Blog do Paulo Matias

Política

Daniel Freitas demais deputados e senadores do PSL reúnem-se com Bolsonaro

O Deputado Federal Daniel Freitas participou, na tarde desta quarta-feira (20), no Palácio do Planalto, de um café com o Presidente da República Jair Bolsonaro e toda a bancada de Deputados Federais e Senadores do PSL para discutir a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) da Reforma da Previdência entregue por ele hoje, pessoalmente, ao Presidente da Câmara Rodrigo Maia e ao Presidente do Senado Davi Alcolumbre.

Economia / Publicação

Sistema Elétrico da Coopercocal terá investimento de R$ 2 milhões este ano

Com o objetivo de melhorar cada vez mais o fornecimento e manter qualidade da energia a seus associados e consumidores a Cooperativa Energética CocalCoopercocal tem planejado para 2019 um investimento de aproximadamente R$ 2 milhões em aquisição de equipamentos, melhorias na subestação, reformas, manutenções e expansão de redes. O cronograma das obras já está em andamento e será finalizado em dezembro. Todo o planejamento foi aprovado em Assembleia Geral Ordinária e beneficiará várias localidades da área de atuação da cooperativa.

Os serviços incluem, substituição de postes, instalações de novos transformadores, troca de cabos, ferragens e ampliação de redes monofásicas para trifásicas.

Além dos investimentos no sistema elétrico, também será concluído o novo Centro Técnico, localizado no bairro Boa Vista, com a finalidade de concentrar todos os serviços técnicos e operacionais, onde funcionará o OD (Centro de Operação e Distribuição); departamento técnico; engenharia; faturamento, auditório e garagem de caminhões. A Subestação será toda automatizada, melhorando a qualidade com maior segurança, no menor tempo, variabilidade e custo.

O presidente Altair Lorival de Melo “Belha”, assegura que esses investimentos são necessários para manter a qualidade da energia “Temos um ano de bastante trabalho pela frente, grandes projetos e obras a serem executados o que nos garantirá maior segurança e confiabilidade no sistema elétrico”, salienta.

Economia / Política / Vídeo

Assista: “Situação financeira crítica e benefícios de gaveta”, a estrondosa passagem de Paulo Eli pela Alesc

O secretário de Estado da Fazenda, Paulo Eli, afirmou, durante sessão especial da Assembleia Legislativa de Santa Catarina, na tarde desta terça-feira (19), que o Estado apenas cumpriu a lei ao editar os decretos que revogam benefícios fiscais de ICMS a produtos alimentícios e da construção civil. Para o secretário, tais medidas são importantes também para melhorar a situação das contas públicas do Estado.

Durante aproximadamente três horas, o secretário, que foi convocado por meio de requerimento dos deputados Moacir Sopelsa e Valdir Cobalchini, ambos do MDB, aprovado na semana passada, respondeu aos questionamentos dos deputados sobre os decretos, que foram editados em 28 de dezembro do ano passado e entram em vigor a partir de 1º de abril.

Paulo Eli alertou que “a situação financeira do governo é crítica” e que há necessidade de um amplo debate com a Alesc para estudo profundo das 20 mil páginas sobre incentivos fiscais em SC.

Ele explicou que tais medidas são parte do trabalho de revisão dos incentivos fiscais que o Estado terá que concluir até 31 de julho deste ano. Isso porque o Tribunal de Justiça de Santa Catarina (TJSC) determinou, em julgamento de Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) em 2017, que toda e qualquer concessão de benefício fiscal deverá ter aprovação da Assembleia.

O secretário descartou a revogação dos decretos. “Se fizermos isso, vamos responder por improbidade administrativa, porque a revisão dos benefícios é uma determinação do Tribunal de Contas”. explicou.

O secretário revelou durante a sessão especial que não conhece todos os benefícios concedidos pelo Estado, pois muitos foram autorizados sem transparência. “São benefícios de gaveta, que eu nem conheço. Quando eu revogo, alguém pia e aí eu descubro que o benefício existe”, comentou.

