Blog do Paulo Matias

Arquivos por data janeiro 2017

Destaque

Parlamento manifesta pesar pela morte do ex-deputado Sandro Tarzan

A Assembleia Legislativa de Santa Catarina registra com pesar o falecimento do ex-deputado estadual Sandro Tarzan, na manhã desta terça-feira (31), no Hospital Santa Luzia, em Blumenau. De acordo com informações divulgadas pela imprensa, a morte foi causada por complicações após uma cirurgia de transplante de fígado.

Catarinense de São Joaquim, Tarzan era formado em Direito e tinha 52 anos. Conforme a Coordenadoria de Documentação da Alesc, ele integrou a 12ª Legislatura (1992-1994) como segundo suplente pelo Partido da Renovação Nacional (PRN). Retornou ao Parlamento estadual na 14ª Legislatura (1999-2003), eleito pelo Partido Trabalhista Brasileiro (PTB) com 12.309 votos. Entre 2001 e 2002, ocupou a 2ª vice-presidência da Casa.

Tarzan também trabalhou como diretor na Companhia de Habitação do Estado de Santa Catarina (Cohab/SC) e atuou como secretário-executivo de parcerias público-privadas no governo estadual.

O velório e o sepultamento serão realizados na cidade de São Joaquim.

Política

Deco vai renunciar a secretaria da mesa na primeira reunião

O vereador Vanderlei Marcirio “Deco” (PMDB), eleito em 1º de janeiro Primeiro Secretário da Mesa Diretora da Câmara de Urussanga, irá renunciar ao cargo hoje na primeira Reunião Ordinária da Casa no ano de 2017.

O edil afirma não estar disposto a ocupar o cargo e sim focar na sua legislatura.

Ainda segundo “Deco”, deve ser convocada uma outra eleição somente para a escolha do seu substituto.

Política

Devem sair do PT

Os deputados Décio Lima e Ana Paula Lima, do PT, fundadores do partido, participaram no último sábado (28), de um evento em Passo de Torres, junto do deputado Rodrigo Minotto do PDT.

Os dois deram sinais claros e evidentes que estão prestes a trocar de partido, transferindo-se para o PDT.

As conversações já estão em andamento desde o ano passado e estão bem adiantadas.

Política

Nasce (mais) um partido

Membros da Frente Favela Brasil vão dar entrada no CNPJ e, até março, devem oficializar o lançamento do grupo como partido político. A meta é disputar as eleições em 2018.

Depois que foi formalizado no Tribunal Superior Eleitoral e no cartório eleitoral, o Frente Favela Brasil precisa reunir 400 mil assinaturas, em pelo menos nove estados, para poder participar da próxima eleição.

O partido afirma ter entre os diferenciais o fato de ser criado e formado por negros das favelas, mas aberto a todos.

Também diz destinar 50% dos cargos para mulheres, 75% das posições para pessoas de até 35 anos. Entre os líderes do grupo está o ativista Celso Athayde.

Política

Tati Teixeira visita suplente em Urussanga

A ex-vereadora do município de Criciúma “Tati Teixeira” (PSD), sobre a qual já existe uma expectativa na região no que se refere as eleições de 2018, esteve em Urussanga visitando o primeiro suplente de vereador do mesmo partido, Luan Varnier.

Luan que obteve a segunda melhor votação da sigla local em outubro (268 votos), questionou as lideranças do seu partido sobre a decisão tomada com relação a eleição da Mesa Diretora, quando o PSD optou por se abster.

A visita ocorrida nesta manhã chama a atenção pelo fato da vereadora criciumense ter em seus planos segundo informações, a intenção clara de mudar de partido.

Política

Prefeitura de Siderópolis volta a atender em dois turnos

A partir dessa quarta-feira (01), todas as repartições públicas de Siderópolis voltam a atender a população em dois turnos, das 8h às 12h e das 13h às 17 horas, exceto a Secretaria de Obras, que inicia às 7h e encerra o expediente às 16h30, também com uma hora de intervalo para o almoço.

O decreto 07/2017 que pôs fim ao horário de verão, foi assinado pelo prefeito Hélio Cesa “Alemão”.

Política

Situação do Hospital Nossa Senhora da Conceição de Urussanga é discutida

A situação do Hospital Nossa Senhora da Conceição voltou a ser discutida esta semana, em Urussanga. O prefeito Gustavo Cancellier, e o vice, Décio Silva, estiveram reunidos com representantes da direção da instituição. O objetivo do encontro foi o de ampliar a participação financeira do município para a instituição de saúde. De acordo com o prefeito, Gustavo Cancellier, um reajuste já deve ser repassado no próximo mês.

“Este é apenas o primeiro passo. Com o nosso objetivo de reduzir os custos atuais da prefeitura, esse valor de repasse poderá ser ampliado nos próximos meses”, aponta Gustavo. “Já é a terceira reunião que realizamos e faz parte do nosso compromisso de ter uma participação ativa junto ao hospital de Urussanga”, complementa o vice-prefeito, Décio Silva.

O repasse à instituição vem sendo realizado de acordo com a realidade financeira atual do município. “Queremos também agradecer a compreensão da direção do hospital, em nome do diretor Arnaldo Bez Batti e também da Irmã Olinda Antonio Costa, que se mostraram muito compreensivos com a situação atual da prefeitura e estão dispostos a trabalhar conosco para a manutenção desta instituição de saúde tão importante para o município”, esclarece Cancellier.

Opinião

Condiz com o momento?

A mobilização que em nenhum momento esteve oculta, muito pelo contrário, amplamente registrada em fotos que ocuparam os veículos que normalmente noticiam a “política”, dos entes eleitos que no momento exercem seus mandatos, dos não eleitos e até daqueles que ocupam cargos principalmente na máquina administrativa do estado, na realidade foi a maior, ou a mais explicita de todos os tempos quando se trata de uma eleição para a diretoria de uma cooperativa.

No momento em que a maioria dos brasileiros adquiriu coragem para cobrar dos eleitos para os mais diferentes cargos, por consequência “servidores públicos”, posturas e atuações condizentes com os postos para os quais pleitearam o voto, o envolvimento descrito talvez esteja relacionado ao período de férias. Embora a análise aponte para uma questão, condiz com o momento?

Política

Primeira reunião da Câmara acontece nesta terça

Os eleitos para integrar o Poder Legislativo de Urussanga entre 2017 e 2020, representando cinco siglas locais, reúnem-se amanhã terça-feira (31), pela primeira vez.

Casagrande, Zé Bis e Bonetinho compõem a bancada do PP. Vanir, Beto Cabeludo e Deco a do PMDB. Enquanto Marquinhos representa o PT, Nandi o PSD e Tita o PDT.

Um acordo firmado antes da eleição para a Mesa Diretora, quando PP e PDT obtiveram o voto do PT, definiu Marcos Silveira como presidente para este ano, tendo como vice, Casagrande, primeiro secretário Deco e segundo Tita.

O que sabe é que em breve deve haver uma mudança nas cadeiras fazendo com que um suplente venha assumir, liberando um eleito para ocupar cargo junto ao executivo.