Blog do Paulo Matias

Arquivos por data abril 2018

Cultura / Destaque / Economia / Política

Forquilhinha completa 29 anos de emancipação com programação festiva

A cidade mais germânica do sul do estado completa 29 anos de emancipação política administrativa no próximo dia 26 de abril. E para comemorar foi preparada uma programação festiva com várias atrações.

Iniciando as 10h com o tradicional passeio ciclístico saindo da Praça do Centenário, às 11h chegada, na Praça dos Imigrantes Alemães, com sorteio de bicicletas e brindes aos participantes. Das 11h30 às 13h30,  almoço com gastronomia variada no Salão Paroquial da igreja Matriz, venda de ingressos no local. Às 14h corte do bolo em comemoração ao aniversário do município, a partir das 14h30 apresentações culturais, 16h show de talentos e encerrando as 19h30 com a apresentação do Cirquinho do Revirado.

Ao longo do dia haverá ainda Brinquedoteca, Trenzinho da Alegria e Feira de adoção de animais.

De acordo com o Prefeito de Forquilhinha, Dimas Kammer é motivo de comemorar, afinal são 29 anos de histórias de um município que está em constante desenvolvimento. “Temos muito orgulho em poder comemorar mais um ano de emancipação, é uma comemoração simples mas que não podemos deixar passar em branco afinal o povo de Forquilhinha merece pois é um povo batalhador” Destaca Dimas.

Economia / Política

Reunião dá esperança de financiamento para projetos do carvão mineral

O financiamento de projetos de termelétricas a carvão foi pauta de uma reunião, nesta quarta-feira (18), com o ministro de Minas e Energia, Moreira Franco. Durante a reunião foi abordado o problema de financiamento do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDS) para usinas térmicas de carvão.

Atualmente o banco tem a política de não financiar projetos a carvão mineral. A expectativa é que no próximo leilão de energia nova já haja a possibilidade de financiamento. “Foi muito positiva a reunião. O ministro agendou uma reunião na Casa Civil para dar encaminhamento sobre o financiamento junto ao BNDS e solicitou que fosse apresentado a ele um documento sobre a Política de Carvão em 30 dias”, conta o presidente da Associação Brasileira de Carvão Mineral, Fernando Luiz Zancan.

A reunião contou com a presença do deputado federal, Ronaldo Benedet, do senador Dalírio Beber e do deputado federal, Alceu Moreira (RS), que é presidente da Frente Parlamentar do Carvão Mineral.

O próximo Leilão de Energia A-6 está programado para dezembro e o carvão mineral estará entre as fontes ofertadas. Em Santa Catarina o projeto que está habilitado é o da Usitesc, em Treviso.

Economia

Surgem reclamações em Urussanga do setor de prestação de serviços sobre o valor do Alvará de Funcionamento

Como a data de cobrança foi transferida para o mês de abril, reclamações a respeito do valor cobrado pelo Alvará de Funcionamento começam a surgir especialmente no setor de Prestação de Serviço.

No final do ano passado foi aprovado na Câmara de Vereadores de Urussanga um projeto do executivo que alterou a Lei Tributária do município, onde visava-se diminuir o valor cobrado em seguimentos como comércio e indústria, mas havia em questão também o risco da renúncia de receita. A julgar pelas reclamações, a baixa ocorreu mas com a compensação se deu no setor que observou o aumento. Alguns dos reclamantes falam em reajuste de até 900%.

Nossa reportagem buscou a pouco, informações nos setores ligados ao assunto na administração municipal, mas no momento não conseguiu contato com os responsáveis.

Cultura / Destaque / Economia / Turismo

VI Cocalfest será realizada no Centro de Eventos Cocal do Sul

O Centro de Eventos Cocal do Sul, localizado no bairro Jardim Itália, foi o local escolhido para realização da VI Cocalfest 2018. O novo ambiente, amplo e moderno, será um dos diferencias do evento que acontecerá de 26 a 30 de setembro.

A definição aconteceu após reunião realizada entre o presidente da Comissão Central Organizadora e Diretor de Cultura, Juarez Fogaça, o tesoureiro da CCO e secretário de administração e finanças, Clédio Fachin e o presidente do Conselho Comunitário Fernando De Fáveri, Nelson Da Silva.