A revelação do secretário chamou a atenção do presidente da Assembleia, deputado Julio Garcia (PSD), que considerou a questão bastante grave. O parlamentar elogiou a participação de Paulo Eli na sessão. “Podemos divergir do seu ponto de vista, mas temos que destacar a competência do secretário”, afirmou.

Ao todo, 11 deputados foram à tribuna para questionar o titular da Fazenda estadual. Todos demonstraram preocupação com os impactos que os decretos vão causar na economia do estado.

Política

Bonetinho confirma que é o líder do governo aponta provável nomeação de Sangaletti como diretor

Odivaldo Bonetti “Bonetinho” (PP), anunciou na noite de ontem ao usar a tribuna que em comum acordo com os demais vereadores de sua bancada e com o prefeito, assumiu a missão de ser o líder do governo na Câmara, comprometendo-se em atender todas as demandas dos demais vereadores, prestando informações na tribuna sobre todos os questionamentos solicitados ao executivo.

O vereador registrou ainda que se alguém futuramente assumir um cargo de Diretor na Secretaria de Obras, como deve acontecer em breve, será em substituição a outro funcionário, pois não serão criados novos cargos na administração.

O ex-vereador e ex-secretário municipal de agricultura e obras, agora sem partido depois de deixar o MDB, Jucemar Sangaletti, deve ser confirmado nesta sexta-feira (22).

Economia / Política

“A cidade está suja, feia”, afirmou Deco

Na mesma noite em que a indicação de sua autoria solicitou que o executivo coloque em prática a Lei Municipal nº 2.583, que trata da limpeza e  roçadas de terrenos particulares no perímetro urbano, o vereador Vanderlei Marcirio “Deco”, ao usar a tribuna afirmou que “a cidade está suja, feia”, e que essa constatação certamente também e a primeira dos visitantes. Observando ainda que falta sinalização básica para o projeto turístico do município.

No decorrer de sua fala o vereador criticou o executivo por não convidar os vereadores para reuniões com moradores, principalmente nos bairros onde estão sendo investidos recursos conquistados pelos membros do legislativo, citando uma realizada pelo prefeito com moradores da Rua Orsi Silva no Bairro da Estação, para tratar da conclusão da pavimentação. Segundo Deco, nem mesmo o vereador Elson Roberto Ramos (MDB), responsável pela emenda parlamentar usada na obra, foi convidado.

Vanderlei Marcirio registrou também que o pacote de obras proposto pelo executivo com recursos do financiamento aprovado pelo legislativo está atrasado e sem cronograma definido, reiterando que espera do prefeito a definição das obras para que a sociedade e seus eleitores saibam onde os recursos serão investidos.

Foi com o voto do edil que o citado financiamento de R$ 14,5 milhões conseguiu aprovação na Câmara.

Política

Estacionamento Rotativo volta a ser cobrado na Câmara

Em 20 de abril de 2017, ocorreu na mesma Casa do Povo, a audiência pública, em que foi discutido e aprovado pelos presentes o projeto e a instalação do Estacionamento Rotativo nas ruas da área central de Urussanga.

Quase um ano depois, em março de 2018, ainda na Câmara chegava a informação do executivo que a administração municipal aguardavatérmino das obras da revitalização da Praça Anita Garibaldi para dar continuidade aos estudos que visavam a implantação do referido sistema.

Nesta terça-feira (19), quando já se passaram 22 meses da citada audiência, o questionamento volta ao legislativo, aguardando uma resposta do tema que se agrava a cada dia.

Vale lembrar que segundo a própria administração, a revitalização da praça está concluída.

Economia / Política

Vereador quer tratamento especial para empresas locais em licitações da prefeitura de Nova Veneza

Aroldo Frigo Junior (PSDB), irá propor durante a sessão ordinária da Câmara de Vereadores de Nova Veneza, nesta terça-feira (19), a partir das 19h, um projeto de lei  que dará tratamento diferenciado nas contratações da prefeitura de Nova Veneza, para o produtor rural pessoa física, microempreendedor individual, além de sociedades cooperativas de consumo.

