Blog do Paulo Matias

Sem categoria

Oficial de justiça lista bens domésticos do vice-governador

Um oficial de Justiça esteve há alguns dias no apartamento do vice-governador Eduardo Pinho Moreira, na Avenida Beira-Mar Norte, em Florianópolis, para o arrolamento dos seus bens domésticos. Em tradução do “juridiquês”, foi listar os eventuais móveis e eletrodomésticos que possam ser utilizados para uma quitação de débito no processo por improbidade administrativa que Pinho Moreira responde desde 2014 no rumoroso caso da Monreal, quando presidiu a Celesc.

O vice-governador mostrou-se tranquilo em relação ao inquérito, mas reclamou da morosidade da Justiça e classificou a decisão como uma agressão. “São pelos menos 20 réus e este julgamento pode levar anos até sair uma decisão. Até lá ficarei exposto a este tipo de desgaste por ser um homem público”, disse.

O vice-governador lembra que a Deic já investigou o caso por dois anos e não achou nada. A ação é movida pelo MP e corre na 1ª Vara da Fazenda Pública.