“Neste ano nós iremos inovar em vários pontos. Um deles é a localização. O Centro de Eventos nos trará uma série de vantagens. Ele é de fácil acesso, coberta climatizada para 3800 pessoas, estacionamento amplo, palco e toda infraestrutura de cozinha e banheiros. A CCO já realiza o projeto para a realização da festa no local onde também serão utilizadas as mediações. Nós não vamos medir esforços para criar um espaço que atenda e satisfaça todos os visitantes. Desde já nós agradecemos a comunidade que irá acolher a maior festa do município”, relata Juarez.

Economia / Política

Prefeitura assume o sistema de água e esgoto de Morro da Fumaça

A Prefeitura de Morro da Fumaça assumiu o sistema de água e esgoto da cidade nesta terça-feira (17), no lugar da Companhia Catarinense de Águas e Saneamento (Casan). Com a carta de ordem expedida pelo Tribunal de Justiça (TJ-SC), a equipe do Governo Municipal apresentou a notificação para dar início a nova gestão do sistema de saneamento de forma imediata.

O engenheiro Rogério Sorato será o diretor da Morro da Fumaça Saneamento, um departamento que será criado pela Prefeitura para realizar os trabalhos no município. “Neste momento nós vamos trabalhar com três frentes de modo paralelo; a jurídica, comercial e operacional criando uma estrutura adequada que atenda os anseios da população”, declara o engenheiro que trabalha há 15 anos na área de saneamento.

A média de arrecadação do sistema na cidade é de aproximadamente R$ 400 mil ao mês. Na avaliação do prefeito Noi Coral vai ser possível melhorar o serviço para a comunidade. “Era mais fácil não se incomodar e deixar tudo como estava, mas não seria justo com a cidade e os moradores que sofrem com um sistema sucateado. Há muito por se fazer e nós vamos trabalhar para melhorar a oferta de água e realizar o tratamento de esgoto em Morro da Fumaça”, conta o prefeito.

Para garantir a funcionalidade do sistema de abastecimento de água de Morro da Fumaça, o Governo Municipal firmou um contrato emergencial com a Atlantis Saneamento por seis meses, para realizar a operação do sistema de captação, tratamento, distribuição e atendimento comercial.

O procedimento de transição inclui a transferência do banco de dados dos servidores da Casan para a Prefeitura, diagnóstico dos sistemas de captação, tratamento e distribuição de água. “O prefeito Noi Coral e o vice Eduardo Sartor Guollo estão tratando este assunto com muito critério e oferecendo o suporte adequado para a realização de um trabalho sério, transparente e competente”, conclui o diretor Rogério Sorato.

 

Economia

Sistema Elétrico da Coopercocal terá investimento de aproximadamente R$ 2 milhões este ano

Com o objetivo de melhorar cada vez mais o fornecimento e levar energia de qualidade a seus associados e consumidores a Cooperativa Energética Cocal tem planejado para este ano um investimento de aproximadamente R$ 2 milhões em reformas, manutenções e construção de redes. O cronograma, que já está pré-estabelecido, teve início em janeiro e será finalizado em dezembro.

Todo o planejamento foi aprovado em Assembleia Geral Ordinária e beneficiará várias localidades da área de atuação da cooperativa, entre elas: Linha Tigre, Linha Ferreira Pontes, Rio Perso, Rio Galo, São João, São Simão, Rancho dos Bugres, São Pedro, Belvedere, Mina Rio Maior, Palmeira Alta, Rio Salto e Morro da Lagoa.

Altair Lorival de Melo (Belha), presidente da Coopercocal, assegura que esses investimentos são necessários para manter a qualidade da energia “As manutenções e as obras, que tem como objetivo renovar e ampliar as redes, nos garantirá maior segurança junto aos consumidores da Coopercocal, pois a satisfação dos nossos associados é uma das prioridades desta gestão”, explica.

Os serviços incluem, substituição de postes, instalações de novos transformadores, troca de cabos, ferragens e ampliação de redes monofásicas para trifásicas.

O grande destaque deste mês é o início da construção de um novo alimentador, que beneficiará mais de 300 consumidores das localidades de São Pedro, Morro da Lagoa, Rancho dos Bugres e De Villa. Serão 6 km de redes construídas, fazendo a interligação com a subestação 69 kV em Cocal do Sul, passando pela localidade de Linha Espanhola até São Pedro, com previsão de entrega da obra para julho.

“Atualmente estas localidades são atendidas pela Coopercocal, porém a energia é proveniente de uma medição existente na comunidade do Bairro São Pedro, em Urussanga, com a construção desta nova rede, o atendimento será exclusivamente pela subestação da cooperativa, garantindo mais qualidade e agilidade ao serviço prestado”, afirma o presidente.

