Blog do Paulo Matias

Áudio / Economia / Exclusivo

EFLUL explica o reajuste na conta de energia, destacando custos de aquisição e encargos setoriais

A diretoria da Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) aprovou na última terça-feira, o reajuste tarifário da concessionária Empresa Força e Luz Urussanga Ltda (EFLUL).

Ao calcular o mesmo, conforme estabelecido no contrato de concessão, a agência considera a variação de custos associados à prestação do serviço. A qual afirmou, que os itens que mais impactaram no reajuste de Urussanga foram os custos de aquisição de energia e os encargos setoriais.

Pedimos ao gerente da empresa, Jander de Agostin, que explicasse o porquê do reajuste e esclarecesse qual é o aumento médio para as diferentes classes de consumidores.

Jander reiterou também, que um pequeno percentual dentro do reajuste é a parte que fica com a empresa.

Afirmando que o percentual destacado é negativo na comparação com o ano passado, o gerente afirmou que na maior parte do valor arrecadado com o reajuste, a empresa atua como mero repassador.

A empresa atende 6.740 unidades consumidoras no município. As novas tarifas entraram em vigor, ontem dia 29.