Segundo o vereador, o objetivo da iniciativa é promover o desenvolvimento econômico e social no âmbito local e regional. “O projeto dará a segurança jurídica e competitividade para nossas empresas neovenezianas nas licitações municipais. O dinheiro público circulando no município, gera mais empregabilidade e fomentação econômica,” defendeu o vereador.

Economia / Política

Prejuízos com as chuvas em Urussanga, vereadores Vanir e Beto querem informações

De autoria dos vereadores do MDB, Vanir e Elson, vai a plenário nesta noite o requerimento que solicita informações por parte do executivo sobre os estragos causados com as últimas chuvas do mês de fevereiro, inclusive com relatório que aponte de onde foram ocasionados os danos que geraram mais de 4,3 milhões de prejuízos ao município. O que segundo os mesmos vereadores foi informado pela administração.

No que requerimento por um engano cometido, consta R$ 2 milhões, mas durante a sessão o líder da bancada vai apontar o valor maior acima descrito.

Economia / Política

Contrato do Condomínio Industrial Luiz Henrique da Silveira é assinado em Içara

Visando fortalecer a economia e promover ideias empreendedoras, o governo de Içara e a empresa Artecon, de Jaguaruna, assinaram na manhã desta terça-feira (19), o contrato para o Condomínio Industrial Luiz Henrique da Silveira. Reunindo entidades e empresas no auditório da Associação Empresarial de Içara (ACII), o encontro serviu também para a apresentação do projeto que será implantado no local.

O espaço de 10 hectares está localizado na comunidade de Esperança e será um importante instrumento para a instalação de novas empresas no município. “Ficamos felizes com o interesse do empresariado local de prestigiar essa apresentação e contamos que outros empreendedores cheguem à nossa cidade, participem e que colaborem para que o nosso município se desenvolva ainda mais”, comentou o secretário de Desenvolvimento Econômico, Paulo Brígido.

Com uma localização próxima da BR-101, a infraestrutura será um ponto forte para o empreendedor. “É um projeto para se orgulhar, mostra que Içara está no caminho certo. Acreditamos nas empresas e com esse espaço, o empreendedor terá um espaço bacana para colaborar com o desenvolvimento da economia”, falou o vice-presidente da regional sul da Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina (Fiesc), Diomício Vidal.

O condomínio terá uma estrutura para que até 35 empresas se instalem, onde terá terrenos de 1,5m² a 2m². De acordo com o presidente da ACII, Ramiro Cardoso, o ligamento de três pontos irá favorecer o desenvolvimento macroeconômico. “Vai ser um projeto macrorregional com uma área importante, a ferrovia está ali perto, a BR 101 e o Aeroporto de Jaguaruna ficará a 20 quilômetros, favorecendo uma excelente logísticas de trabalho”, comentou.

Economia / Política

Rodrigo Minotto comemora decisão da Celesc

“O diálogo era importante. O presidente demonstrou sensibilidade ao receber os deputados e entendeu as nossas razões e reconsiderou. Uma vitória importante para Criciúma e todo sul do Estado. Conseguimos garantir que o atendimento da Celesc continue sendo de excelência”, comemorou o deputado estadual Rodrigo Minotto.

No fim da manhã, após uma reunião com deputados da região, a diretoria da Celesc anunciou a nova decisão, designando para Criciúma a sede macrorregional dentro da formatação organizacional da empresa.

Um documento de consenso foi assinado por deputados e pela direção da Celesc, acordando que em no máximo 60 dias a estatal terá uma nova sede em Criciúma, em imóvel a ser locado.

Uma hora depois aproximadamente, o governador Carlos Moisés, anunciou através de suas redes sociais; “Tem notícia boa para quem mora no Sul do Estado. A Celesc está anunciando diversos investimentos na região, com melhorias em sistemas elétricos, eletrificação rural e ações de eficiência energética, entre outros. São cerca de R$ 100 milhões em investimentos.”

Ao final do post o governador destacou as hashtags #Criciúma #Imbituba #Siderópolis