Economia / Política

Governador anuncia a redução de mais de 230 cargos comissionados

Eduardo Pinho Moreira anunciou, em entrevista coletiva, na manhã desta quarta-feira (18), em Florianópolis, novas medidas de contenção de gastos. Elas reforçam, segundo o governador, o compromisso de gestão responsável e transparente assumida por ele em sua posse. As principais medidas anunciadas são: redução de mais de 230 cargos comissionados e funções gratificadas; criação de um grupo de trabalho formado pelas secretarias da Fazenda, Casa Civil e Administração, além da Procuradoria Geral do Estado (PGE), que ficará responsável por revisar todos os contratos do Governo e analisar todas as licitações; e suspensão de reposição salarial ou concessão de novos aumentos. As reduções na máquina pública se devem, principalmente, ao fato de que o Estado ultrapassou o limite legal de gastos com a folha de pagamentos dos servidores, previsto na Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF).

O governador Eduardo Pinho Moreira apresentou os números que mostram o crescimento da folha de pagamentos. Conforme os gráficos, de 2011 a 2017, a despesa teve um acréscimo de cerca de R$ 5,8 bilhões.

Durante o período, o aumento na folha foi de 109,2% contra um INPC de 52,9%. “Se levássemos essa realidade para o setor privado, qualquer empresa fecharia as portas nessa condição. É uma situação grave que precisa ser enfrentada com coragem”, exemplificou o governador.

Áudio / Cultura / Economia / Política

Ouça: Bonetinho reconhece falha no transporte e critica o estado de estradas do município

Reiterando que legislativo é um poder independente e que o papel dos vereadores é fiscalizar e cobrar providências no atendimento do a que população precisa, o vereador de situação, Odivaldo Bonetti “Bonetinho”, ignorou a questão partidária encontrando apoio entre os edis numa atitude ainda não vista com relação a essa gestão.

Foram três momentos de manifestação mais efetiva:

Economia / Política

“Bonetinho” surpreende com duras críticas e cobrança a Secretaria Municipal de Obras

O vereador de situação que preside a casa e no ano passado era o líder do governo, Odivaldo Bonetti (PP), adotou nesta noite o roteiro dos edis de oposição com direito a fotos de diferentes estradas do interior que estão em péssimas condições, em uma fala firme visivelmente fruto de uma insatisfação que chegou ao seu limite.

Gerando assim uma manifestação encorpada dos outros legisladores que foram citando problemas repetidamente reclamados e não atendidos.

A segunda surpresa veio do também eleito pelo PP, Jose Carlos Jose “Zé Bis”, que em um aparte pontou, “só quero dizer que sou solidário a tudo que está dito”.

Nas argumentações que se seguiram, diversas observações sobre o deslocamento não planejado de maquinas, trabalhos incompletos e a não realização de pequenos reparos que extremamente necessários aos moradores do interior.

“Bonetinho” ainda reiterou que o munícipe solicita e não é atendido e o mesmo acontece com o vereador da base do governo, o que demonstra a necessidade imediata de uma revisão nos procedimentos do setor.

Cultura / Economia / Política

Falha no transporte escolar do município foi o assunto da maioria dos vereadores nesta terça

Mudava o edil, o partido, a observação mais o tema permanecia. E tomou boa parte da sessão ordinária de hoje na Câmara de Vereadores de Urussanga.

A falha no transporte escolar de responsabilidade do município foi questionada por cinco dos nove vereadores, incluindo PP, MDB, PSD e PT.

Segundo os que usaram a tribuna, a administração municipal com o argumento da economia teria contratado um número insuficiente de veículos para o referido transporte, o que fez com que alguns transportadores acabassem prestando um serviço complementar, esse sem a devida licitação,  que  ocasionou a falta de pagamento que culminou com a falha tão reclamada.

Surgiram críticas sobre a escolha da economia em detrimento da gestão, a falta de planejamento, conhecimento das rotas e da demanda de alunos, fatores que tem causado diferentes transtornos especialmente aos moradores do anterior.

Em meio as falas, o vereador da base do governo Odivaldo Bonetti “Bonetinho”, afirmou que não é possível cobrir o sol com a peneira, admitindo que o problema existe. Como os demais, lembrou que foi contatado por pais, pediu que o problema seja resolvido imediatamente uma vez que nada justifica situações como essa que pode ser evitada.