos dois que chegaram ao segundo turno no estado Barriga Verde será bem visto caso vença a eleição, na hipótese de Bolsonaro se tornar presidente.

Deixe um comentário

teste